Covaxin: Anvisa rejeita pedido do Ministério da Saúde para importar vacina contra Covid-19

O Ministério da Saúde assinou contrato para a aquisição de 20 milhões de doses da Covaxin
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias de investidor para investidor

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Covaxin: Anvisa rejeita pedido do Ministério da Saúde para importar vacina contra Covid-19; invistaja.info;


CGAS3 | Div.Brut/Pat.: 11.94 | PSR: 2.39 | P/Cap.Giro: 32.29 | P/L: 17.28 | EV/EBITDA: 10.88 | Mrg.Liq.: 0.1383

A diretoria da Agência Nacional Vigilância Sanitária (Anvisa) rejeitou por unanimidade nesta quarta-feira o pedido do Ministério da Saúde para importar doses da Covaxin, vacina contra Covid-19 do laboratório indiano Bharat Biotech, alegando falta de documentos necessários e ausência de dados sobre a segurança do imunizante.

“O importador não apresentou todos os documentos exigidos pela lei”, disse o relator do pedido, Alex Machado Campos, ao apresentar seu voto durante a reunião da diretoria colegiada da Anvisa, composta por cinco membros.

Na véspera, a Anvisa negou certificado de boas práticas de fabricação da Bharat Biotech após inspeção na fábrica da empresa na Índia, alegando não-conformidades como a falta de um método de controle específico para medir a potência da vacina, a não validação do método que comprova a completa inativação do vírus e a não adoção de todas as precauções necessárias para garantir a esterilidade do produto.

+Autorização do WhatsApp Pay é notícia positiva para Cielo, dizem analistas; ações sobem 5%

“Não é possível determinar a relação benefício-risco da Covaxin com as informações disponíveis até o momento”, acrescentou o relator. “A área técnica identifica risco de uso da vacina Covaxin nas condições atuais.”

hotWords: saúde vacina para pedido importar contra

Publique seu negócio no invistaja.info

O presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, ao acompanhar o voto do relator, assim como os demais diretores, lembrou que a agência não estava analisando o pedido de uso emergencial da Covaxin, tampouco eventual pedido de registro do imunizante.

Ele disse ainda que nada impede que, sanadas as questões levantadas pela Anvisa, a vacina obtenha tanto autorização para uso emergencial quanto o registro definitivo. “Não é um fechamento de portas”, disse Barra Torres.

O Ministério da Saúde assinou contrato junto dos laboratórios Precisa Medicamentos e Bharat Biotech para a aquisição de 20 milhões de doses da Covaxin, incluindo 8 milhões a serem importadas da Índia.

Quer descobrir como é possível multiplicar seu capital no mercado de Opções? O analista Fernando Góes te mostra como na Semana 3×1, evento online e 100% gratuito. Clique aqui para assistir.

palavras-chave: Covaxin: Anvisa rejeita pedido do Ministério da Saúde para importar vacina contra Covid-19; invistaja.info;

CALIFORNIA | economia | invistaja.info – Covaxin: Anvisa rejeita pedido do Ministério da Saúde para importar vacina contra Covid-19

REFLEXÃO: James Early, do Motley Fool: Explore a fraqueza cognitiva dos outros

Notícias relacionadas:

Anvisa concede uso emergencial de vacina da Johnson & Johnson

Covid-19: governo de SP antecipa vacinação de idosos com 68 anos de idade para sexta (2)

Covid-19: Governo de SP antecipa vacinação de idosos com 68 anos de idades para sexta (2)

Vale conclui a venda da Vale Nova Caledônia para consórcio Prony Resources

Publique seu negócio no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade