Minério de ferro despenca até 12% em Singapura, com riscos para crescimento abalando metais; ADR da Vale cai 4% no pré-market de NY

A desvalorização é motivada por expectativas de que a produção e o consumo de aço chinês vão diminuir no resto do ano
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como profissionais

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Minério de ferro despenca até 12% em Singapura, com riscos para crescimento abalando metais; ADR da Vale cai 4% no pré-market de NY; invistaja.info;


CRIV3 | P/EBIT: 0.0 | P/Cap.Giro: 0.0 | Cresc.5anos: -0.0433 | ROIC: 0.0 | DY: 0.0 | Liq.Corr.: 0.0

ListenToMarket: Minério de ferro despenca até 12% em Singapura, com riscos para crescimento abalando metais; ADR da Vale cai 4% no pré-market de NY – Áudio gerado às: 7:40:30

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

(invistaja.info) — Os contratos de minério de ferro despencaram e o cobre caiu para uma mínima de quatro meses em meio às crescentes preocupações com a produção de aço na China, os riscos para o crescimento global e a perspectiva de redução do estímulo nos Estados Unidos.

O minério de ferro acelerou as perdas nesta semana, e os futuros caíram 12% em Singapura, para a menor cotação desde dezembro. A desvalorização é motivada por expectativas de que a produção e o consumo de aço chinês vão diminuir no resto do ano, em parte devido às medidas para reduzir a poluição. Os preços acumulam baixa de mais de 40% em relação ao recorde alcançado há apenas três meses.

Os mercados de metais também são pressionados pela expectativa de que o Federal Reserve possa em breve começar a reduzir o enorme estímulo que ajudou a elevar os preços no último ano, bem como pelos riscos da variante delta do coronavírus, que se espalha rapidamente. Dados mais fracos nos EUA e na China recentemente reforçaram a percepção de que a recuperação econômica global está perdendo força.

+Ibovespa fecha em queda e já recua 2% no ano; dólar salta 2% e DIs longos avançam até 30 pontos com ata do Fomc

Essas preocupações empurraram o cobre abaixo de US$ 9.000 a tonelada na quinta-feira, e o estanho se desvalorizou 11% com a queda de todos os metais básicos. Ações do setor de mineração também foram afetadas: BHP, Rio Tinto, Glencore e Antofagasta chegaram a cair mais de 3%. No pré-market da Bolsa de Nova York, os ADRs da Vale (VALE3) caíam 4,19%, a US$ 18,50, no início da manhã.

O petróleo também perdeu terreno, sendo negociado abaixo de US$ 65 o barril, a menor cotação desde maio.

“A recente desaceleração dos números macro chineses, a propagação da Covid-19 na China e agora também um dólar ainda mais forte são riscos potenciais que, no curto prazo, podem desafiar as perspectivas altistas de longo prazo para o cobre”, disse Ole Hansen, chefe de estratégia de commodities do Saxo Bank.

A ata do Fed divulgada na quarta-feira mostrou que a maioria das autoridades do banco central dos EUA estava de acordo com a possibilidade de desacelerar o ritmo de compras de títulos no fim deste ano devido ao avanço rumo às metas de inflação e de emprego, o que favorece o dólar e reduz o apelo das commodities.

Na Bolsa de Metais de Londres, o cobre chegou a cair 2,8%, para US$ 8.786,50 a tonelada às 10h16 no horário local. O metal, considerado um termômetro da economia, atingiu máxima histórica de mais de US$ 10.700 em maio.

hotWords: crescimento riscos metais; para ferro pré-market

Publique seu negócio no invistaja.info

Ferro e aço

A China tem repetidamente instado siderúrgicas a limitarem a produção para reduzir a poluição, e o menor volume produzido em julho sinaliza que as medidas começam a fazer efeito. Alguns grandes produtores já tomaram providências para reduzir a oferta, enquanto a gigante de mineração BHP disse esta semana que a crescente probabilidade de cortes severos da produção no segundo semestre “testa a resolução altista dos mercados de futuros”.

O minério de ferro caiu 12%, para US$ 131,40 a tonelada em Singapura, enquanto os futuros em Dalian perderam 7%.

“O minério de ferro continua sendo a commodity mais centrada na China, então, quando a atividade econômica desacelera, o vírus se espalha e as linhas de suprimento são interrompidas, o minério de ferro está na linha de fogo”, disse Hansen.

A perdas do minério de ferro atingiram os preços do aço, que também caíram devido às expectativas de demanda mais fraca na China. Com as medidas do país para controlar o mercado imobiliário e segurar a inflação, os preços dos imóveis subiram no ritmo mais lento em seis meses.

“Os preços do aço ao redor do mundo começam a esfriar como esperávamos e mantemos nossa visão de que haverá uma maior desaceleração das cotações no restante de 2021 e em 2022, à medida que a demanda chinesa da indústria de construção enfraquece”, disse a Fitch Solutions em relatório.

Quer atingir de uma vez por todas a consistência na Bolsa? Assista de graça ao workshop “Os 4 Segredos do Trader Faixa Preta” com Ariane Campolim.

palavras-chave: Minério de ferro despenca até 12% em Singapura, com riscos para crescimento abalando metais; ADR da Vale cai 4% no pré-market de NY; invistaja.info;

GLEBA PALHANO | mercados | invistaja.info – Minério de ferro despenca até 12% em Singapura, com riscos para crescimento abalando metais; ADR da Vale cai 4% no pré-market de NY

REFLEXÃO: Morgan Housel: Se preocupe somente quando você achar que tiver tudo resolvido.

Leia também:

Bolsonaro diz que é possível superar inflação e desemprego com “fé e crença”

IFI alerta para aumento do risco fiscal e efeitos sobre recuperação econômica

Governo notifica 650 mil pessoas a devolver auxílio emergencial

Sangria nos juros se estende a câmbio e dólar vai a máxima desde maio com temor fiscal

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade