Publicidade

AIE corta previsões para crescimento da demanda global por petróleo em 2021 e 2022

A agência prevê que o consumo da commodity crescerá 5,4 milhões de barris por dia (bpd) em 2021 e 3,3 milhões de bpd em 2022.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Negociando na bolsa de valores

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: AIE corta previsões para crescimento da demanda global por petróleo em 2021 e 2022; invistaja.info;


CTSA3 | P/ACL: -2.24 | PSR: 0.357 | Liq.2meses: 45121.8 | ROIC: 0.0457 | P/EBIT: 8.04 | Cotacao: 1.94

O surgimento da variante Ômicron do COVID-19 permitirá que o fornecimento de petróleo ultrapasse a taxa com que o mundo o está consumindo, amenizando o aperto na oferta dos últimos meses, informou a Agência Internacional de Energia (AIE) nesta terça-feira.

Em relatório mensal, a AIE reduziu sua previsão de oferta para 2022 de produtores fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) em 100 mil barris por dia (bpd) e cortou sua previsão de demanda na mesma quantidade, tanto este ano quanto no próximo. A agência prevê que o consumo da commodity crescerá 5,4 milhões de bpd em 2021 e 3,3 milhões de bpd em 2022.

As viagens aéreas e, em particular, o consumo de combustível de aviação, serão os mais afetados pela variante, disse a AIE. Mas, no geral, a cepa vai “desacelerar temporariamente, mas não interromper, a recuperação da demanda por petróleo”, na visão da entidade com sede em Paris.

+Minério de ferro avança com expectativa de estímulo da China

A opinião da AIE de que o impacto da Ômicron será limitado ecoou a visão da Opep, exposta em relatório divulgado ontem. No entanto, há divergências entre a avaliação das duas organizações sobre a produção global de petróleo no próximo ano.

hotWords: previsões petróleo demanda global para

Publique seu negócio no invistaja.info

O cartel com sede em Viena argumentou que falta de investimento de países produtores de petróleo fora da aliança é um “potencial limitante do crescimento”, mas a AIE destacou que EUA, Canadá e Brasil devem produzir em níveis recordes.

A AIE disse que a Arábia Saudita e a Rússia – os dois líderes da Opep+ – também podem bater recordes de produção, se a aliança continuar sua política de desfazer os cortes de produção implementada no ano passado, quando o impacto econômico global da pandemia piorou. Pelos cálculos da instituição, a produção da Opep+ avançou 400 mil bpd em novembro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

palavras-chave: AIE corta previsões para crescimento da demanda global por petróleo em 2021 e 2022; invistaja.info;

MARINGÁ | economia | invistaja.info – AIE corta previsões para crescimento da demanda global por petróleo em 2021 e 2022

REFLEXÃO: Rich Greifner, da Motley Fool: Pense a longo prazo, seja paciente e busque por retornos assimétricos.

Leia também:

Design leva a premiada Móveis James a 12 países

Minério recua à espera de dados sobre aço e economia chinesa

Câmara aprova texto-base de marco que permite volta de ferrovias privadas; confira os principais pontos

Banco do Brasil entra para o metaverso e lança experiência em servidor do GTA

Publique seu negócio no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade