E-commerce tem alta de 13% nas vendas e de 24% no faturamento no 1º semestre

Ao comparar os meses de junho e maio, porém, houve queda de 1,02%
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação de quem vive o mercado

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: E-commerce tem alta de 13% nas vendas e de 24% no faturamento no 1º semestre; invistaja.info;


CEEB3 | Div.Brut/Pat.: 1.41 | P/EBIT: 5.29 | P/Cap.Giro: 8.03 | P/VP: 1.69 | Mrg.Ebit: 0.1729 | Liq.2meses: 109570.0

ListenToMarket: E-commerce tem alta de 13% nas vendas e de 24% no faturamento no 1º semestre – Áudio gerado às: 18:20:25

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

Nos primeiros seis meses deste ano, houve alta de 13,05% nas vendas e de 24,15% no faturamento do e-commerce no Brasil. Ao comparar os meses de junho e maio, porém, houve queda de 1,02%.

Nessa comparação mensal, a Região Sul registrou alta de 2,88% nas vendas; a Centro-Oeste teve queda de 0,97%; a Nordeste de 1,59%, a Sudeste de 1,69%; e a Norte, de 3,43%.

Os dados, adiantados ao Broadcast, são do índice MCC-ENET, desenvolvido pela Neotrust Movimento Compre & Confie, em parceria com o Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net).

+Ações da Lojas Americanas devem despencar na segunda-feira, mas não há motivos para pânico: entenda

Em maio de 2021, o e-commerce representou 11,9% do comércio varejista restrito (que não conta veículos, peças e materiais de construção). No acumulado dos últimos 12 meses, a participação do e-commerce no varejo corresponde a 10,9%. Esse indicador foi feito a partir da última Pesquisa Mensal do Comércio do IBGE, divulgada no dia 7 de julho.

hotWords: alta vendas semestre

Anuncie no invistaja.info

Em equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação, 43,2% das compras foram feitas pelo e-commerce. Na categoria móveis e eletrodomésticos, 27,6% foram comprados online. Tecidos, vestuário e calçados tiveram penetração de 10,1% do comércio eletrônico.

Na sequência, artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos, 7,3%; outros artigos de usos pessoal e doméstico, 5,9%; hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, 3,4%; e, por último, livros, jornais, revistas e papelaria, 2,5%.

De abril a junho de 2021, 18,5% dos internautas brasileiros realizaram ao menos uma compra online. Observa-se uma alta de 1,3 p.p em relação ao trimestre anterior (17,2%). Já na comparação com o mesmo período em 2020 (10,1%), houve crescimento de 8,4 p.p.

Quer entender o que é o mercado financeiro? Assista à série gratuita “Carreira no Mercado Financeiro” e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.

palavras-chave: E-commerce tem alta de 13% nas vendas e de 24% no faturamento no 1º semestre; invistaja.info;

MARINGÁ | economia | invistaja.info – E-commerce tem alta de 13% nas vendas e de 24% no faturamento no 1º semestre

REFLEXÃO: Rich Greifner, da Motley Fool: Pense a longo prazo, seja paciente e busque por retornos assimétricos.

Notícias relacionadas:

Dólar registra perda semanal ante real com percepção de ambiente doméstico oportuno

Ibovespa fecha com queda de 1,2% seguindo exterior com incertezas sobre a economia dos EUA

Ações da B2W saltam 4% antes de mudança de nome; Tenda avança 2% após prévia, Méliuz sobe e bancos caem

Renner dá o primeiro passo em aquisições com a compra da Repassa, mas por que o brechó online foi escolhido?

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.