Ex-líderes mundiais pedem que EUA apoiem quebra de patentes de vacinas da Covid

Uma renúncia de propriedade intelectual impulsionaria a fabricação de vacinas e aceleraria a resposta à pandemia nos países mais pobres
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação para quem vive o mercado

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Ex-líderes mundiais pedem que EUA apoiem quebra de patentes de vacinas da Covid; invistaja.info;


WHRL4 | Mrg.Liq.: 0.0771 | EV/EBITDA: 9.33 | Pat.Liq: 1926800000.0 | EV/EBIT: 11.2 | ROIC: 0.502 | Cresc.5anos: -0.0192

ListenToMarket: Ex-líderes mundiais pedem que EUA apoiem quebra de patentes de vacinas da Covid – Áudio gerado às: 9:0:41

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

LONDRES (invistaja.info) – Mais de 60 ex-chefes de Estado, incluindo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, e mais de 100 vencedores do Prêmio Nobel pediram ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que apoie a quebra de patentes para as vacinas contra Covid-19.

Uma renúncia de propriedade intelectual impulsionaria a fabricação de vacinas e aceleraria a resposta à pandemia nos países mais pobres, que terão que esperar anos se isso não ocorrer, disseram eles em uma carta conjunta a Biden enviada a veículos de comunicação nesta quarta-feira.

“O presidente Biden disse que ninguém está seguro até que todos estejam seguros, e agora, com a reunião do G7, há uma oportunidade incomparável de assegurar a liderança que apenas os EUA podem oferecer”, afirmou o ex-primeiro-ministro britânico Gordon Brown, referindo-se a um futuro encontro dos países mais ricos do mundo.

+Petrobras aprova dividendo, conselheiros fiscais e remuneração; Hering rejeita fusão com Arezzo, JBS anuncia investimento e mais

A carta pede a Biden que apoie uma proposta da África do Sul e da Índia na Organização Mundial do Comércio (OMC) de quebra de patentes relacionadas às vacinas e tratamentos contra Covid-19. Afirma que, com base no ritmo atual de produção de vacinas, a maioria das nações pobres terá que esperar até pelo menos 2024 para obter a imunização em massa contra a Covid.

hotWords: apoiem pedem vacinas ex-líderes quebra

Seja anunciante no invistaja.info

“Novas mutações do vírus continuarão a tirar vidas e derrubar nossa economia global interconectada até que todos, em todos os lugares, tenham acesso a uma vacina segura e eficaz”, disse Joseph Stiglitz, ganhador do Prêmio Nobel de Economia.

Entre outros signatários do documento estão François Hollande, Mary Robinson, Juan Manuel Santos e Ellen Johnson Sirleaf — ex-presidentes de França, Irlanda, Colômbia e Libéria.

A carta foi coordenada pela People’s Vaccine Alliance, uma coalizão de mais de 50 organizações de desenvolvimento.

Quer entender o que é o mercado financeiro e como ele funciona? Assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.

palavras-chave: Ex-líderes mundiais pedem que EUA apoiem quebra de patentes de vacinas da Covid; invistaja.info;

FARIA LIMA | economia | invistaja.info – Ex-líderes mundiais pedem que EUA apoiem quebra de patentes de vacinas da Covid

REFLEXÃO: Michael Batnick, gestor de patrimônios da Ritholtz: Evitar erros catastróficos é mais importante do que construir o portfólio perfeito.

Veja também:

Brasil tem mais 3.459 mortes por Covid-19 e passa de 360 mil

De olho no crescimento de lojas online e marketplaces, Olist capta mais R$ 144 milhões

Petrobras aprova dividendo, conselheiros fiscais e remuneração; Hering rejeita fusão com Arezzo, JBS anuncia investimento e mais

De olho no crescimento de lojas online e marketplaces, Olist capta mais R$ 147 milhões

Publique seu negócio no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.