Publicidade

Bitcoin registra nova máxima em indicador de mineração

A métrica se recuperou totalmente após uma queda em meados de 2021, quando o governo chinês baniu mineradores do país
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Conteúdos sobre investimentos

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Bitcoin registra nova máxima em indicador de mineração; invistaja.info;


JOPA3 | P/ACL: 3.92 | Pat.Liq: 547682000.0 | P/Ativo: 0.139 | Cotacao: 28.8 | Cresc.5anos: 0.1508 | EV/EBIT: 12.55

ListenToMarket: Bitcoin registra nova máxima em indicador de mineração – Áudio gerado às: 11:20:36

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

Os números da taxa de hash do Bitcoin (BTC) estabeleceram novas máximas na noite de domingo, após cruzarem o topo anterior, de meados de 2021, segundo dados da ferramenta de análise Glassnode.

A taxa de hash se refere à quantidade de poder computacional usada por mineradores dedicados à emissão de novos bitcoins e à verificação de novas transações na rede do Bitcoin. Milhões de cálculos são resolvidos a cada segundo para ‘descobrir’ novos blocos, em um processo amplamente conhecido como mineração.

Taxas de hash mais altas significam uma rede mais forte e segura, tornando difícil para um grupo de invasores executar um ataque de 51% e obter o controle da rede.

+Criptos hoje: Bitcoin sobe 3% e dá início à recuperação generalizada; CEL, AAVE e ATOM avançam dois dígitos

Mas, a manutenção desse maquinário intensivo é cara e requer alto conhecimento técnico – o que historicamente levou mineradores a se instalarem em regiões do interior da China, onde a mão de obra é acessível e as condições climáticas são propícias.

O governo chinês, no entanto, não é amante das criptomoedas. A repressão aos mineiros locais e a empresas de mineração no ano passado fez a taxa de hash do Bitcoin despencar para de mais de 190 exahashes por segundo em abril de 2021 para até 61 exahashes por segundo em junho.

hotWords: bitcoin mineração nova registra

Publique seu negócio no invistaja.info

Os dados da época estimavam que mais de 46% da capacidade de computação do Bitcoin era fornecida por mineradores chineses. Desde então, a proibição levou a um êxodo de mineradores chineses para outras regiões, como Cazaquistão, Irã e Estados Unidos.

Mas, o Bitcoin se recuperou e a rede não demorou muito para se recuperar: os dados do Glassnode mostram que as taxas de hash aumentraram para 201 exahashes no sábado (1), ultrapassando os níveis de abril de 2021.

Alguns especialistas dizem que a recuperação mostra a resiliência da rede após uma queda repentina no ano passado. “O desgaste e a recuperação total de uma queda de mais de 50% devido a uma proibição de mineração pelo país com mais poder de mineração foi um marco importante para a resiliência da rede”, disse o fundador da carteira digital Casa e desenvolvedor de Bitcoin Jameson Lopp, em um tweet na noite de domingo (2).

Segundo dados da Glassnode, a taxa de hash do Bitcoin ronda os 189 exahashes por segundo na manhã desta segunda-feira (3).

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

palavras-chave: Bitcoin registra nova máxima em indicador de mineração; invistaja.info;

BRASÍLIA | mercados | invistaja.info – Bitcoin registra nova máxima em indicador de mineração

REFLEXÃO: Ben Carlson, autor de A Wealth of Common Sense – A riqueza do senso comum, em tradução livre: Menos é mais. O processo de investimento deve ser mais importante que os resultados. Comportamento correto na hora de investir é a chave.

Tópicos mais acessados:

Em primeiro pregão do ano, Ibovespa abre em alta, acompanhando exterior

China: Evergrande anuncia plano de reembolso para parte dos investidores

Minério de ferro avança com aposta em maior demanda na China

Ibovespa futuro abre em alta de 0,42%, acompanhando exterior

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade