Ação da Didi, dona da 99, cai quase 23% na Bolsa dos EUA após restrições na China

Órgão regulador da internet chinês ordenou que lojas de aplicativos de smartphones parassem de oferecer o app da companhia
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como profissionais

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Ação da Didi, dona da 99, cai quase 23% na Bolsa dos EUA após restrições na China; invistaja.info;


EUCA4 | Pat.Liq: 1546950000.0 | EV/EBITDA: 3.17 | Cotacao: 10.54 | P/Cap.Giro: 3.99 | Liq.2meses: 3144940.0 | P/VP: 0.63

ListenToMarket: Ação da Didi, dona da 99, cai quase 23% na Bolsa dos EUA após restrições na China – Áudio gerado às: 12:10:18

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

FLORIANÓPOLIS | invistaja.info — Dias após levantar US$ 4,4 bilhões e fazer seu IPO na Bolsa de Nova York, a Didi Chuxing, que é dona da 99 no Brasil, registra uma forte queda de suas ações após um novo episódio de restrições a empresas de tecnologia na China.

Isso porque o órgão regulador da internet chinês ordenou no último domingo (4) que as lojas de aplicativos de smartphones parassem de oferecer o app da companhia no país, citando necessidade de proteção da segurança nacional e interesse público.

A Administração do Ciberespaço da China (CAC) abriu uma investigação oficial sobre como a empresa usa dados de clientes e agora ordena que a companhia faça alterações para cumprir as regras chinesas de proteção de dados.

+Fim de uma era: o que esperar da Amazon sem Jeff Bezos?

Com a notícia, as ações da Didi Global afundavam 22,8% na NYSE às 11h55 (horário de Brasília) desta terça-feira (6), no primeiro pregão da semana nos EUA. Ontem, os mercados americanos estavam fechados por conta do feriado de Dia da Independência (4 de julho).

Em comunicado enviado ontem à agencia Reuters, a Didi informou que a proibição do aplicativo teria um impacto adverso em sua receita na China, apesar de o serviço continuar disponível para os usuários existentes.

hotWords: bolsa dona após quase restrições

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Leia também:• Investida da China contra big techs coloca IPOs nos EUA em risco; Didi Global está no foco

Na avaliação da casa de análise Levante Ideias de Investimentos, o impedimento de oferecer o app na loja de aplicativos significa um gargalo para o crescimento da companhia, cujo preço embute uma elevada expectativa de crescimento.

Ainda que a situação não seja irreversível, os analistas afirmam que o risco afasta potenciais investidores e faz o mercado exigir um prêmio pelo risco adicional devido às incertezas legais.

Cabe destacar ainda que, segundo informou o Wall Street Journal citando fontes, a empresa foi advertida por reguladores para atrasar a oferta pública inicial examinar a segurança de sua rede, o que também gera discussões sobre a governança corporativa da empresa.

Quer trabalhar como assessor de investimentos? Entre no setor que paga as melhores remunerações de 2021. Inscreva-se no curso gratuito “Carreira no Mercado Financeiro”.

palavras-chave: Ação da Didi, dona da 99, cai quase 23% na Bolsa dos EUA após restrições na China; invistaja.info;

BRASIL | mercados | invistaja.info – Ação da Didi, dona da 99, cai quase 23% na Bolsa dos EUA após restrições na China

REFLEXÃO: Bill Mann, da Motley Fool Asset Management: Busque investir em conjunto com grandes gestores, depois, é só ser paciente.

Veja também:

Câmara pode votar privatização dos Correios nos próximos dias; governo quer venda de 100% em único leilão

Ação da Cury sobe após prévia operacional recorde no 2º tri; educacionais e Petrobras têm baixa

Ibovespa tem nova queda e dólar vai a R$ 5,13 com noticiário político no radar; DIs avançam

Ser Educacional desiste de adquirir faculdades da Ânima

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.