Publicidade

Futuros dos EUA recuam após resultados de Alphabet e Microsoft; Copom, inflação ao produtor e mais assuntos do mercado hoje

Investidores também aguardam por mais resultados corporativos tanto Brasil quanto nos EUA

Notícias de investidor para investidor

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Futuros dos EUA recuam após resultados de Alphabet e Microsoft; Copom, inflação ao produtor e mais assuntos do mercado hoje; invistaja.info;


VIVT3 | Div.Brut/Pat.: 0.29 | Liq.2meses: 119657000.0 | P/Ativo: 0.543 | DY: 0.0862 | PSR: 1.416 | Cresc.5anos: 0.0149

ListenToMarket: Futuros dos EUA recuam após resultados de Alphabet e Microsoft; Copom, inflação ao produtor e mais assuntos do mercado hoje – Áudio gerado às: 7:22:24

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

Os índices futuros dos Estados Unidos operam em baixa nesta quarta-feira (26), interrompendo uma sequência de três dias de fortes ganhos, em meio à queda das ações da Alphabet, dona do Google (GOGL34), e da Microsoft (MSFT34) no pré-mercado após a divulgação dos números do trimestre.

O resultado pode ser início de mau presságio para os lucros das big techs nesta semana. Hoje saem os números da Meta (M1TA34), controladora do Facebook, após fechamento dos mercados.

Investidores também estão atentos aos dados econômicos mais recentes sobre pedidos semanais de hipotecas, estoques no atacado e vendas de novas casas.

+Petrobras (PETR4) vende gasolina abaixo do preço de importação há 6 semanas, afirma CBIE; mercado vê influência política

Por aqui, a agenda de indicadores conta com a publicação do índice preços ao produtor de setembro, com previsão de alta de 0,1%, diante de queda de 3,11% em agosto. Além da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC sobre a taxa básica de juros – que os analistas apostam será mantida em 13,75%.

A temporada de balanços vai ganhando tração, com a divulgação de resultados do Santander Brasil (SANB11) e da WEG (WEGE3) antes da abertura dos mercados. À noite, saem os números da Klabin (KLBN11), Energias do Brasil (ENBR3), Odontoprev (ODPV3), entre outras.

Ibovespa hoje: Acompanhe o movimento Ao Vivo da Bolsa e dos mercados

Na seara política, o noticiário eleitoral e as pesquisas de opinião de voto ditam cada vez mais o humor dos mercados. Genial/Quaest, PoderData, Atlas e Modalmais/Futura divulgam pesquisas eleitorais. Ainda no radar, a campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) entregou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) relatório com detalhes da denúncia de que rádios deixaram de exibir inserções da propaganda eleitoral do candidato à reeleição.

1.Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros de Nova York recuam após os mercados a vista engatarem três altas seguidas na véspera, à medida que dados econômicos mostram que há indícios de uma desaceleração econômica, o que pode fazer com que o Fed repense a possível alta de dezembro.

Resultados abaixo do previsto de Alphabet, dona da Google, e o guidance mais fraco da Microsoft abalaram otimismo dos investidores americanos com as big techs, o que vem levando o mercado a uma derrocada pela manhã.

Várias empresas nos Estados Unidos divulgarão resultados na quarta-feira, incluindo Meta, Coca Cola e McDonalds,

Veja o desempenho dos mercados futuros:

Dow Jones Futuro (EUA), -0,08%S&P 500 Futuro (EUA), -0,74%Nasdaq Futuro (EUA), -1,69%

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam em alta com perspectivas renovadas em relação ao Fed potencialmente menos agressivo e comentários da Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China sobre a criação de um mercado “regulado, transparente, aberto, animado e resiliente”.

Bancos estatais chineses venderam dólares nos mercados onshore e offshore para defender o enfraquecimento da moeda, informou a Reuters. O yuan onshore da China está nos níveis mais fracos desde o final de 2007.

Em indicadores, o índice anual de preços ao consumidor da Austrália atingiu o maior nível desde dezembro de 1990.

Shanghai SE (China), +0,78%Nikkei (Japão), +0,67%Hang Seng Index (Hong Kong), +1,00%Kospi (Coreia do Sul), +0,65%

Europa

Os mercados europeus operam sem uma direção única após uma enxurrada de resultados corporativos e à espera da reunião Banco Central Europeu (BCE) na quinta-feira, na qual se espera que o BCE eleve as taxas em 75 pontos-base.

Além disso, investidores esperam por pistas sobre o caminho do aperto no bloco, já que a União Europeia caminha para uma provável recessão.

Os lucros corporativos são um dos principais motores do movimento do preço das ações na Europa. Deutsche Bank , Barclays, Mercedes Benz, Heineken e Reckitt Benckiser divulgaram resultados antes da abertura do pregão de quarta-feira.

FTSE 100 (Reino Unido), -0,03%DAX (Alemanha), +0,54%CAC 40 (França), +0,29%FTSE MIB (Itália), 0,00%

Commodities

As cotações do petróleo passaram a subir após um início de pregão negativo, com o dólar se firmando e com dados da indústria mostrando que os estoques de petróleo dos EUA acima do esperado, reforçando os temores de uma recessão global que reduziria a demanda.

Os preços do minério de ferro na bolsa de Dalian recuam pela segunda sessão consecutiva, em meio à continuidade do recuo na produção de aço no gigante asiático e sinais renovados de Pequim de que a política de “covid zero” não será descartada tão cedo.

Petróleo WTI, +0,49%, a US$ 85,75 o barrilPetróleo Brent, +0,13%, a US$ 93,64 o barrilMinério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve baixa de 1,27%, a 662,50 iuanes, o equivalente a US$ 92,37

Bitcoin

Bitcoin, +2,14% a US$ 20.700,35 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

A agenda desta quarta é marcada por dados do setor imobiliário dos EUA, especialmente de hipotecas, previstos para às 8h. Mais tarde, tem dados da balança comercial, com previsão de saldo negativo de US$ 86 bilhões; de estoques de varejo e de atacado de setembro (previsão de alta de 1,0%, ante alta de 1,3% em agosto); e às 11h de vendas de casas novas em setembro, com previsão de queda a 585 mil, ante 685 mil em agosto.

No Brasil, às 9h, sai a inflação ao produtor de setembro, com previsão de alta de 0,1%, diante de queda de 3,11% em agosto – em 12 meses, o índice deve bater nos 12%. Além disso, o Copom decide sobre a taxa de juros – que os analistas apostam será mantida em 13,75%, ao ano, com tom conservador.

Brasil

8h: INCC-M

9h: Índice de preços ao produtor de setembro

hotWords: alphabet copom, hoje mais recuam após mercado

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

11h: Caged de setembro, consenso Refinitiv projeta criação de 260 mil vagas de empregos

14h30: Relatório mensal da Dívida Pública de setembro

18h30: Decisão do Copom sobre taxa de juros

EUA

9h30: Novas moradias de setembro

9h30: Estoques no atacado

11h30: Estoques de petróleo semanal – EIA

3. Noticiário econômico

BNDES vai devolver R$ 45 bi ao Tesouro após nova recomendação do TCU

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Ministério da Economia fecharam proposta para um novo cronograma de devolução de passivos junto ao Tesouro Nacional, no âmbito do Acórdão nº 56/2021 do Tribunal de Contas da União (TCU). Do valor ainda devido de R$ 69,077 bilhões, o Banco irá pagar R$ 45 bilhões até 30 de novembro de 2022 (em torno de 65%) e quitar a dívida remanescente (R$ 24.077.953.932,91) até 30 de novembro de 2023.

Economia nega fim de dedução de saúde e educação no imposto de renda

O Ministério da Economia informou na noite de terça-feira (25) que não existe uma proposta a ser adotada após as eleições que trate dos temas que têm sido veiculados pela imprensa, como fim das deduções de gastos com saúde e educação do imposto de renda.

“Supostos estudos, análises, ensaios, opiniões e outros tipos de trabalho eventualmente produzidos pelas áreas técnicas não podem ser incorretamente confundidos com propostas do Ministério ou do Ministro sem que tenham sido chancelados por ele”, diz comunicado.

4. Noticiário político

TSE concede direito de resposta à campanha de Bolsonaro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu conceder direito de resposta solicitado pela coligação Pelo Bem do Brasil, formada para apoiar o candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL).

A campanha à reeleição alegou no TSE que a propaganda adversária ofendeu a imagem de Bolsonaro ao atribuir vínculo com “assassinos e milicianos” em inserções no horário eleitoral gratuito na televisão.

Por unanimidade, o plenário do tribunal decidiu conceder o direito de resposta, que deverá ser veiculado no bloco reservado a duas inserções de Lula na televisão.

TSE confirma envio de tropas para garantir segurança no segundo turno

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou o envio de militares federais para realizar a segurança de locais de votação no segundo turno das eleições, que será realizado no próximo domingo (30).

As forças vão atuar em 80 localidades de quatros estados – no Acre (20 municípios); no Mato Grosso (39 municípios), em Mato Grosso do Sul (11 municípios) e no Tocantins (10 municípios).

Covid

O Brasil registrou nesta terça-feira (25) 84 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 687.797 desde o início da pandemia.

Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 60. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -3%, indicando tendência de estabilidade pelo quarto dia consecutivo.

No total, o país registrou 6.479 novos diagnósticos de Covid-19 em 24 horas, completando 34.841.294 casos conhecidos desde o início da pandemia.

5. Radar Corporativo

Vivo (VIVT3)

A Telefônica Brasil/ Vivo (VIVT3) registrou lucro líquido de R$ 1,436 bilhão no terceiro trimestre de 2022 (3T22), um crescimento de 9,3% em relação ao mesmo trimestre de 2021, informou a companhia nesta terça-feira (25). O consenso Refinitiv previa lucro líquido reportado de R$ 852,38 milhões.

Segundo comunicado, o resultado foi impulsionado pelas maiores receitas e melhora no resultado financeiro no período.

Neoenergia (NEOE3)

A Neoenergia (NEOE3) teve lucro líquido atribuído aos controladores de R$ 1,495 bilhão no terceiro trimestre de 2022, um aumento de 17% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

O resultado veio bem acima do consenso Refinitiv que previa lucro líquido reportado de R$ 595 milhões.

Carrefour Brasil (CRFB3)

As vendas consolidadas do Grupo Carrefour Brasil (CRFB3) totalizaram R$ 29,4 bilhões no 3º trimestre de 2022, um aumento de 41% frente ao mesmo período de 2021, impulsionadas pelo crescimento LfL (mesmas lojas) de dois dígitos tanto no Atacadão (+10,5%) quanto no Carrefour Varejo (+15,0%), o efeito da expansão orgânica do Cash & Carry (+5,3%) e a adição do Grupo BIG, que respondeu por 26,9% do crescimento total. 

(Com Estadão, Reuters e Agência Brasil)

CALIFORNIA | mercados | invistaja.info – Futuros dos EUA recuam após resultados de Alphabet e Microsoft; Copom, inflação ao produtor e mais assuntos do mercado hoje

REFLEXÃO: Eddy Elfenbein, dono do site Crossing Wall Street: Seja paciente e ignore modismos. Foque no valor e não entre em pânico.

Saiba mais:

Aneel aprova edital de leilões de energia existente marcados para 2 de dezembro

Fintech de importação, Vixtra capta R$ 16 milhões para atrair PMEs

BNDES confirma devolução antecipada de mais R$ 45 bi da dívida com a União

Vivo (VIVT3) registra alta de 9,3% no lucro no terceiro trimestre de 2022, a R$ 1,436 bilhão

Anuncie no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

plugins premium WordPress