Embaixador da China não vê perspectiva de atraso em entrega de insumo para CoronaVac, diz Doria

A vacina contra Covid-19 do laboratório chinês Sinovac está sendo envasada no Brasil pelo Instituto Butantan
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação de quem vive o mercado

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Embaixador da China não vê perspectiva de atraso em entrega de insumo para CoronaVac, diz Doria; invistaja.info;


TEKA4 | P/Cap.Giro: -0.0 | PSR: 0.056 | EV/EBITDA: -1097.32 | ROIC: -0.0078 | Cotacao: 14.59 | P/Ativo: 0.007

LONDRINA | invistaja.info — O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta quarta-feira que, em conversa telefônica na véspera, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, lhe disse que não há perspectiva de atraso nos embarques do insumo farmacêutico ativo (IFA) da CoronaVac, vacina contra Covid-19 do laboratório chinês Sinovac que está sendo envasada no Brasil pelo Instituto Butantan.

Em entrevista coletiva na sede do instituto vinculado ao governo paulista, onde acompanhou a entrega de uma nova remessa de 1 milhão de doses da CoronaVac ao Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, Doria disse que o diplomata se comprometeu a confirmar a informação com as autoridades do governo da China em Pequim, mas que se mostrou otimista com a manutenção dos envios.

“O embaixador disse que falaria ontem mesmo com a chancelaria em Pequim e que ele não via nenhuma perspectiva de haver retardo no embarque dos insumos para a vacina do Butantan”, disse Doria.

+Digitalização passou de tendência a prioridade e transformação veio para ficar, afirma CEO da AB InBev

“Ele antecipou –embora com a responsabilidade de checar com a chancelaria em Pequim– que não havia nenhuma razão para o retardamento ou dificuldades para embarque do IFA para a vacina do Butantan. Mas entre hoje e amanhã, portanto entre quarta e quinta-feira, ele daria uma posição definitiva após ouvir a chancelaria, as autoridades de seu governo em Pequim”, afirmou.

Na semana passada, o Butantan manifestou preocupação com a previsão de entregas de doses da CoronaVac ao PNI em abril, citando uma decisão do governo da China de acelerar a vacinação dentro do país, o que poderia impactar no envio do IFA ao Brasil. O instituto, ao mesmo tempo, afirmou que está assegurado o cumprimento da primeira parte do contrato que prevê a entrega de um total de 46 milhões de doses até o final deste mês.

hotWords: para atraso doria china perspectiva

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Na coletiva desta quarta, Doria reiterou o cumprimento desta primeira etapa do acordo, assim como da segunda, que prevê a entrega de mais 54 milhões de doses, totalizando 100 milhões até setembro, mas que o instituto promete antecipar para o fim de agosto.

Com a entrega da remessa de 1 milhão de doses da CoronaVac ao PNI nesta quarta, o Butantan chegou a 38,2 milhões de doses entregues à campanha nacional de vacinação contra a Covid-19.

A CoronaVac, que começou a ser aplicada no Brasil em 17 de janeiro após autorização para uso emergencial dada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), responde pela esmagadora maioria das vacinas contra Covid-19 aplicadas até agora no Brasil. Além do imunizante chinês, o PNI conta com a vacina da AstraZeneca com a Universidade de Oxford, mas ainda em quantidades bem inferiores.

Entenda o método para realizar análises e não se perder em momentos turbulentos. A série gratuita One Good Trader, com Gilberto Coelho, te ensina como – inscreva-se!

palavras-chave: Embaixador da China não vê perspectiva de atraso em entrega de insumo para CoronaVac, diz Doria; invistaja.info;

GLEBA PALHANO | economia | invistaja.info – Embaixador da China não vê perspectiva de atraso em entrega de insumo para CoronaVac, diz Doria

REFLEXÃO: Tim Hanson, da Motley Fool: Compre ações impressionantes por preços que não refletem sua grandiosidade.

Notícias relacionadas:

Na contramão do setor, SUVs crescem em vendas no primeiro trimestre; veja top 10

FMI diz que mais gastos com vacinas é maneira mais rápida de fortalecer finanças públicas

CCR arremata lotes Sul e Central do leilão de aeroportos, Vinci fica com bloco Norte

Quase 8 a cada 10 executivos comprariam vacinas para imunizar funcionários se pudessem, diz pesquisa

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade