Publicidade

Novos insumos da CoronaVac chegam a São Paulo na noite nesta quarta-feira; montante produz 8,6 milhões de doses

De acordo com informações do governo paulista, insumos chegam a São Paulo às 23h30 desta quarta-feira, no Aeroporto de Viracopos (Campinas)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

invistaja.info | Informação para quem vive o mercado

BRASIL | invistaja — Na noite desta quarta-feira (3), chegam ao estado de São Paulo 5,4 mil litros do ingrediente farmacêutico ativo (IFA).

palavras-chave: Novos insumos da CoronaVac chegam a São Paulo na noite nesta quarta-feira; montante produz 8,6 milhões de doses; invistaja.info;

Essa matéria-prima é necessária para que o Instituto Butantan possa continuar sua produção da CoronaVac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela parceria entre o instituto paulista e a farmacêutica chinesa Sinovac.

O IFA é o princípio ativo do imunizante. Segundo anunciado pelo Butantan anteriormente, esses 5,4 mil litros são suficientes para a produção de 8,6 milhões de doses da CoronaVac. João Doria, governador do estado de São Paulo (PSDB), afirmou em coletiva realizada também nesta quarta-feira que, a partir do dia 23 de fevereiro, tais vacinas começarão a ser distribuídas pelo Ministério da Saúde.

De acordo com informações do governo paulista, os insumos chegam a São Paulo às 23h30 desta quarta-feira, no Aeroporto de Viracopos (Campinas). Por conta da parceria entre Butantan e Sinovac, os insumos saem da fábrica da Sinovac, em Pequim (China), e são enviados diretamente para São Paulo.

+Minas Gerais anuncia que definiu termos financeiros para acordo por Brumadinho com a Vale e marca audiência para 5ª

Mais um lote a caminho

Além dessa carga, uma nova remessa de insumos é esperada pela administração paulista até o próximo dia 10 de fevereiro. A carga futura, com 5,6 mil litros de IFA, deverá ser suficiente para a produção de mais 8,7 milhões de doses da CoronaVac.

A expectativa de Dimas Covas, presidente do Butatan, com essas duas novas remessas de insumos “A partir do dia 25 de fevereiro, liberaremos em torno de 600 mil doses por dia, até atingir o total de 17,3 milhões de novas doses em março”, explicou Covas durante coletiva de imprensa realizada na última terça-feira (2).

O Butantan entregou 8,7 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde até o final de janeiro. Com as 17,3 milhões de novas doses, o total iria para 26 milhões de doses.

Segundo o diretor do Butantan, a expectativa do instituto é de receber até o mês de abril insumos para a produção de doses para chegar às 48 milhões de vacinas previstas no primeiro contrato entre Butantan e Sinovac. O Butantan tem um pedido adicional de 8 mil litros do principio ativo em andamento, e mais serão necessários. “A produção prosseguirá muito rapidamente, até a integralização de 46 milhões”, complementou Covas durante a coletiva.

Um segundo acordo, de 58 milhões de doses, foi confirmado após o Ministério da Saúde mostrar interesses nas vacinas adicionais. Em coletiva de imprensa realizada na última sexta-feira (29), Covas confirmou ter recebido a manifestação de interesse do Ministério da Saúde. O acordo foi assinado no último sábado (30).

O Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI), assinou contratos para adquirir toda a produção do instituto. Além da CoronaVac, a pasta também possui no portfólio a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca. Para distribuição do imunizante nacionalmente, a universidade e a farmacêutica britânicas realizaram um acordo de transferência de tecnologia () com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

Vacinação em São Paulo e no Brasil

Segundo os últimos números do Vacinômetro, ferramenta digital desenvolvida em parceria com a Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp) que permite a qualquer pessoa acompanhar em tempo real o número de vacinados no estado, 526.429 pessoas foram vacinadas em São Paulo até as 10h30 desta quarta-feira.

Na próxima segunda-feira (8), começa em São Paulo a segunda fase da imunização, voltada para idosos acima de 90 anos. Na primeira fase de imunização, apenas profissionais da saúde, indígenas, quilombolas e idosos que moram em asilos foram vacinados em São Paulo e no Brasil, seguindo as diretrizes impostas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde.

Em seguida, a partir do dia 15 de fevereiro, começa a imunização dos idosos de 85 a 89 anos em São Paulo. Segundo as últimas atualizações do governo paulista, ainda não há datas para as próximas etapas de vacinação.

Já o balanço da vacinação no país inteiro aponta que os 26 estados e o Distrito Federal vacinaram 2.496.159 pessoas, segundo a última atualização, feita às 20h da terça-feira (2), pelo consórcio para quantificar o total de vacinados no Brasil formado de jornais e sites da imprensa.

O montante de vacinados no Brasil equivale a, aproximadamente, 1,18% da população. Ainda segundo o consórcio, apenas 28,23% das doses disponíveis foram aplicadas até o momento.

BRASIL | economia | invistaja.info – Novos insumos da CoronaVac chegam a São Paulo na noite nesta quarta-feira; montante produz 8,6 milhões de doses

palavras-chave: Novos insumos da CoronaVac chegam a São Paulo na noite nesta quarta-feira; montante produz 8,6 milhões de doses; invistaja.info;

Veja também:

Minas Gerais anuncia que definiu termos financeiros para acordo por Brumadinho com a Vale e marca audiência para 5ª

Vacina de Oxford pode diminuir em 67% a transmissão do coronavírus, segundo estudo preliminar

AstraZeneca apresentou o 1º pedido de registro definitivo de vacina contra Covid-19 no Brasil

Ações do Santander Brasil sobem depois do resultado, Vale avança após forte queda da véspera e Méliuz salta com recomendação

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade