Emergentes são mais afetados por repressão da China e Covid-19

Índice MSCI Emerging Markets entrou brevemente em território negativo no acumulado do ano, enquanto MSCI World de ações de mercados desenvolvidos sobe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias do mercado financeiro

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Emergentes são mais afetados por repressão da China e Covid-19; invistaja.info;


RCSL3 | Cresc.5anos: 7.862 | Cotacao: 5.79 | Liq.2meses: 12651400.0 | Liq.Corr.: 0.98 | P/L: -73169.2 | Mrg.Ebit: 0.0365

ListenToMarket: Emergentes são mais afetados por repressão da China e Covid-19 – Áudio gerado às: 10:0:34

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

(invistaja.info) — A maior preocupação dos investidores com a China e a lacuna cada vez maior entre as taxas de vacinação devem manter a pressão sobre ativos de mercados emergentes em relação a países desenvolvidos, de acordo com alguns participantes.

A investida da China contra o setor de tecnologia justo quando a economia do país está em desaceleração ajudou a levar o indicador global de ações dos mercados emergentes para uma mínima relativa em 17 anos frente a pares do mercado desenvolvido. A propagação de variantes do coronavírus também pesou, já que as campanhas de imunização em nações em desenvolvimento estão atrasadas em relação a países na América do Norte e Europa.

As bolsas dos EUA e Europa tendem a continuar apresentando melhor desempenho como reflexo da recuperação de economias avançadas, retomada das viagens e taxas de vacinação próximas da imunidade coletiva.

+Google aprova trabalho remoto ou realocação para 85% do pessoal

“Prevemos desempenho mais forte dos mercados desenvolvidos ao longo do resto do ano”, disse Andrew Sheets, estrategista-chefe de ativos cruzados do Morgan Stanley. “Mercados emergentes enfrentam mais pressão da Covid e mais incerteza em torno de novas variantes devido às taxas de vacinação mais baixas.”

O índice MSCI Emerging Markets – onde empresas chinesas respondem por um cerca de um terço do total – entrou brevemente em território negativo no acumulado do ano na semana passada, enquanto o indicador MSCI World de ações de mercados desenvolvidos mostra alta de cerca de 15%.

O índice MSCI Emerging Markets Currency perdeu mais de 1% em relação ao recorde de junho, enquanto o dólar avançou, um tradicional obstáculo para países em desenvolvimento.

Reversão rápida

O tom mais pessimista para mercados emergentes surge depois desse grupo dominar o crescimento nos últimos meses de 2020 e no início deste ano. Investidores acumularam ações mais sensíveis aos ciclos econômicos com apostas na reflação, na esteira da recuperação pioneira da China do impacto da pandemia.

Agora, a China se torna uma espécie de pária ao reprimir a iniciativa privada, a qual acusa de agravar a desigualdade, aumentar o risco financeiro e desafiar a autoridade do governo. Enquanto isso, a segunda maior economia do mundo também enfrenta um surto causado pela variante delta, levando analistas a reduzir as projeções de crescimento econômico diante dos maiores riscos.

Leia também:• Ações de tecnologia chinesas seguem atrativas e bem posicionadas para enfrentar regulações, diz gestora de mais de US$ 40 bilhões

hotWords: repressão china emergentes mais

Publique seu negócio no invistaja.info

A cepa, que é altamente contagiosa, se espalhou por quase metade das 32 províncias da China em apenas duas semanas. Pelo menos 46 cidades aconselharam residentes a não viajar, a menos que seja absolutamente necessário.

“Já faz algum tempo que estamos neutros em relação a mercados emergentes, guiados em grande parte por uma combinação de aperto da política e momentum mais fraco da China”, disse Patrik Schowitz, estrategista global de multiativos da JPMorgan Asset Management. “Os eventos mais recentes da Covid aumentam nossa cautela e obscurecem ainda mais as perspectivas gerais para mercados emergentes.”

Acesso às vacinas

O acesso desigual às vacinas aumenta ainda mais a lacuna da recuperação entre economias avançadas e em desenvolvimento, alertou o Fundo Monetário Internacional no final do mês passado. O Fundo reduziu a projeção de crescimento para economias emergentes de 6,7% para 6,3%, enquanto elevou as estimativas para mercados avançados em 0,5 ponto percentual, para 5,6%.

Enquanto a porcentagem da população com imunização completa tenha aumentado para cerca de 50% nos EUA e União Europeia, está em cerca de 20% no Brasil, 8% na Índia e na Indonésia e em apenas 4% nas Filipinas.

A acessibilidade às vacinas tem um impacto direto no ritmo de reabertura entre os países, e é uma questão fundamental para os investidores, disse Zijian Yang, chefe de multiativos para Ásia-Pacífico da Allianz Global Investors.

“No futuro, tudo se resume a quais países podem efetivamente imunizar a população o mais cedo possível contra elementos desconhecidos, como novas variantes do vírus”, disse. “Com essa perspectiva, mercados desenvolvidos de fato superam o desempenho dos emergentes no momento.”

palavras-chave: Emergentes são mais afetados por repressão da China e Covid-19; invistaja.info;

MARINGÁ | mercados | invistaja.info – Emergentes são mais afetados por repressão da China e Covid-19

REFLEXÃO: Harold Pollack, da Universidade de Chicago: Guarde entre 15 e 20% e invista em fundos de índices com taxa baixa.

Veja também:

BRZ e Solana lançam fundo de R$ 100 milhões para financiar projetos de cripto do Brasil

Ibovespa Futuro sobe 1%, com mais força que o exterior, com Petrobras e Copom no radar; dólar cai

Além de Petrobras, repercussão de balanços de BB, Braskem, AES, Quero-Quero e mais; Raízen estreia na B3 e outros destaques

Polícia Federal faz operação contra fraudes no auxílio emergencial

Anuncie no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade