Publicidade

Com covid, número de óbitos saltou 15% em 2020 ante alta média de 1,9% desde 2010

Os dados são da Síntese dos Indicadores Sociais (SIS), divulgada pelo IBGE nesta sexta
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias do mercado financeiro

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Com covid, número de óbitos saltou 15% em 2020 ante alta média de 1,9% desde 2010; invistaja.info;


TEND3 | Cotacao: 17.53 | Mrg.Ebit: 0.1224 | Div.Brut/Pat.: 0.9 | Pat.Liq: 1480680000.0 | DY: 0.0101 | P/Ativo: 0.399

No primeiro ano da pandemia de Covid-19 no Brasil, em 2020, o País registrou um total de 1,6 milhão de óbitos – alta de 15% no número de mortes em relação ao ano anterior, 2019.

Para se ter uma ideia do impacto da doença, de 2010 a 2019, o crescimento anual médio do número de óbitos no País foi de 1,9%. Os dados são da Síntese dos Indicadores Sociais (SIS), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, 3.

Em 2019, as doenças do aparelho circulatório corresponderam a 27% das mortes e as neoplasias, a 17,4%. O quadro foi diferente em 2020, sob o impacto da Covid-19.

Os dois índices ficaram em 22,8% e 14,7% respectivamente. E a segunda maior causa de mortalidade ficou com “doenças infecciosas e parasitárias”, que registraram 17% do total ou 264,7 mil óbitos. Em 2019 essas doenças representaram 3,6% do total.

A discussão sobre causa de morte no ano de 2020 mostrou uma mudança de padrão, tendo em vista a pandemia que vitimou 209.720 brasileiros naquele ano.

A população branca apresentou o porcentual mais elevado de mortes no grupo com 70 anos ou mais: 30,1%. Os pretos ou pardos nessa faixa etária registraram 24,3%. O número de negros que chega a essa faixa etária é menor do que o de brancos.

hotWords: ante alta saltou óbitos desde covid,

Seja anunciante no invistaja.info

Nos demais grupos etários, pretos ou pardos registraram porcentuais mais elevados que brancos (24,9% contra 20,7%, respectivamente).

Por fim, apresenta-se a mudança estrutural dos porcentuais de mortalidade por grupos de idade em função da pandemia. Em 2019, para o grupo de 60 a 69 anos de idade, a mortalidade registrada por “doença infecciosa ou parasitária” foi de 9 por 1.000 habitantes. Em 2020, foram 56 mortes por 1 000 habitantes, sendo 47 destas pelo novo coronavírus.

palavras-chave: Com covid, número de óbitos saltou 15% em 2020 ante alta média de 1,9% desde 2010; invistaja.info;

GLEBA PALHANO | economia | invistaja.info – Com covid, número de óbitos saltou 15% em 2020 ante alta média de 1,9% desde 2010

REFLEXÃO: Rich Greifner, da Motley Fool: Pense a longo prazo, seja paciente e busque por retornos assimétricos.

Notícias relacionadas:

Presidente da BioNTech diz que atualização de vacina pode vir em breve

Ações de Magazine Luiza (MGLU3) e Via (VIIA3) têm dia de recuperação, mas perdem 50% este ano

CPFL (CPFE3) anuncia dividendos de R$ 804 milhões e ações avançam 3% na bolsa

Produção industrial frustra expectativas e casas rebaixam projeções para PIB em meio a dados econômicos mais fracos

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade