CVC estuda oferta de ações, Raízen protocola prospecto de IPO, reorganização societária da Iguatemi e mais notícias

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta terça-feira (8)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como um profissional

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: CVC estuda oferta de ações, Raízen protocola prospecto de IPO, reorganização societária da Iguatemi e mais notícias; invistaja.info;


CMIN3 | P/Cap.Giro: 12.16 | P/L: 8.75 | P/ACL: 339.88 | P/EBIT: 5.42 | EV/EBIT: 5.03 | Mrg.Ebit: 0.5496

BELO HORIZONTE | invistaja.info — No radar corporativo, a administradora de shopping centers Iguatemi anunciou na segunda-feira que seu conselho de administração aprovou proposta de reorganização societária pela qual a empresa será incorporada por sua controladora, o Grupo Jereissati.

A CVC afirmou em fato relevante que estuda levantar recursos por meio de uma oferta pública primária de valores mobiliários. A Raízen, joint venture entre a Cosan e a Shell na área de distribuição de combustíveis e produção de açúcar e etanol, protocolou o prospecto de sua oferta inicial de ações, segundo registro disponibilizado pela CVM. Confira os destaques:

Iguatemi (IGTA3)

+Ibovespa quebra recorde pela 6ª vez seguida e tem maior sequência de altas desde 2018; dólar fica estável

Em destaque, a administradora de shopping centers Iguatemi anunciou na segunda-feira que seu conselho de administração aprovou proposta de reorganização societária pela qual a empresa será incorporada por sua controladora, o Grupo Jereissati. A operação implica que a Iguatemi deixará de ter ações listadas no Novo Mercado da B3, segmento de mais alta governança corporativa, já que a nova empresa a ser formada terá units listadas no nível 1. Segundo comunicado conjunto ao mercado, apesar disso, a empresa terá direitos de acionistas e práticas de governança “similares” ao do Novo Mercado. O free float esperado da nova empresa a ser criada na reorganização, Iguatemi SA, será de 45%.

A companhia também anunciou que o conselho de administração aprovou início do processo de sucessão do atual presidente-executivo, Carlos Jereissati. Para o seu lugar, o nome da atual vice-presidente financeira, Cristina Betts, foi indicado para ocupar a função a partir de 1 de janeiro de 2022. Betts também será presidente da Iguatemi SA, caso a reorganização seja concluída. Saiba mais clicando aqui.

CVC (CVCB3)

A CVC afirmou em fato relevante que estuda levantar recursos por meio de uma oferta pública primária de valores mobiliários.

“[A empresa] avalia constantemente alternativas de captação de recursos junto aos mercados de renda fixa ou variável, sempre alinhada com seu planejamento estratégico e as atuais condições”, comunicou, informando que já entrou em contato com bancos de investimentos para realizar a operação.

BR Distribuidora (BRDT3)

Já o conselho de administração da BR Distribuidora aprovou na segunda-feira a proposta de criação de um novo plano de previdência da companhia, batizado de FlexPrev, que será administrado pela Petros. Segundo a distribuidora de combustíveis, o FlexPrev será um plano exclusivo na modalidade de contribuição definida.

A companhia prevê oferecê-lo tanto para novas adesões quanto para migração voluntária de participantes ativos em planos atuais. A empresa disse que a introdução do novo plano de contribuição definida deverá reduzir o risco de natureza atuarial presente em seus planos atuais, cujo passivo atuarial é de R$ 1,7 bilhão.

Vale (VALE3)

hotWords: reorganização notícias raízen mais ações, protocola societária

Publique seu negócio no invistaja.info

Em comunicado, a Vale informou ter fechado até o momento acordos de indenização com mais de 10,3 mil atingidos pelo rompimento de uma de suas barragens em Brumadinho (MG), em janeiro de 2019, e por desocupações em consequência do desastre, com o pagamento de mais de 2 bilhões de reais, informou a mineradora nesta segunda-feira. Do total, foram fechados 1,4 mil acordos trabalhistas, envolvendo mais de 2,4 mil pessoas, e 3,6 mil acordos cíveis, contemplando 7,9 mil pessoas. A Vale não informou uma projeção de quantos ainda deverão ser indenizados ou do montante total que poderá ser pago no final. As pessoas que se sentirem atingidas de alguma forma podem acionar a empresa a qualquer momento.

Ainda no radar da companhia, os futuros do minério de ferro na China recuaram pela terceira sessão consecutiva nesta terça-feira, acompanhando uma queda nos preços do aço no país impulsionada por sinais de desaceleração na demanda siderúrgica.

O contrato mais negociado do minério de ferro na bolsa de commodities de Dalian DCIOcv1, para entrega em setembro, encerrou o pregão diurno com queda de 0,7%, a 1.149 iuanes (US$ 179,81) por tonelada, após chegar a cair até 4,5%, para o menor nível desde 1 de junho.

O recuo nos estoques de vergalhão de aço para construção na China desacelerou acentuadamente na semana passada, indicando uma demanda menor, que já era esperada devido à época de monções, que gera chuvas em províncias do sul e elevadas temperaturas no norte do país.

Eletrobras (ELET3;ELET6)

O presidente da Câmara, Arthur Lira, anunciou na segunda-feira a previsão de votação da MP da privatização da Eletrobras no Senado nesta semana ou na próxima. Lira relatou acordo selado com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para que os senadores tenham a liberdade de discutir e modificar o texto da medida provisória, caso considerem necessário, a tempo de devolvê-la para a Câmara. Segundo o presidente da Câmara, o andamento da MP está “dentro do script”.

Raízen

A Raízen, joint venture entre a Cosan (ativo=CSAN3]) e a Shell na área de distribuição de combustíveis e produção de açúcar e etanol, protocolou o prospecto de sua oferta inicial de ações, segundo registro disponibilizado pela CVM. A Raízen afirma no documento que pretende usar recursos da oferta para construir novas plantas para expandir a produção de e vendas de biocombustíveis, além de investir em eficiência e produtividade e na infraestrutura de armazenagem e logística para suportar o crescimento de volume de renováveis e açúcar.

IPO da Tópico no radar

A locadora de galpões e equipamentos industriais Tópico pediu registro para realizar uma oferta inicial pública de ações, segundo documento publicado na segunda pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Atuais acionistas da companhia, que tem como principal sócio o fundo de private equity SCG (Southern Cross Group), também venderão uma participação no negócio.

(com Reuters e Estadão Conteúdo)

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se já.

palavras-chave: CVC estuda oferta de ações, Raízen protocola prospecto de IPO, reorganização societária da Iguatemi e mais notícias; invistaja.info;

CALIFORNIA | mercados | invistaja.info – CVC estuda oferta de ações, Raízen protocola prospecto de IPO, reorganização societária da Iguatemi e mais notícias

REFLEXÃO: Tom Gardner, da Motley Fool: Encontre lideres notáveis e uma missão para o longo da vida.

Saiba mais:

Japão: PIB tem recuo anual de 3,9% no 1º trimestre, na leitura final

Futuros americanos operam estáveis à espera de dados sobre inflação, e bolsas europeias sobem repercutindo dados de PIB e emprego

Número de usuários de planos de saúde subiu mais de 1 milhão em um ano

Para diretor do BC, poupança agora é consumida e ajuda a movimentar a economia

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.