Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta terça-feira – 27/4

Investidores seguem em compasso de espera entre resultados e início do Fomc; IPCA-15, instalação da CPI da Covid e mais destaques
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Negociando na bolsa de valores

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta terça-feira – 27/4; invistaja.info;


RSUL4 | Mrg.Liq.: -0.0292 | Div.Brut/Pat.: -1.59 | Cresc.5anos: 0.1597 | P/ACL: -0.71 | P/Ativo: 0.504 | PSR: 0.612

ListenToMarket: Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta terça-feira – 27/4 – Áudio gerado às: 8:46:58

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

LONDRINA | invistaja.info — Os investidores seguem em compasso de espera na sessão desta terça-feira (27), em meio ao noticiário corporativo bastante movimentado. Em Wall Street, serão compartilhados, depois do fechamento do mercado, os resultados do primeiro trimestre de Microsoft e Alphabet.

Por aqui, os investidores repercutem os resultados da Vale, que registrou um lucro líquido de US$ 5,546 bilhões no primeiro trimestre de 2021, uma alta de 2.220% em relação ao resultado de US$ 239 milhões obtido no mesmo período do ano passado. Depois do fechamento, os balanços de Cesp, Cielo, Movida e Vamos Locação serão divulgados. Já a Petrobras divulga relatório de produção e vendas do 1º trimestre.

Ainda por aqui, as atenções se voltam à instalação da CPI da pandemia e também para o IPCA-15. Confira os destaques:

+Quase metade dos trabalhadores britânicos voltou aos escritórios

1. Bolsas mundiais

As bolsas europeias e os índices futuros americanos têm tendência de leve queda nesta terça-feira (27), à medida que os investidores reagem à divulgação de resultados e esperam pelo início da reunião do Fed. As bolsas asiáticas fecharam com tendência de queda, em meio a uma ressurgência do coronavírus.

Até o momento, 84% das empresas componentes do índice S&P que reportaram tiveram resultados acima da expectativa, mas a reação dos mercados, que já estão em níveis elevados, tem sido relativamente amena. Na segunda, o índice S&P se aproximou de bater um novo recorde, e o Nasdaq subiu 0,9%, atingindo um patamar recorde.

Nesta terça, investidores se preparam para a reunião de dois dias do Fed, o banco central americano, que se inicia hoje. A expectativa é de que o banco central não tome nenhuma nova medida imediatamente, e investidores devem se manter atentos às falas do presidente da instituição, Jerome Powell, especialmente em relação à inflação.

Os índices futuros americanos ficam estáveis. Um outro ponto importante é a divulgação de resultados por empresas, prevista para empresas como Alphabet, Microsoft e Starbucks, para depois do fechamento.

As bolsas asiáticas fecharam com tendência de queda, em meio à preocupação sobre a aceleração do ritmo de propagação da Covid.

Na terça-feira, o Banco do Japão anunciou a sua decisão de manter sua política monetária estável. Além disso, o banco central japonês revisou sua projeção para o núcleo da inflação no ano fiscal de 2021 dos 0,5% projetados em janeiro para 0,1%.

Várias regiões do país, incluindo Tóquio e Osaka, foram colocadas sob um novo estado de emergência em um esforço para barrar a propagação da Covid. O índice Nikkei caiu 0,46%, enquanto que o Topix caiu 0,76%.

As bolsas europeias têm tendência de leve queda, com o índice Eurostoxx, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 economias europeias recuando 0,16%. Ações dos setores de viagem e lazer sobem 2,1%, enquanto que aquelas dos setores automotivo e de seguros caem 0,8%.

Empresas como BP, UBS, ABB, Schneider Electric e Novartis estão aquelas que reportam nesta terça. Os resultados da BP superaram as expectativas com folga, com lucro com custo de reposição de US$ 2,6 bilhões no primeiro trimestre, impulsionado por preços mais altos do petróleo e margens maiores de refino. As ações da petroleira sobem mais de 0,7%.

A UBS reportou receita líquida de US$ 1,8 bilhão para o primeiro trimestre, alta de 14%. Mas indicou perdas significativas com o escândalo envolvendo o fundo de investimentos Archegos Capital, em abril.

O movimento se iniciou após a oferta de US$ 3 bilhões em ações da ViacomCBS por meio dos bancos Morgan Stanley e JPMorgan naufragar, levando a forte desvalorização dos papéis.

Isso desencadeou uma série de eventos que levou corretores a serviço do Archegos a se retirarem em massa de suas posições, em uma liquidação de ações no valor de mais de US$ 20 bilhões.

Isso afetou não só os papéis da ViacomCBS, mas também de outras empresas de mídia, como Discovery, e também ADRs chinesas de internet negociadas nos Estados Unidos, como Baidu, Tencent e Vipshop. Instituições financeiras a serviço da Archegos também foram afetadas.

Logo após as vendas do fundo de hedge, o suíço Credit Suisse e a empresa japonesa de serviços financeiros Nomura informaram que tiveram perdas “significativas” nos resultados do quarto trimestre devido a transações de um cliente, levando a desvalorização de suas ações. Agora, o mesmo efeito se repete com o suíço UBS, cujas ações têm quedas de 2,8%.

2. Agenda

O Banco do Japão manteve a taxa de juros em -0,10%, em linha com a expectativa de analistas. Às 2h, o banco central japonês divulgou o núcleo da inflação anual medida pelo IPC (Índice de Preços ao Consumidor), de 0%, acima do patamar anterior, de -0,2%. Nesta terça deve ocorrer uma coletiva de imprensa do Banco do Japão.

Às 9h é divulgada a inflação relativa a abril no Brasil, medida pelo IPCA-15, com expectativa mediana de alta de 0,69% frente março, segundo consenso Refinitiv. Na comparação com abril de 2020, a expectativa é de alta de 6,26%.

Às 10h é divulgado o índice de preços de imóveis nos Estados Unidos, relativo a fevereiro. Às 11h, serão revelados os dados de confiança do consumidor no país.

3. Início da CPI da Covid

Na segunda (26), a média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 2.451, queda de 20% em comparação com o patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia foram registradas 1.279 mortes.Nos primeiros quatro meses de 2021 morreram 195.949 pessoas, mais do que as 194.976 registradas em todo o ano de 2020. As informações são do consórcio de veículos de imprensa que sistematiza dados sobre Covid coletados por secretarias estaduais de Saúde no Brasil, que divulgou, às 20h, o avanço da pandemia em 24 h.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 56.106, queda de 21% em relação ao patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia foram registrados 31.044 casos. 29.554.723 pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a Covid no Brasil, o equivalente a 13,96% da população. A segunda dose foi aplicada em 13.127.599 pessoas, ou 6,2% da população. Analistas vêm apontando a velocidade da imunização como um dos fatores a influenciarem a retomada da economia.

Na segunda, o Instituto Butantan anunciou que identificou mais um caso da variante sul-africana do coronavírus no estado de São Paulo, elevando para dois o total de casos confirmados no Brasil desta linhagem, que, assim como a variante P.1, originada em Manaus, é mais transmissível.

De acordo com o Butantan, o novo caso foi descoberto na Baixada Santista. O primeiro caso fora confirmado em Sorocaba, no início de abril. As novas variantes são apontadas como responsáveis pelas novas ondas da Covid-19 no Brasil e em outros países, como a Índia, e há uma preocupação sobre a eficácia das vacinas contra essas novas formas do vírus. Estudos têm apontado, até o momento, que as vacinas existentes são eficazes contra as variantes originadas na África do Sul e em Manaus.

Os cinco diretores da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) rejeitaram na segunda, por unanimidade, a importação e o uso da vacina russa Sputnik V pelo Brasil. O relator, Alex Machado Campos, apontou falta de documentação e possíveis riscos à saúde.

O pedido para uso emergencial da vacina foi protocolado em 25 de março pela União Química, responsável pelo imunizante no Brasil. O colegiado se reuniu extraordinariamente na segunda para cumprir decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski, que concedeu prazo de 30 dias para que a agência reguladora decidisse sobre o uso do imunizante.

