2ª dose de vacina contra Covid-19 deve ser tomada mesmo fora do prazo, afirma Ministério da Saúde

Recomendação foi publicada no Plano Nacional de Imunização e se refere às vacinas CoronaVac e Oxford/AstraZeneca
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como profissionais

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: 2ª dose de vacina contra Covid-19 deve ser tomada mesmo fora do prazo, afirma Ministério da Saúde; invistaja.info;


CCRO3 | Liq.2meses: 154437000.0 | P/L: 130.06 | EV/EBIT: 18.61 | Cotacao: 12.3 | Mrg.Ebit: 0.2094 | DY: 0.0223

ListenToMarket: 2ª dose de vacina contra Covid-19 deve ser tomada mesmo fora do prazo, afirma Ministério da Saúde – Áudio gerado às: 14:40:47

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

BRASIL | invistaja.info — O Ministério da Saúde divulgou nesta segunda-feira (26) nota técnica em que recomenda a aplicação da segunda dose da vacina de Covid-19 até mesmo para aqueles que perderam o prazo recomendado pelos laboratórios.

A recomendação vale tanto para a vacina CoronaVac quanto para a Oxford/AstraZeneca – as duas vacinas disponíveis no país hoje. Esses imunizantes têm diferentes intervalos de aplicação. A CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac, necessita de 4 semanas entre as doses. Já a vacina da Oxford/Astrazeneca, produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), pode ter intervalo de 12 semanas entre as doses.

“Informa-se ainda que é improvável que intervalos aumentados entre as doses das vacinas Covid-19 ocasionem a redução na eficácia do esquema vacinal”, diz a nota. “No entanto, atrasos em relação ao intervalo máximo recomendado para cada vacina devem ser evitados, uma vez que não se pode assegurar a devida proteção do indivíduo até a administração da segunda dose. Observa-se que, ainda que ocorram atrasos no esquema vacinal, o mesmo deverá ser completado com a administração da segunda dose o mais rápido possível.”

+Sputnik V: por que a vacina russa continua sem aprovação no Brasil?

A notificação ocorre poucos dias após a prefeitura de São Paulo anunciar que mais de 81 mil pessoas na capital paulista não tomaram a segunda dose da vacina dentro do prazo. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a prefeitura está entrando em contato com quem não recebeu a segunda dose para que ela seja aplicada.

Vacinação no Brasil segue defasada

hotWords: afirma dose vacina contra saúde covid-19 prazo,

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Segundo dados do governo, mais de 38 milhões de doses já foram aplicadas no Brasil. No entanto, esse número representa 13% da população brasileira recebendo pelo menos uma dose. Apenas 5,5% da população está completamente imunizada.

Além das entregas da CoronaVac e da Oxford/AstraZeneca, que dependem atualmente do recebimento de insumos importados, o Ministério da Saúde projeta a chegada até junho de 15,5 milhões de vacinas da Pfizer, que também é aplicada em duas doses.

A vacina já tem autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser aplicada no Brasil. Até o fim de 2021, 100 milhões de doses devem chegar ao país. O Ministério da Saúde negocia a chegada de mais 100 milhões de doses para 2022.

A Anvisa negou ontem a importação da vacina Sputnik V, vacina contra Covid-19 desenvolvida na Rússia. Segundo a agência, faltaram informações e transparência nos estudos feitos para demonstrar a eficácia e segurança da vacina. O Ministério da Saúde já deixou em espaço separado a Sputnik V em seu último cronograma de vacinação, por conta da falta de aprovação pela Anvisa.

Quer gerar uma renda extra na Bolsa? Curso gratuito do (MarketMsg) ensina a fazer o seu primeiro trade na prática, em menos de uma semana. Inscreva-se aqui.

palavras-chave: 2ª dose de vacina contra Covid-19 deve ser tomada mesmo fora do prazo, afirma Ministério da Saúde; invistaja.info;

FARIA LIMA | economia | invistaja.info – 2ª dose de vacina contra Covid-19 deve ser tomada mesmo fora do prazo, afirma Ministério da Saúde

REFLEXÃO: Ben Carlson, autor de A Wealth of Common Sense – A riqueza do senso comum, em tradução livre: Menos é mais. O processo de investimento deve ser mais importante que os resultados. Comportamento correto na hora de investir é a chave.

Saiba mais:

Calote do Brasil com organismos internacionais já chega a R$ 10 bilhões

100 dias de Biden: como ele se saiu até agora com Covid-19, empregos, política externa, imigração e armas

Ações da brasileira Afya disparam mais de 10% na Nasdaq após investimento do Softbank

Vale mantém meta de produção de minério de ferro para 2021 em 315-335 mi t

Publique seu negócio no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *