Publicidade

Lucro do Bradesco sobe 35% no 4º trimestre e chega a R$ 6,8 bi; no ano, resultado cai 25%

O banco registrou ainda um crescimento de 7,3% nas receitas com prestação de serviços ante o terceiro trimestre, atingindo R$ 8,717 bilhões
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

invistaja.info | Informação para quem vive o mercado

BRASIL | invistaja — O Bradesco (; ) fechou o quarto trimestre de 2020 com lucro líquido recorrente de R$ 6,801 bilhões, alta de 35,2% na comparação com o terceiro trimestre, e um avanço de 2,3% sobre o mesmo período de 2019.

Já no acumulado do ano, o banco encerrou com lucro de R$ 19,458 bilhões, uma queda de 24,8% ante os R$ 25,887 bilhões do ano anterior.

+Fim da jornada: como Jeff Bezos desafiou expectativas e criou o império de tecnologia da Amazon

Enquanto isso, a rentabilidade sobre o patrimônio líquido médio (ROAE) ficou em 20% entre outubro e dezembro, aumento de 4,8 pontos percentuais ante o trimestre anterior, mas uma queda de 1,2 ponto percentual sobre o mesmo período de 2019.

palavras-chave: Lucro do Bradesco sobe 35% no 4º trimestre e chega a R$ 6,8 bi; no ano, resultado cai 25%; invistaja.info;

No acumulado do ano, o resultado caiu 5,8 p.p., atingindo 14,8%.

“O resultado operacional do trimestre apresentou um excelente desempenho, reflexo das maiores receitas com a margem financeira e prestação de serviços, além da redução das despesas com PDD, que apresentaram queda de 18,3% no trimestre, sem impactar o nosso elevado nível de provisionamento”, disse o Bradesco em seu release de resultado.

O banco registrou ainda um crescimento de 7,3% nas receitas com prestação de serviços ante o terceiro trimestre, atingindo R$ 8,717 bilhões. Por outro lado, nos 12 meses de 2020, houve uma queda de 2,6% nas receitas, para R$ 32,747 bilhões.

Enquanto isso, a margem financeira chegou a R$ 16,657 bilhões no quarto trimestre, uma alta de 9% ante o terceiro trimestre e de 8% sobre o mesmo período de 2019. No ano, a margem ficou em R$ 63,128 bilhões, avanço de 7,4%.

Já as despesas operacionais tiveram uma queda de 2,1% entre o terceiro e quarto trimestre, ficando em R$ 11,483 bilhões. Já quando comparado com o mesmo período de 2019, o banco teve um recuo de 9,3% nas despesas.

No ano, o Bradesco registrou despesas de R$ 46,423 bilhões, um recuo de 5,3% ante os R$ 49,026 bilhões de 2019.

O banco ainda apresentou crescimento de 10,3% na carteira de crédito expandida em 2020, de R$ 604,9 bilhões para R$ 687 bilhões. A expansão veio principalmente por conta do segmento de pessoas físicas, que subiu 11,7% em um ano, a R$ 260 bilhões.

A taxa de inadimplência acima de 90 dias encerrou o quarto trimestre em 2,2%, abaixo dos 3,3% registados no mesmo período de 2019 e pouco inferior aos 2,3% apurados nos três meses anteriores.

BRASIL | mercados | invistaja.info – Lucro do Bradesco sobe 35% no 4º trimestre e chega a R$ 6,8 bi; no ano, resultado cai 25%

palavras-chave: Lucro do Bradesco sobe 35% no 4º trimestre e chega a R$ 6,8 bi; no ano, resultado cai 25%; invistaja.info;

Veja também:

Fim da jornada: como Jeff Bezos desafiou expectativas e criou o império de tecnologia da Amazon

De alta de 5% à queda de 0,39%: o que explica o movimento da ação do Santander Brasil após o resultado?

Ibovespa acumula alta de 4% em 3 pregões com aposta por foco fiscal do Congresso; dólar sobe a R$ 5,37

Amend: o atleta paralímpico que transformou a fábrica falida em uma gigante de cosméticos

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade