Publicidade

Bitcoin se aproxima da temida “Cruz da Morte” e traders ficam em alerta

O indicador técnico significa que o mercado está prestes a entrar em parafuso

Informação para traders e investidores

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Bitcoin se aproxima da temida “Cruz da Morte” e traders ficam em alerta; invistaja.info;


OFSA3 | ROE: 0.1681 | DY: 0.0237 | Cresc.5anos: 0.1546 | Mrg.Liq.: 0.1234 | Liq.2meses: 300522.0 | P/Cap.Giro: 2.18

ListenToMarket: Bitcoin se aproxima da temida “Cruz da Morte” e traders ficam em alerta – Áudio gerado às: 10:50:23

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

O cenário apontado nos gráficos do Bitcoin (BTC) não está nada bom. A principal criptomoeda do mercado se aproxima da temida “Cruz da Morte”, um indicador técnico que aparece quando a média móvel de 50 dias cai abaixo da média móvel de 200 dias.Quando esse sinal surge, significa que o mercado está prestes a entrar em parafuso. Mas nem todo mundo dá crédito para esse padrão gráfico.Os críticos da análise técnica dizem que a Cruz da Morte, independentemente de ocorrer nos gráficos diários ou semanais, é um indicador atrasado e não confiável.A afirmação até que tem um fundo de verdade, pois o indicador é baseado em médias móveis retrospectivas e reflete o desempenho passado do ativo, portanto não é tão bom para prever o futuro do mercado.A Cruz da Morte também tem uma má reputação por colocar os traders do lado errado do mercado nas finanças tradicionais. Traders experientes, portanto, leem a sinalização em conjunto com outros fatores gráficos e indicadores fundamentais.O Bitcoin caiu 75% desde que atingiu um recorde de US$ 69.000 em novembro do ano passado. Esse período de baixa provou ser mais intenso do que os anteriores.De acordo com a Delphi Digital, a negociação lateral do BTC na faixa de US$ 16.500 a US$ 17.300 após o colapso da exchange FTX oferece pouca esperança aos mais otimistas.“Ainda acreditamos que esta área não tem muito apoio estrutural e, diante de mais contágio e incerteza, continuamos cautelosos enquanto observamos o nível de US$ 9.000-13.000”, escreveram os estrategistas da empresa, liderados por Andrew Krohn, em nota para clientes.Vários mineradores de criptomoedas provavelmente irão à falência no primeiro semestre do ano que vem, empurrando o Bitcoin para US$ 12.000 ou menos.Adicione a isso o persistente viés anti-estímulo do Federal Reserve (Fed, o banco central  dos Estados Unidos), e o caminho de menor resistência parece estar no lado negativo.Dito isso, cabe lembrar que no passado o BTC atingiu o fundo do poço para iniciar um novo rali 15 meses após o halving, evento que ocorre a cada quatro anos e corta pela metade a oferta de moedas.Se a história servir de guia, o período de baixa da criptomoedas pode ter terminado em novembro, em US$ 15.473, e o ativo pode chegar a US$ 63.000 antes do próximo evento de redução de oferta, previsto para entre março e abril de 2024.

palavras-chave: Bitcoin se aproxima da temida “Cruz da Morte” e traders ficam em alerta; invistaja.info;

GLEBA PALHANO | mercados | invistaja.info – Bitcoin se aproxima da temida “Cruz da Morte” e traders ficam em alerta

REFLEXÃO: Rich Greifner, da Motley Fool: Pense a longo prazo, seja paciente e busque por retornos assimétricos.

Notícias relacionadas:

Embraer (EMBR3) firma contratos de serviços de manutenção pesada nos Estados Unidos

Em debate, economistas alertam que falta de orientação fiscal pode estender ciclo de juros altos

Transição sugere que Lula retire regulação do saneamento de agência e setor vê retrocesso

Presidente do Banco Central lança alertas para Haddad

Anuncie no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

plugins premium WordPress