Publicidade

Bolsonaro diz que imunidade de rebanho está salvando Brasil da Covid; declaração não tem respaldo científico

“A imunidade de rebanho é uma realidade, a pessoa que se imuniza com o vírus tem muito mais anticorpos que aquela que se imuniza com a vacina”, afirmou
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias de investidor para investidor

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Bolsonaro diz que imunidade de rebanho está salvando Brasil da Covid; declaração não tem respaldo científico; invistaja.info;


CTSA3 | Liq.2meses: 47737.9 | DY: 0.0 | P/L: 5.96 | Mrg.Ebit: 0.0444 | ROIC: 0.0457 | P/Ativo: 0.29

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse, nesta quarta-feira (12), que a imunidade de rebanho está salvando o Brasil da Covid-19, em uma declaração que não encontra respaldo em evidências científicas e usada por ele para novamente atacar eventuais medidas restritivas que podem ser adotadas por governadores diante do avanço da variante ômicron do COVID-19.

Em entrevista ao site Gazeta Brasil, Bolsonaro disse que a economia não aguenta novas medidas restritivas e que o país “vai quebrar” se houver a decretação por parte de executivos regionais de novas restrições.

“Agora, eles (governadores) estão jogando uma cartada final nessa questão, como se fossem os salvadores da pátria, querem fechar agora porque, no nosso entendimento, o que está mais salvando no Brasil é a imunidade de rebanho”, disse ele, ao citar o exemplo pessoal de que não vacinou e está “muito bem”.

+Sindicato do Banco Central sai insatisfeito de reunião e mantém paralisação para dia 18

O presidente disse, mais uma vez sem basear-se em dados, que muitas doenças atualmente matam muito mais do que Covid e não há a mesma preocupação.

“A imunidade de rebanho é uma realidade, a pessoa que se imuniza com o vírus tem muito mais anticorpos que aquela que se imuniza com a vacina”, afirmou ele, em mais uma declaração que contraria as evidências científicas e as falas de especialistas, que apontam a vacinação como principal ferramenta contra o coronavírus.

O presidente, que frequentemente faz declarações equivocadas e sem base científica sobre a pandemia e as vacinas, afirmou que a variante ômicron do coronavírus não está matando ninguém e disse que a nova cepa pode sinalizar o fim da pandemia.

Vacinação de crianças

Bolsonaro novamente se colocou contra a vacinação de crianças entre 5 a 11 anos contra a Covid-19, mesmo confrontado com o fato de que, segundo dados oficiais, mais de 300 nessa faixa etária morreram por Covid.

hotWords: salvando brasil está imunidade científico rebanho

Seja anunciante no invistaja.info

Segundo ele, esse número de mortes de crianças não justifica a vacinação e ainda há uma “grande incógnita” se haveria efeitos adversos da imunização pediátrica. A vacina pediátrica da Pfizer foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), assim como por órgãos reguladores da Europa, Estados Unidos, Reino Unido, entre outros, que concluíram que o imunizante é eficaz e seguro para as crianças.

“Trezentas e poucas crianças, lamento cada morte ainda mais de criança, a gente sente muito mais, mas não justifica a vacinação pelos efeitos colaterais adversos que essas pessoas têm”, disse.

Ao aprovar a vacina pediátrica da Pfizer, a Anvisa, entretanto, destacou que os benefícios do imunizante superam amplamente eventuais efeitos adversos.

A vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid deve começar nos próximos dias, após aval do Ministério da Saúde.

palavras-chave: Bolsonaro diz que imunidade de rebanho está salvando Brasil da Covid; declaração não tem respaldo científico; invistaja.info;

FARIA LIMA | economia | invistaja.info – Bolsonaro diz que imunidade de rebanho está salvando Brasil da Covid; declaração não tem respaldo científico

REFLEXÃO: Barry Ritholtz, da Bloomberg: Mantenha a simplicidade, faço menos e administre sua estupidez.

Leia também:

Startup de tokenização Liqi capta R$ 27,5 milhões em rodada liderada por Kinea Ventures

Ação da Multiplan (MULT3) opera entre as maiores altas do Ibovespa após vendas do 4º tri de 2021 superarem nível de 2019

Empresas captam R$ 596 bilhões no mercado de capitais em 2021, recorde histórico

Inflação ao consumidor nos EUA sobe 7% em dezembro na base anual, maior alta desde 1982

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade