Irani tem resultado forte no 2º tri, com preços e volumes maiores, apesar de limitação da produção

Analistas destacam que a Irani está conseguindo aproveitar o bom momento vivido pelo setor e que o Projeto Gaia pode destravar mais altas das ações
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias de trader para trader

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Irani tem resultado forte no 2º tri, com preços e volumes maiores, apesar de limitação da produção; invistaja.info;


LJQQ3 | Liq.2meses: 39950800.0 | ROIC: 0.1276 | Div.Brut/Pat.: 0.65 | P/EBIT: 21.33 | P/L: 51.21 | Pat.Liq: 493376000.0

ListenToMarket: Irani tem resultado forte no 2º tri, com preços e volumes maiores, apesar de limitação da produção – Áudio gerado às: 14:10:43

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

BRASIL | invistaja.info — Apesar de sofrer restrições por conta de seu limite de capacidade de produção, a companhia de papel e embalagens Irani (RANI3) conseguiu surpreender os analistas e entregar no segundo trimestre deste ano um resultado melhor que o esperado em praticamente todas as linhas.

A empresa teve lucro líquido de R$ 68 milhões, alta de 342% frente igual período de 2020, enquanto o o lucro bruto, que inclui a variação do valor justo dos ativos biológicos, saltou 94,7% frente o mesmo trimestre do ano anterior, para R$ 153,7 milhões.

A receita líquida, por sua vez, teve alta de 67% na base anual, a R$ 403 milhões. Segundo a empresa, os ganhos ocorreram graças à alta do preço dos produtos na divisão de embalagem de papelão ondulado, além da taxa de câmbio favorável para as exportações.

+Após fala de Bolsonaro, Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ficou em R$ 119 milhões, alta de 114% na comparação anual, ficando 14% acima da estimativa do Credit Suisse e 13% maior do que a XP esperava. A margem Ebitda subiu de 28% no primeiro trimestre a 30%.

Com esse desempenho, as ações RANI3 sobem forte nesta sessão, chegando a ganhos de 6,80% na máxima do dia, cotadas a R$ 8,64.

Nesta segunda-feira (2), Odivan Cargnin, CFO da Irani, e Sergio Ribas, CEO do grupo, inauguram a nova temporada de Por Dentro dos Resultados, a série de lives do (MarketMsg) em que executivos das principais empresas da Bolsa comentam os balanços trimestrais (veja a programação completa aqui). A partir das 18h (horário de Brasília), os dois apresentam detalhes do resultado e tiram dúvidas ao vivo dos espectadores (clique aqui para acompanhar e mandar suas perguntas).

Para a equipe da Levante Ideias de Investimentos, os números da Irani vieram fortes, com a companhia aproveitando o bom momento vivido pelo setor, com crescimento de preços e volume na sua principal linha de negócio, a de embalagem de papelão ondulado.

Representando 57% da receita no trimestre, o segmento e papelão ondulado teve crescimento de 22,1% no volume e de 67,6 % no preço médio por tonelada.

Já a área de papel para embalagens representou 32% da receita, com aumento nos preços médios, mas queda de 18,4% no volume, devido à menor disponibilidade de papéis da empresa para esse segmento, pois ela priorizou o segmento de embalagem de papelão ondulado. Enquanto isso, os últimos 11% da receita vieram do segmento florestal e resinas, destinados principalmente para exportação.

hotWords: volumes forte tri, produção maiores, apesar

Seja anunciante no invistaja.info

“A companhia segue surfando o bom momento vivido pelo setor, com forte demanda por embalagens de papel pelas companhias do setor alimentício, e-commerce e delivery. Na guerra do e-commerce, quem fornece a embalagem é a Irani”, avalia a Levante.

Já do lado dos custos, a XP destaca que as aparas (papelão reciclado) foram responsáveis por 42% dos custos de produção de papel da empresa no segundo trimestre. Segundo os analistas, os preços aumentaram para R$ 1.756 por tonelada para a Irani (alta de 174% na comparação anual) devido a um mercado desequilibrado após medidas contra a Covid-19 (menor disponibilidade de papel reciclado) e demanda forte.

“Mantemos nossa visão de que a empresa pode reportar fortes margens ao longo de 2021, uma vez que será capaz de aumentar os preços ao cliente final. Além disso, a normalização da cadeia de produção deve resultar em preços mais baixos de aparas e, consequentemente, melhores resultados da Irani nos próximos períodos”, avalia a equipe da XP.

A Levante destaca ainda que o resultado da companhia só não foi melhor “por conta da limitada capacidade de produção da empresa, que será expandida após a conclusão do Projeto Gaia”.

Esse projeto busca expandir a capacidade de produção e a suficiência energética da Irani, aumentando a competitividade da empresa e possibilitando seu crescimento futuro. Chamado de Plataforma Gaia, o plano tem um investimento estimado de mais de R$ 880 milhões em 5 projetos, com expectativa de conclusão em 2023, o que, segundo a Levante, tende a trazer uma valorização das ações no longo prazo.

O Credit manteve sua avaliação outperform (perspectivo de desempenho acima da média do mercado, ou correspondente à compra) dos papéis, dizendo enxergar a empresa como um investimento defensivo, com previsibilidade dos lucros, já que 80% de seus produtos se direcionam a clientes de setores mais protegidos, e seus preços costumam seguir a inflação.

O banco espera que os investimentos da empresa levem a incremento de entre 5% e 7% nas margens Ebitda, em comparação com o patamar de 2019. O preço-alvo é de R$ 10,10.

A XP, por sua vez, vê a Irani sendo negociada a 5,6 vezes o múltiplo entre o valor da empresa e o Ebitda (EV/Ebitda) em 2021, abaixo da média de 7,5 vezes, e 3,2 vezes EV/Ebitda para 2025, como consequência de seus projetos de expansão. “Acreditamos que a empresa esteja bem posicionada para aproveitar os benefícios de seu plano de expansão”, dizem os analistas mantendo a recomendação de compra e preço-alvo de R$ 8,5 por ação.

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se grátis e participe.

palavras-chave: Irani tem resultado forte no 2º tri, com preços e volumes maiores, apesar de limitação da produção; invistaja.info;

GLEBA PALHANO | mercados | invistaja.info – Irani tem resultado forte no 2º tri, com preços e volumes maiores, apesar de limitação da produção

REFLEXÃO: Rich Greifner, da Motley Fool: Pense a longo prazo, seja paciente e busque por retornos assimétricos.

Veja também:

Ambev ganha espaço e Heineken tem leve queda nas vendas no Brasil: o que isso significa para as companhias?

Ray Dalio: mesmo com aperto do cerco regulatório, ações de empresas chinesas ainda merecem espaço na carteira

Na contramão de Bolsonaro, Banco Central pressiona por bancos mais verdes

Gigante de biocombustíveis, Raízen está prestes a estrear na Bolsa; conheça a empresa

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade