Campanha de vacinação no Chile dá fôlego a presidente impopular

Chile está vacinando a população contra a Covid a um ritmo que supera a maioria dos países, em parte devido ao acordo de Sebastián Piñera com farmacêuticas
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como um profissional

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Campanha de vacinação no Chile dá fôlego a presidente impopular; invistaja.info;


PRNR3 | DY: 0.0 | Mrg.Ebit: -0.0408 | P/Ativo: 0.82 | Div.Brut/Pat.: 0.34 | Pat.Liq: 210974000.0 | ROIC: -0.0575

(invistaja.info) – Há pouco mais de um ano, o presidente do Chile, Sebastián Piñera, tinha um índice de aprovação de 6%, o mais baixo da América Latina. O país era sacudido por protestos por causa da desigualdade e o bilionário era considerado um plutocrata insensível. A mensagem que circulava com força nas redes sociais era: “Piñera, renuncie”.

Hoje, o Chile está vacinando a população contra a Covid a um ritmo que supera a maioria dos países, em parte devido ao astuto acordo de Piñera com farmacêuticas. Resultado: seu índice de aprovação aumentou para entre 14% e 20%, e o país está cada vez mais satisfeito com o executivo no comando.

“Desta vez, seu passado como empresário jogou a seu favor”, disse Gonzalo Muller, diretor do Centro de Políticas Públicas da Universidad del Desarrollo. “Ele mostrou capacidade empresarial e de mobilizar recursos, administrar e negociar.”

+Ações da Vale caem mais de 2% com derrocada do minério de ferro; Magazine Luiza e Marfrig sobem após resultados

Cerca de 21% dos chilenos receberam pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus, mais do que nos EUA, em cerca de 18%, e muito à frente do Peru com 1%, e da Argentina com 2,6%, segundo o rastreador de vacinas da Bloomberg. O Chile, com 18 milhões de habitantes, espera vacinar toda a população-alvo até junho, dando a Piñera a oportunidade de reconstruir um legado manchado pelo descontentamento social. Ele até anunciou planos para doar algumas vacinas ao Equador e Paraguai.

hotWords: campanha impopular presidente vacinação

Publique seu negócio no invistaja.info

A resposta do governo à Covid obteve 52% de aprovação e 80% consideram as vacinações em massa “boas” ou “muito boas”, de acordo com pesquisa da Cadem publicada em 8 de março.

Ambos os números são significativamente mais altos do que os de Piñera, que enfrenta um aumento dos casos de coronavírus que coincidem com o fim das férias de verão no início de março. Em termos mais gerais, ele luta contra a desconfiança persistente dos protestos em massa de 2019-2020, quando convocou as Forças Armadas, bem como a ameaça de novos distúrbios quando o país começar a redigir uma nova Constituição neste ano. O presidente chileno corre contra o tempo para melhorar sua aprovação e aumentar as chances da coalizão governista permanecer no poder antes das eleições presidenciais de novembro.

Ainda assim, sua posição fortalecida contrasta com a sorte de outros líderes latino-americanos enfraquecidos pela pandemia. O presidente Jair Bolsonaro enfrenta queda da aprovação em meio à falta de vacinas no país e um recorde de mortes por Covid, enquanto líderes no Peru e Argentina tentam contornar escândalos sobre o acesso VIP às vacinas.

palavras-chave: Campanha de vacinação no Chile dá fôlego a presidente impopular; invistaja.info;

CURITIBA | economia | invistaja.info – Campanha de vacinação no Chile dá fôlego a presidente impopular

REFLEXÃO: Tom Gardner, da Motley Fool: Encontre lideres notáveis e uma missão para o longo da vida.

Notícias relacionadas:

Dólar deve superar R$ 6 no curto prazo com polarização entre Lula e Bolsonaro, diz MB Associados, que revisa projeções

Dólar pode ultrapassar os R$ 6 no curto prazo com maior polarização entre Lula e Bolsonaro, diz MB Associados, que revisa projeções

Com receio de aprofundar dívidas, PMEs tomaram menos crédito em 2020

Atuação do Banco Central no câmbio só acontece em momentos disruptivos, diz diretora

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade