Publicidade

Bolsonaro indica general Joaquim Silva e Luna para ser novo presidente da Petrobras

Decisão ocorre após presidente fazer duras críticas à estatal por conta de um reajuste de combustíveis
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Conteúdo de quem vive de mercado

palavras-chave: Bolsonaro indica general Joaquim Silva e Luna para ser novo presidente da Petrobras; invistaja.info;


RIO DE JANEIRO | invistaja.info — O presidente Jair Bolsonaro anunciou nas redes sociais nesta sexta-feira (19) a indicação do general Joaquim Silva e Luna para ser o novo presidente da Petrobras. O cargo é ocupado atualmente por Roberto Castello Branco.

“O governo decidiu indicar o senhor Joaquim Silva e Luna para cumprir uma nova missão, como conselheiro de administração e presidente da Petrobras, após o encerramento do ciclo, superior a dois anos, do atual presidente, senhor Roberto Castello Branco”, afirmou Bolsonaro.

Nos últimos dias, o presidente da República voltou a criticar a estatal petrolífera por conta de um reajuste de preços de combustíveis feito na quarta-feira. Durante sua live semanal na noite de quinta, ele negou interferência na Petrobras, mas ressaltou que “alguma coisa vai acontecer nos próximos dias”, sem deixar claro o que seria feito.

+Petrobras, Vale, Ambev e mais 24 empresas divulgam resultado na próxima semana; confira

Na manhã de hoje, Bolsonaro reforçou o recado em evento em Pernambuco: “anuncio que teremos mudança sim na Petrobras”. “O povo não pode ser surpreendido com certos reajustes”, disse ele. “Façamos mas com previsibilidade, é isso que queremos”.

O sócio da Acqua Investimentos, Bruno Musa, destaca que o general não é da área de atuação da Petrobras e por isso a reação do mercado é ainda pior. Às 20h (horário de Brasília), os ADRs da Petrobras registravam queda de 9,45% no after market da Bolsa de Nova York.

“Interferência política nunca é bem vista pelo mercado e os investidores já estão refletindo isso”, afirma.

Já Roberto Attuch, CEO da Ohmresearch, diz que “não é exagero dizer que a Petrobras ficou uninvestable (não investível)”. Para ele, essa é uma situação de “perde-perde”.

“(A Petrobras) Não vai se beneficiar da recuperação dos preços do petróleo, independente do desfecho desse caso. E como não tem estratégia nenhuma em renováveis, muito pelo contrário, a tese de médio prazo fica comprometida”, avalia.

Leia também: Petrobras perde R$ 28 bi de valor com derrocada da ação, renúncia de R$ 3 bi sem impostos: os impactos das falas de Bolsonaro

Publique seu negócio no invistaja.info

O boato de uma troca na presidência começou a ganhar força após os comentários, principalmente com a proximidade da reunião do Conselho de Administração da companhia, que ocorre na terça-feira.

O encontro de conselheiros já estava marcado e ocorre na véspera da divulgação do resultado de quarto trimestre da empresa. Entre as pautas da reunião estava a recondução de Castello Branco ao cargo de presidente.

Porém, durante a manhã, duas fontes ouvidas pela Reuters disseram que, mesmo com as declarações do presidente da República contra o executivo, ele não pretendia pedir demissão.

O mandato do atual presidente da empresa, Roberto Castello Branco, se encerra em março. O administrador entrou na mira de Bolsonaro após declarar que não guiaria decisões da Petrobras sobre o preço de combustíveis com base em manifestações contrárias de caminhoneiros.

A indicação do nome de Silva e Luna precisa, no entanto, ter aprovação do conselho de administração da Petrobras. Bolsonaro não tem poder formal para demitir Castello Branco. A decisão cabe ao conselho, formado por membros indicados pelo governo, mas que atuam com independência. O conselho deve se reunir na terça-feira e deve discutir a troca.

(Com Agência Estado)

“Para estrategista-chefe da XP, mudança histórica abriu oportunidade para um grupo específico de ativos na Bolsa. Clique aqui ou deixe seu e-mail abaixo para saber de graça como aproveitá-la.

BRASIL | mercados | invistaja.info – Bolsonaro indica general Joaquim Silva e Luna para ser novo presidente da Petrobras

Veja também:

Bolsonaro anuncia general Joaquim Silva e Luna como novo presidente da Petrobras

Petrobras, Vale, Ambev e mais 24 empresas divulgam resultado na próxima semana; confira

Lojas Americanas e B2W estudam combinação de operações; ações BTOW3 subiram 6,8% antes do anúncio

Ibovespa fecha em queda de 0,6% pressionado por Petrobras após falas de Bolsonaro; dólar cai a R$ 5,38

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade