Fleury, Dasa, Rede D’Or e Ambipar anunciam aquisições; Stone lucra R$ 158 mi no 1º tri e mais notícias

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta quarta-feira (2)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias do mercado financeiro

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Fleury, Dasa, Rede D’Or e Ambipar anunciam aquisições; Stone lucra R$ 158 mi no 1º tri e mais notícias; invistaja.info;


RANI3 | P/VP: 2.65 | Div.Brut/Pat.: 0.73 | P/Ativo: 1.177 | EV/EBITDA: 8.28 | Liq.Corr.: 3.64 | P/Cap.Giro: 3.62

MARINGÁ | invistaja.info — As aquisições movimentam o noticiário corporativo desta quarta: o Fleury anunciou nesta terça-feira a compra de 100% do Laboratório Pretti e do Laboratório Bioclínico, marcando a entrada da companhia especializada em diagnósticos médicos no Estado do Espírito Santo. O Fleury pagou R$ 193,1 milhões pelo Laboratório Pretti, enquanto desembolsou outros R$ 122 milhões para assumir o Laboratório Bioclínico.

Já a Rede D’Or São Luiz concluiu a compra do Hospital Serra Mayor, de São Paulo, por R$ 130 milhões. A Dasa  celebrou contrato para a compra de 100% da HBA – Assistência Médica e Hospitalar por R$ 850 milhões. A Ambipar, por sua vez, anunciou a compra de 70% de participação na Centro Oeste Resíduos; o valor da operação não foi revelado.

A JBS, por sua vez, disse que recebeu informações da JBS USA e de sua controlada Pilgrim´s de que “as companhias tiveram avanços significativos na soluções do ataque cibernético que impactou as operações da empresa na América do Norte e na Austrália”.

+Nova política chinesa de 3 filhos provoca ceticismo e dúvidas sobre custos

A empresa brasileira de meios de pagamentos StoneCo, cujas ações são negociadas na Nasdaq, informou na véspera que teve lucro líquido de R$ 158,3 milhões no primeiro trimestre

Confira os destaques:

Vale (VALE3), minério e aço

Os preços de matérias-primas do setor siderúrgico, incluindo minério de ferro, avançaram na China nesta quarta-feira, acompanhando uma tendência de alta no mercado spot. Os futuros mais negociados do minério de ferro na bolsa de commodities de Dalian DCIOcv1, para entrega em setembro, encerraram com alta de 2,8%, a 1.169 iuanes (US$ 182,95) por tonelada. Eles chegaram a saltar até 4,8% na sessão, para 1.192 iuanes por tonelada.

Os preços spot do minério de ferro com teor de 62% para entrega na China subiram US$ 6 na terça-feira, fechando a US$ 206,50 por tonelada, segundo a consultoria SteelHome.

“No curto prazo, o mercado ainda está operando com expectativas de alívio nos cortes de produção de produtos siderúrgicos”, escreveram analistas da Huatai Futures em nota.

Notícias na mídia nesta semana disseram que autoridades no pólo siderúrgico chinês de Tangshan têm discutido reduzir restrições à produção de algumas usinas. Os preços do aço na bolsa de futuros de Xangai também subiram, com o contrato para outubro registrando alta de 0,5%, a 5.002 iuanes por tonelada.

BB Seguridade (BBSE3)

A BB Seguridade afirmou nesta terça-feira que não recebeu comunicação formal sobre nomeação de um novo presidente-executivo por parte seu controlador. O comunicado do grupo, braço de seguros e previdência do Banco do Brasil BBAS3.SA, veio após a versão online do jornal O Estado de S.Paulo ter publicado na véspera que o executivo Amauri Aguiar de Vasconcelos deve ser o novo presidente da BB Seguridade.

Stone 

A empresa brasileira de meios de pagamentos StoneCo, cujas ações são negociadas na Nasdaq, informou na véspera que teve lucro líquido de R$ 158,3 milhões no primeiro trimestre, o que representa um aumento de 15,5% em relação à mesma etapa do ano passado. A empresa informou também que teve adição líquida de 138 mil clientes únicos de janeiro a março e que espera ter de 1,4 milhão a 1,5 milhão de clientes ativos em pagamentos neste ano e que seu lucro e receita acelerem significativamente ante 2020.

Fleury (FLRY3)

O Fleury anunciou a compra dos laboratórios Pretti e Bioclínico por um total de R$ 315 milhões, marcando a entrada da rede de medicina diagnóstica no estado do Espírito Santo.

Foram pagos R$ 193,1 milhões pelo laboratório Pretti e R$ 122 milhões pelo Bioclínico. Segundo a companhia, esses movimentos reforçam a estratégia de expandir os serviços e a presença do Grupo Fleury na cadeia de saúde.

“Com estas duas aquisições, a Companhia superou o patamar de R$ 1 bilhão investidos em aquisições nos últimos 5 anos – em que adquiriu 12 empresas que, juntas, somam mais de 125 unidades de atendimento e mais de R$ 500 milhões em receitas anuais, além de realizar os investimentos na Prontmed, Bem.Care, e Sweetch”, destacou a empresa.

O laboratório Pretti tem 25 unidades de atendimento na grande Vitória e teve uma receita acumulada de R$ 53,6 milhões em 2020, ao passo que o Bioclínico tem 15 unidades de atendimento e faturou R$ 42 milhões no mesmo período.

hotWords: mais rede aquisições; lucra stone fleury,

Publique seu negócio no invistaja.info

Rede D’Or (RDOR3)

A Rede D’Or informou que sua afiliada Hospitais Integrados da Gávea S.A. – São Vicente celebrou contrato de compra e venda de ações e concluiu a aquisição de participação representativa de 100% do capital social do Serra Mayor Serviços Médicos S.A., incluindo seus imóveis (Hospital Serra Mayor). O valor de firma (firm value) do Hospital Serra Mayor é R$ 130 milhões. Deste valor será deduzido o endividamento líquido.

“O Hospital Serra Mayor é um hospital geral localizado em região de elevada densidade populacional na zona sudoeste da cidade de São Paulo, e possuirá capacidade de 102 leitos após conclusão da expansão já em andamento, com capacidade para expansão adicional de até 80 leitos”, destacou a Rede D’Or. A previsão de lucro antes juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) para o Hospital é de R$ 17 milhões no ano de 2022, com parte das sinergias incorporadas.

Dasa (DASA3)

A Diagnósticos da América, por sua vez, anunciou que a sua subsidiária Ímpar Serviços Hospitalares celebrou um contrato de compra e venda para adquirir indiretamente ações representativas de 100% do capital social da sociedade HBA, que detém e explora os negócios de atendimento médico hospitalar, ambulatorial, serviços clínicos e diagnósticos por imagem do complexo hospitalar do “Hospital da Bahia”, localizado em Salvador – BA.

No âmbito da Operação, a Ímpar, assumiu a obrigação de pagar em dinheiro o valor de R$ 850 milhões, incluindo aparcela atribuída a determinados imóveis onde é conduzido o negócio e que serão oportunamente transferidos para a HBA, sendo certo que o preço está sujeito a ajuste com base na variação de dívida líquida e capital de giro consolidados das sociedades, a ser verificado na data de fechamento.

Ambipar (AMBP3)

A Ambipar, por sua vez, anunciou a compra de 70% de participação na Centro Oeste Resíduos; o valor da operação não foi revelado.

JBS (JBSS3)

A JBS, maior processadora de carnes do mundo, disse que recebeu informações da JBS USA e de sua controlada Pilgrim´s de que “as companhias tiveram avanços significativos na soluções do ataque cibernético que impactou as operações da empresa na América do Norte e na Austrália”.

O grupo afirmou ainda que os sistemas estão voltando a funcionar e que “não está poupando recursos” para conter a ameaça e voltar a operar. O ataque fez com que operações da JBS nos EUA e Austrália fossem paralisadas na segunda-feira, e ainda afetava fábricas na terça-feira.

“Dado o progresso que profissionais de TI e equipes de fábrica fizeram nas últimas 24 horas, a grande maioria de nossas unidades de carne bovina, suína, de aves e alimentos preparados estará operacional amanhã”, disse a JBS em comunicado na noite de terça-feira.

A empresa acrescentou que a JBS USA “tem recebido forte apoio dos governos dos EUA, Austrália e Canadá, realizando conferências diárias com autoridades num esforço para garantir o fornecimento de alimentos”. Na véspera, a Casa Branca disse ter recebido informações da JBS de que o ataque cibernético provavelmente teve origem na Rússia e que estava em contato com o país sobre o assunto.

Pão de Açúcar (PCAR3)

O Pão de Açúcar informou ter recebido do Grupo Casino cópia do comunicado divulgado pela Cnova N.V., na qual o GPA detém 34,17% do capital social, sobre potencial projeto para realizar, até o final do ano e sujeito a condições de mercado, oferta primária de ações emitidas pela Cnova N.V. no valor de, aproximadamente, 300 milhões de euros, com o objetivo de acelerar seu crescimento, e incluindo, potencialmente, uma oferta secundária por alguns de seus acionistas.

“O GPA informará aos seus acionistas e ao mercado em geral sobre quaisquer informações adicionais sobre esse projeto”, destacou. Saiba mais clicando aqui.

 

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se já.

palavras-chave: Fleury, Dasa, Rede D’Or e Ambipar anunciam aquisições; Stone lucra R$ 158 mi no 1º tri e mais notícias; invistaja.info;

BELO HORIZONTE | mercados | invistaja.info – Fleury, Dasa, Rede D’Or e Ambipar anunciam aquisições; Stone lucra R$ 158 mi no 1º tri e mais notícias

REFLEXÃO: Bill Mann, da Motley Fool Asset Management: Busque investir em conjunto com grandes gestores, depois, é só ser paciente.

Notícias relacionadas:

Dona de mais de 80% do mercado de agentes autônomos, XP cresce e destaca inovações

Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta quarta-feira – 2/6

Por que esta “loja de tudo” para pequenos e médios restaurantes recebeu R$ 351 milhões

Fleury compra laboratórios Pretti e Bioclínico por R$ 315 milhões

Publique seu negócio no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.