Publicidade

Arrecadação federal sobe 1,41% no melhor novembro em 7 anos, a R$ 157,340 bi

De janeiro a novembro, o crescimento real da arrecadação foi de 18,13%, a R$ 1,685 trilhão
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como profissionais

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Arrecadação federal sobe 1,41% no melhor novembro em 7 anos, a R$ 157,340 bi; invistaja.info;


CARD3 | Cotacao: 12.73 | P/VP: 1.66 | P/EBIT: 6.43 | ROE: 0.1807 | ROIC: 0.1932 | DY: 0.0306

ListenToMarket: Arrecadação federal sobe 1,41% no melhor novembro em 7 anos, a R$ 157,340 bi – Áudio gerado às: 16:20:41

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

hotWords: 157,340 anos, melhor novembro 1,41%

Anuncie no invistaja.info

BRASÍLIA (invistaja.info) – A arrecadação do governo federal teve alta real de 1,41% em novembro sobre igual mês do ano passado, a R$ 157,340 bilhões, divulgou a Receita Federal nesta terça-feira.

O resultado foi o maior para o mês desde 2014 (R$ 157,565 bilhões), conforme série da Receita corrigida pela inflação.

O detalhamento dos dados do mês mostra que as receitas administradas pela Receita Federal, que englobam a coleta de impostos de competência da União, ficaram praticamente estáveis, com uma elevação real de 0,42%.

+Ações ordinárias da Gol passam a ser negociadas no Nível 2 da Bolsa a partir de segunda-feira

Em contrapartida, as receitas administradas por outros órgãos, que são sensibilizadas sobretudo pelos royalties decorrentes da produção de petróleo, tiveram alta de 48,2% acima da inflação.

De janeiro a novembro, o crescimento real da arrecadação foi de 18,13%, a R$ 1,685 trilhão, desempenho mais forte para o período na série iniciada em 1995.

Embora positivo, o crescimento da arrecadação no ano vem perdendo força desde julho, quando houve um pico de 26,11% de alta nas receitas acumuladas no ano em comparação com igual período de 2020.

Nos primeiros onze meses de 2021, a alta real nas receitas administradas pela Receita Federal foi de 16,86%, enquanto a elevação da arrecadação administrada por outros órgãos ficou em 50,20%.

Pesou negativamente no resultado de novembro uma queda de 8,17% na produção industrial e um recuo de 7,10% nas vendas de bens, na comparação com o mesmo mês de 2020.

Por outro lado, houve crescimento de 55,17% no valor em dólar das importações e alta de 14,59% no valor das notas fiscais eletrônicas.

hotWords: 157,340 anos, melhor novembro 1,41%

Anuncie no invistaja.info

BRASÍLIA (invistaja.info) – A arrecadação do governo federal teve alta real de 1,41% em novembro sobre igual mês do ano passado, a R$ 157,340 bilhões, divulgou a Receita Federal nesta terça-feira.

O resultado foi o maior para o mês desde 2014 (R$ 157,565 bilhões), conforme série da Receita corrigida pela inflação.

O detalhamento dos dados do mês mostra que as receitas administradas pela Receita Federal, que englobam a coleta de impostos de competência da União, ficaram praticamente estáveis, com uma elevação real de 0,42%.

+Ações ordinárias da Gol passam a ser negociadas no Nível 2 da Bolsa a partir de segunda-feira

Em contrapartida, as receitas administradas por outros órgãos, que são sensibilizadas sobretudo pelos royalties decorrentes da produção de petróleo, tiveram alta de 48,2% acima da inflação.

De janeiro a novembro, o crescimento real da arrecadação foi de 18,13%, a R$ 1,685 trilhão, desempenho mais forte para o período na série iniciada em 1995.

Embora positivo, o crescimento da arrecadação no ano vem perdendo força desde julho, quando houve um pico de 26,11% de alta nas receitas acumuladas no ano em comparação com igual período de 2020.

Nos primeiros onze meses de 2021, a alta real nas receitas administradas pela Receita Federal foi de 16,86%, enquanto a elevação da arrecadação administrada por outros órgãos ficou em 50,20%.

Pesou negativamente no resultado de novembro uma queda de 8,17% na produção industrial e um recuo de 7,10% nas vendas de bens, na comparação com o mesmo mês de 2020.

Por outro lado, houve crescimento de 55,17% no valor em dólar das importações e alta de 14,59% no valor das notas fiscais eletrônicas.

palavras-chave: Arrecadação federal sobe 1,41% no melhor novembro em 7 anos, a R$ 157,340 bi; invistaja.info;

BRASIL | economia | invistaja.info – Arrecadação federal sobe 1,41% no melhor novembro em 7 anos, a R$ 157,340 bi

REFLEXÃO: Ben Carlson, autor de A Wealth of Common Sense – A riqueza do senso comum, em tradução livre: Menos é mais. O processo de investimento deve ser mais importante que os resultados. Comportamento correto na hora de investir é a chave.

Tópicos mais acessados:

Leilão inédito contrata 4,6 GW de potência de termelétricas, com deságio de 15,34%

Fiocruz: vacinação em locais remotos e de crianças é estratégica

Depois de bater máxima histórica, o que esperar para o Bitcoin em 2022?

País vai a recorde de 29% de desempregados em busca de trabalho há mais de 2 anos

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade