Publicidade

Mercados miram semanas de incerteza à espera de dados sobre cepa

Estrategistas estimam que a janela para obter informações mais precisas pode ser de duas a oito semanas, e alertaram para a redução de posições alavancadas
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação para traders e investidores

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Mercados miram semanas de incerteza à espera de dados sobre cepa; invistaja.info;


CCRO3 | P/ACL: -1.2 | P/Cap.Giro: 5.65 | P/VP: 2.77 | P/EBIT: 7.08 | Div.Brut/Pat.: 2.85 | EV/EBIT: 11.89

ListenToMarket: Mercados miram semanas de incerteza à espera de dados sobre cepa – Áudio gerado às: 8:20:31

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

(MarketMsg) – O destino dos mercados globais agora depende, pelo menos em parte, de laboratórios do mundo todo que estudam a variante ômicron do COVID-19, o que pode trazer semanas de incerteza para investidores à espera de respostas.

A variante detectada na África é descrita como muito preocupante. Com isso, cada vez mais países começam a fechar fronteiras. Cientistas analisam se as vacinas são eficientes contra a nova cepa e a gravidade dos casos.

Fabricantes como BioNTech esperam os primeiros dados dentro de duas semanas, informações preliminares que ajudarão a determinar se a variante representa um susto passageiro ou se causará maior impacto na reabertura econômica global.

+KKR e CVC estudam oferta conjunta por Telecom Itália: Fontes

Relatos de casos leves de Covid-19 causados pela ômicron trouxeram certa estabilidade aos mercados na segunda-feira, depois das perdas do petróleo e das bolsas na sexta, acompanhadas pelo aumento da volatilidade.

Mas dados definitivos são escassos: estrategistas do Citigroup, que incluem Jamie Fahy e Yasmin Younes, estimam que a janela para obter informações mais precisas pode ser de duas a oito semanas, e alertaram para a redução de posições alavancadas.

“No mínimo, a volatilidade será maior nas próximas duas semanas”, disse Peter Berezin, estrategista-chefe global da BCA Research. Os índices acionários podem cair ainda mais, mas uma queda acima de 10% seria uma oportunidade de compra, acrescentou.

O petróleo mostrava recuperação na segunda-feira, cotado a US$ 71 o barril, mas ainda era negociado cerca de US$ 7 abaixo do preço antes do susto causado pela ômicron na sexta-feira. O rendimento dos Treasuries de 10 anos subia, mas também se mantinha abaixo dos níveis de 24 de novembro.

Os mercados futuros indicavam que Europa e Estados Unidos podem ajudar a recuperação dos índices acionários globais, perto do menor nível em seis semanas.

hotWords: miram semanas espera incerteza sobre

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Operadores reduziram apostas em uma política monetária mais apertada para combater a inflação, antes o tema dominante em meio a expectativas de que o pior da pandemia havia passado. Mas o que a ômicron representa para o crescimento econômico e a inflação permanece nebuloso.

“A inflação pode ter uma breve trégua devido a preços de energia mais baixos, mas os lockdowns se somam às restrições de oferta, enquanto a demanda dos consumidores nos EUA se mantém inabalável”, disse Ben Emons, estrategista macro global da Medley Global Advisors.

Em meio à incerteza, os ganhos no acumulado do ano à medida que o Natal se aproxima – 22% para o S&P 500 – podem levar investidores a realizar lucros. Outra possibilidade seria a preferência por apostas com foco em empresas que se beneficiam do trabalho remoto e do segmento fique em casa até que surjam mais dados, disse Ryan Jacob, da Jacob Asset Management.

Para o Goldman Sachs, provavelmente não são necessárias grandes mudanças no portfólio, desde que as vacinas existentes permaneçam eficazes e que a ômicron não seja mais perigosa do que outras cepas, escreveu o banco em  nota.

O desafio é que a ômicron talvez não tenha sido o único fator em jogo para a queda das bolsas, de acordo com Peter Tchir, chefe de estratégia macro da Academy Securities. Outras variáveis incluem bancos centrais menos favoráveis a uma política frouxa e o fato de que os preços das ações pareciam muito altos segundo alguns indicadores.

“Eu não ficaria surpreso com um salto quando decidirmos que a ômicron é administrável, mas eu atenuaria esse salto, já que não é tudo o que está acontecendo aqui”, disse Tchir.

Ainda não investe no exterior? Estrategista da XP dá aula gratuita sobre como virar sócio das maiores empresas do mundo, direto do seu celular – e sem falar inglês

palavras-chave: Mercados miram semanas de incerteza à espera de dados sobre cepa; invistaja.info;

CALIFORNIA | mercados | invistaja.info – Mercados miram semanas de incerteza à espera de dados sobre cepa

REFLEXÃO: Eddy Elfenbein, dono do site Crossing Wall Street: Seja paciente e ignore modismos. Foque no valor e não entre em pânico.

Tópicos mais acessados:

Varejo registra alta de 6,3% no faturamento nominal na Black Friday, diz Cielo-ICVA

Minério sobe com expectativa de reposição de estoques de usinas

Presidente da Latam afirma que proposta de compra da Azul era “incompleta”

PIB do terceiro trimestre, votação da PEC dos Precatórios no Senado e variante Omicron da Covid-19: o que acompanhar na próxima semana

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade