Balanços de Localiza, Usiminas, Fleury e de mais empresas; estreia da ClearSale, Aura retoma operações de mina em Honduras e mais

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta sexta-feira (30)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação para quem vive o mercado

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Balanços de Localiza, Usiminas, Fleury e de mais empresas; estreia da ClearSale, Aura retoma operações de mina em Honduras e mais; invistaja.info;


DTCY3 | EV/EBITDA: 40.75 | DY: 0.0 | Mrg.Liq.: -0.1174 | Liq.2meses: 178231.0 | P/ACL: -8.4 | P/L: -74.61

ListenToMarket: Balanços de Localiza, Usiminas, Fleury e de mais empresas; estreia da ClearSale, Aura retoma operações de mina em Honduras e mais – Áudio gerado às: 8:40:47

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

BRASIL | invistaja.info — O noticiário corporativo é movimentado nesta sexta-feira (30). Atenção para a estreia da ClearSale, aquisição feita pela Méliuz e nova venda de ativos da Petrobras, além de uma temporada de resultados movimentada. Usiminas, Localiza, Fleury, Cesp, entre outras companhias, revelaram os seus números.

Já a Aura Minerals (AURA33) retomou operações da mina de San Andres, em Honduras. Confira no que ficar de olho:

ClearSale (CLSA3)

+Caixa conclui pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial

Esta sexta-feira marca a estreia das ações da ClearSale, provedora digital de soluções antifraude, com o ticker CLSA3. O papel foi precificado no topo da faixa indicativa, a R$ 25 na oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês).

A oferta movimentou R$ 1,3 bilhão sendo que, apenas com a venda de 31.806.250 ações novas, a empresa levantou R$ 795,2 milhões. Os recursos serão usados para financiar seu crescimento orgânico e para aquisições.

Méliuz (CASH3)

O Méliuz comunicou ao mercado na noite de quinta que assinou contrato para a compra da totalidade da Alter Pagamentos, empresa especializada na negociação de criptoativos. O valor da transação é de aproximadamente R$ 25,9 milhões, sujeitos a condições e ajustes ao encerramento da transação.

Segundo o Méliuz, a aquisição tem como um de seus principais objetivos trazer “um time talentoso de empreendedores e de desenvolvedores, além do conhecimento em um segmento de negócios de alto crescimento que poderá contribuir como uma boa ferramenta de engajamento e atração de novos usuários para a companhia”.

A transação está sujeita à aprovação dos acionistas da companhia e o contrato de compra e venda de cotas está sujeito a condições suspensivas usuais para operações dessa natureza.

“A Alter é uma empresa especializada na negociação de criptoativos, que desde 2018 vem atuando na melhora da experiência dos usuários no uso de criptomoedas em transações financeiras do dia a dia”, destaca o comunicado.

A Alter, que possui um time de 24 pessoas, sendo 9 do time de produto e desenvolvimento, movimentou no primeiro semestre de 2021 um volume de R$ 184 milhões em negociações de Bitcoin, um volume 14 vezes maior do que o mesmo período de 2020. Entre outros serviços, ela consolida em um único aplicativo uma carteira de criptomoedas com integração a uma conta digital e um cartão pré-pago.

PetroRio (PRIO3)

Na quinta, a PetroRio informou que a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) concedeu a redução de royalties para o campo de Tubarão Martelo. Segundo a empresa, a medida busca incentivar investimentos em revitalização e toda a produção incremental que virá de novos aportes no campo de Tubarão Martelo terá a alíquota reduzida para 5%.

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras informou a assinatura de contratos para a venda de suas participações de 20% na Termelétrica Potiguar (TEP) e de 40% na Companhia Energética Manauara (CEM) para a Global Participações Energia S.A. (GPE), por meio das subsidiárias GFT Participações e GFM Participações, respectivamente.

O valor total das transações é de R$ 160,3 milhões, sendo R$ 81,3 milhões pela TEP e R$ 79 milhões pela CEM, a serem pagos no fechamento das transações. As operações, segundo comunicado da estatal, precisam ter aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A TEP é uma holding controlada pela GPE, dona de 80% do capital, e possui participações societárias diretas nas empresas Areia Energia e Água Limpa Energia, proprietárias de pequenas centrais hidrelétricas, localizadas em Tocantins, com capacidades instaladas de 11,4 MW e 14,0 MW, respectivamente.

Além disso, a TEP detém 60% do capital social da CEM, que possui uma usina termelétrica a gás natural localizada no Amazonas, com 85,4 MW de capacidade instalada.

A GPE atua desde 2001 no segmento de geração de energia elétrica, controlando sete usinas nos Estados do Rio Grande do Norte, Amazonas, Tocantins e Bahia. A GPE assinou recentemente com a Petrobras contrato para compra de mais três usinas termelétricas, localizadas no Polo Industrial de Camaçari, na Bahia.

