IPCA, prévia do PIB, tensão fiscal, resultados e dados da China: o que acompanhar nesta semana

Tudo que o investidor precisa saber antes de operar na semana
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Negociando na bolsa de valores

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: IPCA, prévia do PIB, tensão fiscal, resultados e dados da China: o que acompanhar nesta semana; invistaja.info;


BSLI4 | Cresc.5anos: 0.1163 | P/EBIT: 0.0 | Mrg.Liq.: 0.0 | ROIC: 0.0 | P/VP: 4.13 | P/Ativo: 0.0

ListenToMarket: IPCA, prévia do PIB, tensão fiscal, resultados e dados da China: o que acompanhar nesta semana – Áudio gerado às: 9:20:55

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

CURITIBA | invistaja.info — Após mais umas semana de grandes emoções na Bolsa brasileira, com o Ibovespa oscilando entre fortes altas e baixas diárias, os investidores ficam atentos nos próximos dias à reta final da temporada de resultados, além do cenário fiscal, que tem elevado as preocupações no mercado.

Neste lado político, além das questões envolvendo a reforma tributária, nos últimos dias o novo Refis gerou ruídos fiscais ao permitir o perdão de até 90% em multas e juros e 12 anos para pagar. Apesar disso, o texto pode ter algumas partes vetadas, segundo informações da agência de notícias Reuters.

Uma fonte que a agência não identificou teria dito que o governo não ficou contente com a redação aprovada ontem no Senado, que teria aberto espaço para beneficiar inclusive os contribuintes que não sofreram qualquer perda na crise e que ficam repetidamente aderindo a versões diferentes de Refis.

+AGU alertou Economia sobre gastos com precatórios, mostram documentos

Fora isso, atenção ainda para o conflito entre os Poderes Executivo e Judiciário, quem tem gerado tensão principalmente sobre a eleição do ano que vem diante de declarações do presidente Jair Bolsonaro. Os investidores continuarão atentos aos desdobramentos dessa questão.

Já no radar corporativo, atenção especial para a reta final da temporada de resultados do segundo trimestre, que levará a mais de 100 balanços divulgados nesta semana.

A quarta (11) e quinta-feira (12) serão os dias mais movimentados, com 23 e 40 balanços previstos, respectivamente. Entre os destaques estão empresas como Eletrobras (ELET3; ELET6) MRV (MRVE3), Via (VVAR3), JBS (JBSS3), B3 (B3SA3), Locaweb (LWSA3) e Suzano (SUZB3), na quarta.

Já na quinta é o dia de Sabesp (SBSP3), Azul (AZUL4), Bradespar (BRAP4), Natura&Co (NTCO3), Magazine Luiza (MGLU3), Lojas Americanas (LAME4), Americanas S.A (AMER3), brMalls (BRML3), BRF (BRFS3), entre outras.

Completando a semana, nos outros dias ainda terão grandes empresas da Bolsa como Minerva (BEEF3), Marfrig (MRFG3), Klabin (KLBN11), Raia Drogasil (RADL3), Cosan (CSAN3) e CVC (CVCB3).

Calendário de indicadores

hotWords: ipca, nesta china: dados prévia acompanhar

Anuncie no invistaja.info

Com a semana já agitada só pela política e cenário corporativo, os indicadores também serão muitos para os investidores ficarem atentos. Na terça (10), atenção para a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que na semana passada elevou a Selic para 5,25% e indicou que deve manter o ritmo de alta em 1 ponto percentual.

Além disso, atenção especial para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de julho, na terça. Para a equipe do Bradesco, o indicador oficial de inflação deve mostrar alta de 0,99%, refletindo a pressão da energia elétrica, combustíveis e, em menor magnitude, de alimentação no domicílio. O resultado ainda apontará aceleração dos núcleos, segundo os analistas.

No lado do atacado, será divulgado o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI), na terça. O indicador deve registrar alta de 1,46% em julho, segundo o Bradesco. “Os preços agrícolas tendem a continuar pressionando o índice, sendo compensados apenas em parte pela queda de preços do minério de ferro”, avalia.

Já em relação à atividade econômica, na quinta saem os dados de vendas no varejo, enquanto no dia seguinte será divulgado o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado uma prévia mensal do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

No exterior, após o relatório de emprego nos Estados Unidos na sexta passada mostrar números acima do esperado, esta semana sai o relatório JOLTS, que mostra os números de abertura de novas vagas de trabalho. Este é um documento bastante acompanhado pelos analistas para entender como está a dinâmica da maior economia do mundo.

Além disso, será apresentado o Índice de Preços ao Consumidor (CPI) dos EUA, com projeção dos analistas consultados pela Refinitiv apontando para uma alta de 0,5% da inflação em julho na comparação mensal, contra um avanço de 0,9% no mês anterior. Já no comparativo anual, a expectativa é que ele fique em 5,3%.

Por fim, atenção especial para a China, que ainda neste domingo divulga seus dados de inflação ao produtor (PPI) e ao consumidor (CPI). A projeção é que o os preços ao produtor avancem 8,8% no comparativo anual, enquanto o CPI deve passar de 1,1% para 0,8%, também no anualizado.

palavras-chave: IPCA, prévia do PIB, tensão fiscal, resultados e dados da China: o que acompanhar nesta semana; invistaja.info;

GLEBA PALHANO | mercados | invistaja.info – IPCA, prévia do PIB, tensão fiscal, resultados e dados da China: o que acompanhar nesta semana

REFLEXÃO: Michael Batnick, gestor de patrimônios da Ritholtz: Evitar erros catastróficos é mais importante do que construir o portfólio perfeito.

Tópicos mais acessados:

AGU alertou Economia sobre gastos com precatórios, mostram documentos

Saiba qual o plano da Uber para as compras online de supermercado no Brasil

Berkshire Hathaway eleva lucro líquido a US$ 28,094 bilhões no segundo trimestre

Tóquio tem 4.566 novos casos de coronavírus neste sábado

Anuncie no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade