Bolsonaro diz que Fachin sempre teve ligação com PT e defende que STF analise decisão que anulou condenações

O presidente disse que não “estranha” a decisão do ministro, mas admitiu que causou surpresa
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Negociando na bolsa de valores

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Bolsonaro diz que Fachin sempre teve ligação com PT e defende que STF analise decisão que anulou condenações; invistaja.info;


AZEV3 | P/VP: -0.45 | ROE: 0.0 | Cresc.5anos: -0.4493 | DY: 0.0 | PSR: 0.0 | P/L: 0.0

hotWords: anulou condenações bolsonaro analise sempre decisão

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

BRASÍLIA (MarketMsg) – O presidente Jair Bolsonaro disse, nesta segunda-feira, ao comentar a anulação de condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, responsável pela decisão, sempre teve ligação com o PT.

Em entrevista, Bolsonaro defendeu que o plenário do STF analise em plenário a decisão monocrática de Fachin.

O presidente disse que não “estranha” a decisão do ministro, mas admitiu que causou surpresa.

+Yellen diz que EUA agora tem um pacote e que espera aprovação pelo Congresso

Bolsonaro criticou a gestão do petista, lembrou casos de corrupção e citou reação do mercado já nesta segunda-feira à decisão de Fachin.

Veja também:– Ibovespa cai 3% e dólar sobe 1,6% após ministro do STF anular condenações de Lula na Lava Jato– Fachin anula condenações de Lula na Lava-Jato– PGR vai recorrer da decisão de Fachin de anular condenações de Lula em Curitiba– “Polarização fica instalada desde agora”: como o mercado interpretou a decisão de Fachin

hotWords: anulou condenações bolsonaro analise sempre decisão

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

BRASÍLIA (MarketMsg) – O presidente Jair Bolsonaro disse, nesta segunda-feira, ao comentar a anulação de condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, responsável pela decisão, sempre teve ligação com o PT.

Em entrevista, Bolsonaro defendeu que o plenário do STF analise em plenário a decisão monocrática de Fachin.

O presidente disse que não “estranha” a decisão do ministro, mas admitiu que causou surpresa.

+Yellen diz que EUA agora tem um pacote e que espera aprovação pelo Congresso

Bolsonaro criticou a gestão do petista, lembrou casos de corrupção e citou reação do mercado já nesta segunda-feira à decisão de Fachin.

Veja também:– Ibovespa cai 3% e dólar sobe 1,6% após ministro do STF anular condenações de Lula na Lava Jato– Fachin anula condenações de Lula na Lava-Jato– PGR vai recorrer da decisão de Fachin de anular condenações de Lula em Curitiba– “Polarização fica instalada desde agora”: como o mercado interpretou a decisão de Fachin

palavras-chave: Bolsonaro diz que Fachin sempre teve ligação com PT e defende que STF analise decisão que anulou condenações; invistaja.info;

CALIFORNIA | economia | invistaja.info – Bolsonaro diz que Fachin sempre teve ligação com PT e defende que STF analise decisão que anulou condenações

REFLEXÃO: Tim Hanson, da Motley Fool: Compre ações impressionantes por preços que não refletem sua grandiosidade.

Saiba mais:

Ações de Petrobras fecham em queda de mais de 5% com noticiário político conturbado; 45 ações do Ibovespa caem mais de 4% e só Marfrig avança

Dólar futuro supera R$ 5,85 após choque do mercado com decisão de Fachin sobre Lula

Quais são as primeiras impressões do mercado sobre a anulação das condenações de Lula por Fachin? 5 analistas comentam

Às 18h30: edição extra do Radar InfoMoney discute efeitos da anulação das condenações de Lula na política e no mercado

Anuncie no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.