Neoenergia (NEOE3)

A elétrica Neoenergia informou na quinta que iniciou a operação comercial do Complexo Eólico Chafariz, no Sertão da Paraíba, com 17 meses de antecedência em relação ao início da vigência do contrato no Mercado Regulado. Segundo a empresa, os dez primeiros aerogeradores do empreendimento começaram a funcionar com plena execução e possuem capacidade de instalação correspondente à 34,65 megawatts (MW). Os demais aerogeradores seguem em fase de teste em andamento.

Usiminas (USIM5)

hotWords: mais operações usiminas, fleury empresas; honduras estreia localiza,

Publique seu negócio no invistaja.info

A Usiminas registrou lucro líquido de R$ 4,5 bilhões no segundo trimestre de 2021, um recorde trimestral, alta de 277% frente os R$ 1,2 bilhão no primeiro trimestre de 2021 e revertendo o prejuízo de R$ 395 milhões do mesmo período de 2020.

A receita líquida saltou 296% frente o segundo trimestre de 2020, indo de R$ 2,425 bilhões para R$ 9,596 bilhões.

Movida (MOVI3)

No radar de resultados, a Movida teve lucro líquido ajustado de R$ 174 milhões no segundo trimestre, aumento de 58,8% frente ao desempenho apurado no primeiro trimestre. O Ebitda ajustado totalizou R$ 388,5 milhões, crescendo 156,8% em relação ao segundo trimestre do ano passado e 27,6% ante os primeiros três meses de 2021. A margem Ebitda ajustado cresceu para 32,1%.

Ecorodovias (ECOR3)

A administradora de concessões de infraestrutura Ecorodovias informou na quinta-feira lucro líquido de R$ 127,4 milhões no segundo trimestre, alta de 260,8% em relação ao de um ano antes. Já o Ebitda pró-forma de abril a junho somou R$ 570,5 milhões, alta ano a ano de 32,6%.

Fleury (FLRY3)

O grupo de medicina diagnóstica Fleury teve lucro líquido de R$ 65,5 milhões no segundo trimestre, uma reversão do desempenho negativo impactado pelas medidas de isolamento social de um ano antes. O lucro Ebitda foi de R$ 219,7 milhões, ante cerca de R$ 20 milhões no mesmo período de 2020. Em termos recorrentes, a Fleury teve lucro líquido de R$ 86,6 milhões, revertendo prejuízo de R$ 73 milhões no segundo trimestre do ano passado.

Localiza (RENT3)

A Localiza divulgou na quinta lucro líquido de R$ 447,9 milhões no segundo trimestre, um salto de 398,2% ante mesma etapa de 2020. O desempenho veio acima da previsão média de analistas consultados pela Refinitiv, de R$ 409,2 milhões.

Cesp (CESP6)

A Companhia Energética de São Paulo (Cesp) encerrou o segundo trimestre de 2021 com um prejuízo líquido de R$ 18,1 milhões, revertendo o ganho de R$ 137,8 milhões observado um ano antes.

CTEEP (TRPL4)

A companhia de transmissão de energia elétrica Isa Cteep, Transmissão Paulista, registrou um lucro líquido de R$ 248,1 milhões no segundo trimestre de 2021, o que representa uma contração de 73,01% em relação ao reportado no mesmo período do ano passado.

Grendene (GRND3)

A fabricante de calçados Grendene, dona das marcas Ipanema, Rider e Melissa, passou de prejuízo no segundo trimestre de 2020 para um lucro líquido de R$ 33,2 milhões no mesmo período deste ano. Já a receita da empresa subiu 531% na base anual, para R$ 358 milhões.

Aura Minerals (AURA33)

O Credit Suisse avaliou como positivo o anúncio pela Aura Minerals de que a mina de San Andres foi reaberta após invasão em julho. O banco ressalta que a mina responde por 30% da produção da Aura Minerals, e diz que a reativação será importante para cumprir com suas diretrizes de produção.

Enel

Ainda em destaque, o presidente-executivo da Enel, Francesco Starace, afirmou na quinta que uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de unidade da empresa no Brasil pode ser uma “boa ideia”, porém ainda é necessário discutir o assunto com os acionistas. A declaração foi dada em teleconferência para comentar resultados financeiros da empresa.

(com Reuters e Estadão Conteúdo)

palavras-chave: Balanços de Localiza, Usiminas, Fleury e de mais empresas; estreia da ClearSale, Aura retoma operações de mina em Honduras e mais; invistaja.info;

BRASIL | mercados | invistaja.info – Balanços de Localiza, Usiminas, Fleury e de mais empresas; estreia da ClearSale, Aura retoma operações de mina em Honduras e mais

REFLEXÃO: Barry Ritholtz, da Bloomberg: Mantenha a simplicidade, faço menos e administre sua estupidez.

Saiba mais:

Méliuz anuncia contrato para compra da negociadora de criptomoedas Alper Pagamentos por R$ 25,9 milhões

Economia da zona do euro se recupera com força; inflação fica acima da meta do BCE

Petrobras vende participação nas companhias de energia TEP e CEM por R$ 160 milhões

Caixa conclui pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade