Banqueiro tem vitória surpreendente sobre socialista em eleição presidencial no Equador

A conquista contraria uma tendência latino-americana recente de triunfos eleitorais da esquerda, como na Argentina, na Bolívia e no Chile
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Negociando na bolsa de valores

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Banqueiro tem vitória surpreendente sobre socialista em eleição presidencial no Equador; invistaja.info;


PDGR3 | P/Cap.Giro: -0.02 | P/L: -0.09 | PSR: 0.203 | Mrg.Liq.: -2.1936 | P/VP: -0.01 | EV/EBIT: -68.35

hotWords: vitória surpreendente eleição sobre banqueiro

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

QUITO (invistaja.info) – O banqueiro Guillermo Lasso obteve uma vitória surpreendente sobre o economista socialista Andrés Arauz no segundo turno da eleição presidencial do Equador no domingo, encaminhando o país para a manutenção de políticas de livre mercado, ao invés de uma volta ao socialismo.

A conquista, uma notícia bem-vinda para investidores tensos com as promessas de grandes gastos sociais de Arauz tendo em vista as finanças estatais frágeis, contraria uma tendência latino-americana recente de triunfos eleitorais da esquerda, como na Argentina, na Bolívia e no Chile.

Mas Lasso, que toma posse em 24 de maio, enfrentará a tarefa desafiadora de ressuscitar uma economia letárgica que passa apertos desde o surto brutal de coronavírus do ano passado, que disparou nos últimos meses à medida que os esforços de vacinação travaram.

+Guedes faz críticas a “ministro fura-teto” em negociação do Orçamento

“É um dia no qual todos os equatorianos decidiram seu futuro”, disse Lasso em um evento no qual apoiadores em júbilo gritavam “Lasso presidente!”

Ele acrescentou: “Eles usaram seu voto para expressar a necessidade de mudança e o desejo de dias melhores”.

Lasso conquistou 52,5% dos votos, e Arauz outros 47,5%, de acordo com o Conselho Eleitoral Nacional, que não declarará o vencedor formalmente até depois de uma revisão de relatórios das urnas.

Arauz reconheceu a derrota rapidamente em um discurso muito diferente do tom aguerrido que adotou em campanha.

“Este é um contratempo eleitoral, mas de maneira nenhuma uma derrota política ou moral, porque nosso projeto é para toda a vida”, disse ele, que parabenizou Lasso.

A terceira candidatura presidencial de Lasso parecia improvável em uma nação cansada de medidas de austeridade econômica penosas e inicialmente cativada com as promessas de Arauz de pagamentos de 1.000 dólares para famílias pobres e a volta da generosidade socialista.

Lasso, de 65 anos, descartou sua imagem conservadora no segundo turno prometendo avanços em questões como direitos animais e ambientais e esforços maiores para deter a discriminação contra a orientação sexual.

Arauz foi incapaz de se descolar de seu mentor, o ex-presidente Rafael Correa, que conquistou um grande apoio graças a programas de bem-estar social durante sua década no poder, mas que também era visto como um rival grosseiro e cuja reputação foi maculada por acusações de suborno pelas quais foi condenado enquanto estava na Bélgica, onde mora atualmente.

Quer entender o que é o mercado financeiro e como ele funciona? Assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.

hotWords: vitória surpreendente eleição sobre banqueiro

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

QUITO (invistaja.info) – O banqueiro Guillermo Lasso obteve uma vitória surpreendente sobre o economista socialista Andrés Arauz no segundo turno da eleição presidencial do Equador no domingo, encaminhando o país para a manutenção de políticas de livre mercado, ao invés de uma volta ao socialismo.

A conquista, uma notícia bem-vinda para investidores tensos com as promessas de grandes gastos sociais de Arauz tendo em vista as finanças estatais frágeis, contraria uma tendência latino-americana recente de triunfos eleitorais da esquerda, como na Argentina, na Bolívia e no Chile.

Mas Lasso, que toma posse em 24 de maio, enfrentará a tarefa desafiadora de ressuscitar uma economia letárgica que passa apertos desde o surto brutal de coronavírus do ano passado, que disparou nos últimos meses à medida que os esforços de vacinação travaram.

+Guedes faz críticas a “ministro fura-teto” em negociação do Orçamento

“É um dia no qual todos os equatorianos decidiram seu futuro”, disse Lasso em um evento no qual apoiadores em júbilo gritavam “Lasso presidente!”

Ele acrescentou: “Eles usaram seu voto para expressar a necessidade de mudança e o desejo de dias melhores”.

Lasso conquistou 52,5% dos votos, e Arauz outros 47,5%, de acordo com o Conselho Eleitoral Nacional, que não declarará o vencedor formalmente até depois de uma revisão de relatórios das urnas.

Arauz reconheceu a derrota rapidamente em um discurso muito diferente do tom aguerrido que adotou em campanha.

“Este é um contratempo eleitoral, mas de maneira nenhuma uma derrota política ou moral, porque nosso projeto é para toda a vida”, disse ele, que parabenizou Lasso.

A terceira candidatura presidencial de Lasso parecia improvável em uma nação cansada de medidas de austeridade econômica penosas e inicialmente cativada com as promessas de Arauz de pagamentos de 1.000 dólares para famílias pobres e a volta da generosidade socialista.

Lasso, de 65 anos, descartou sua imagem conservadora no segundo turno prometendo avanços em questões como direitos animais e ambientais e esforços maiores para deter a discriminação contra a orientação sexual.

Arauz foi incapaz de se descolar de seu mentor, o ex-presidente Rafael Correa, que conquistou um grande apoio graças a programas de bem-estar social durante sua década no poder, mas que também era visto como um rival grosseiro e cuja reputação foi maculada por acusações de suborno pelas quais foi condenado enquanto estava na Bélgica, onde mora atualmente.

Quer entender o que é o mercado financeiro e como ele funciona? Assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.

palavras-chave: Banqueiro tem vitória surpreendente sobre socialista em eleição presidencial no Equador; invistaja.info;

CALIFORNIA | mercados | invistaja.info – Banqueiro tem vitória surpreendente sobre socialista em eleição presidencial no Equador

REFLEXÃO: Morgan Housel: Se preocupe somente quando você achar que tiver tudo resolvido.

Leia também:

Ações da Petrobras avançam 2% após acordo com a União e em dia de assembleia; Hypera, Fleury e Rede D’Or sobem

Ações da Allied estreiam na B3 próximas à estabilidade

Ibovespa descola de exterior e sobe com investidores de olho em noticiário político; dólar cai a R$ 5,63

Montadoras apostam alto em carro por assinatura

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.