A área técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou nesta segunda-feira que a diretoria do órgão rejeite os pedidos feitos por 10 Estados de importação da vacina russa contra a Covid-19 Sputnik V.

hotWords: movimentar assuntos nesta terça-feira

Publique seu negócio no invistaja.info

Em seu parecer, o gerente-geral de Medicamentos e Produtos Biológicos do órgão, Gustavo Mendes, listou uma série de “deficiências” no pedido e disse que, por isso, não poderia ser avalizada a importação em razão da falta de informações mínimas para se garantir uma análise da segurança, qualidade e eficácia do imunizante.

As recomendações da área técnica do órgão regulador serão levadas em conta para a decisão que a diretoria colegiada fará sobre o pedido de importação ainda nesta segunda.

Nesta terça-feira, às 10h, ocorre a primeira reunião oficial da CPI da Covid no Senado, em que os membros elegerão o presidente e o vice. A expectativa é de que Omar Aziz (PSD-AM), que é visto como independente, seja eleito como presidente, e que o vice seja Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que integra a oposição. Renan Calheiros (MDB-AL) deve assumir a relatoria.

Das 11 vagas, apenas 4 são ocupadas por senadores vistos como aliados confiáveis da base do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Por isso, a CPI tem potencial de desgastar o governo.No final da semana, a Casa Civil enviou um e-mail para 13 ministérios com uma tabela com 23 afirmações sobre as quais o governo poderia ser confrontado na CPI. A Casa Civil pedia que os ministérios levantassem informações para preparar a resposta do governo.

O documento vazou, o que fez com que o e-mail fosse criticado por parte do próprio governo como um roteiro para a oposição ainda pior do que aquele que integrantes da CPI vinham falando.

As primeiras questões são acusações recorrentes, como a de ter sido negligente com a aquisição de vacinas, especialmente com a CoronaVac; a de ter minimizado a gravidade da epidemia e não ter incentivado a adoção de medidas restritivas; e ainda de promover tratamentos sem eficácia cientificamente comprovada. A Casa Civil inclui ainda uma acusação de “genocídio” de indígenas, e a de que o governo teria criado e disseminado notícias falsas sobre a pandemia através do “gabinete do ódio” do Planalto, entre outros pontos.

Além disso, na segunda a PGR (Procuradoria-Geral da República) denunciou ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e mais 17 pessoas por crimes cometidos na aquisição de respiradores para pacientes de Covid-19.

A investigação começou no ano passado, após notícias de que 28 aparelhos haviam sido comprados de uma loja de vinhos, e já foram deflagradas três fases de medidas como busca e apreensão autorizadas pelo ministro Francisco Falcão, relator do caso no STJ.

A acusação criminal feita pela subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, sustenta que na estrutura burocrática do governo do Amazonas, sob o comando de Lima, havia “uma verdadeira organização criminosa que tinha por propósito a prática de crimes contra a administração pública, especialmente a partir do direcionamento de contratações de insumos para enfrentamento da pandemia, sendo certo que, em pelo menos uma aquisição, o intento se concretizou”.

Segundo a PGR, o governador exerceria o “comando dessa organização criminosa voltada à prática de crimes diversos”, sobretudo dispensa indevida de licitação, fraude à licitação e peculato.

4. Orçamento, reforma tributária e renda básica

Em conversa com apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada na segunda, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que tenta solucionar, sem quebrar a regra do teto de gastos, o que chamou de “probleminha” no Orçamento de 2021 sancionado na semana passada. “Estamos com probleminha no Orçamento agora, vamos tentar recuperar alguma coisa, sem furar o teto”, disse.

O Orçamento aprovado inicialmente pelo Congresso subestimou os valores de despesas obrigatórias. A sobra foi realocada para emendas parlamentares, que chegaram a R$ 30 bilhões, o que fez com que o Tesouro classificasse o Orçamento como inviável.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendia o veto total ao Orçamento, alegando que a sanção faria com que o presidente incorresse em crime de responsabilidade. Depois de uma longa negociação, o presidente sancionou o texto na última quinta-feira com cortes de R$ 19,8 bilhões, parte das emendas parlamentares, parte de programas federais.

Outros R$ 9,3 bilhões foram bloqueados. Ou seja, podem ser liberados no futuro se a arrecadação federal permitir.

Além disso, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou na segunda, após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, que a Casa voltará a focar na reforma tributária. Ele deu prazo até 3 de maio para acessar o texto do relator da reforma na comissão mista, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

“Eu entreguei ao ministro (Guedes) um ofício endereçado ao relator da matéria, deputado Aguinaldo Ribeiro, dando prazo máximo até dia 3 de maio para que nós tenhamos acesso ao relatório”, afirmou Lira em rápido pronunciamento à imprensa na residência oficial da presidência da Câmara.

“Nós estamos aqui ratificando que o interesse da Câmara é justamente voltar a discutir, com serenidade, com transparência, amplitude e com debate claro, a reforma tributária que o Brasil tanto precisa”, afirmou. Guedes estava a seu lado, e não comentou o encontro.

Além disso, atendendo a pedido da Defensoria Pública da União o Supremo Tribunal Federal formou maioria na segunda para determinar que o governo federal fixe um valor e comece a pagar a renda básica de cidadania a partir de 2022. A Defensoria cobrava a regulamentação de uma lei de 2005 que previa o pagamento do benefício.

A renda básica de cidadania, prevista em lei, deveria ser paga em valor “suficiente para atender às despesas mínimas de cada pessoa com alimentação, educação e saúde, considerando para isso o grau de desenvolvimento do país e as possibilidades orçamentárias”, segundo o pedido.

A maioria dos ministros seguiu o voto do ministro Gilmar Mendes. Ele determinou que o governo fixe o valor do benefício aos brasileiros em situação de extrema pobreza, com renda per capita de R$ 89 a R$ 178, tomando inclusive medidas legais cabíveis para garantir a mudança.

5. Radar corporativo

Em destaque no radar, a mineradora Vale registrou um lucro líquido de US$ 5,546 bilhões no primeiro trimestre de 2021, uma alta de 2.220% em relação ao resultado de US$ 239 milhões obtido no mesmo período do ano passado. O resultado também cresceu de forma significativa em relação ao trimestre anterior, quando a empresa registrou ganhos de US$ 739 milhões.

A Smiles teve lucro líquido de R$ 47,7 milhões no primeiro trimestre de 2021, queda de 15,2% frente igual período de 2020.

“Os principais impactos sobre as informações financeiras trimestrais se relacionam à redução no volume de resgates de milhas (13.976 milhões de milhas resgatadas no trimestre findo em 31 de março de 2021 em comparação a 17.860 milhões no mesmo período findo em 31 de março de 2020) que reflete na redução na receita líquida e margem de lucro da Companhia”, destacou a Smiles. A receita líquida totalizou R$ 151,11 milhões no primeiro trimestre, 11,8% menor frente o mesmo trimestre de 2020. Na comparação com o trimestre imediatamente anterior, a baixa na receita líquida foi de 28,4%.

Depois do fechamento, os balanços de Cesp, Cielo, Movida e Vamos Locação serão divulgados. Já a Petrobras divulga relatório de produção e vendas do 1º trimestre.

Ainda em destaque, o Grupo Soma anunciou na manhã da véspera que combinará suas operações com a Hering por R$ 5,1 bilhões, sendo o pagamento feito 30% em dinheiro (R$ 1,5 bilhão ou R$ 9,63 por ação) e 70% via troca de ações (1,625107 ações de SOMA3 por 1 ação HGTX3). De acordo com o consenso da Bloomberg, isso implica em um múltiplo de aquisição de 29 vezes a relação preço sobre lucro esperada para 2021 (sem sinergias) ou 14 vezes P/L, considerando R$ 200 milhões de sinergias a serem capturadas nos próximos 2-3 anos. O negócio ainda está sujeito à aprovação do órgão antitruste, com previsão de conclusão até o final do primeiro semestre de 2021.

palavras-chave: Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta terça-feira – 27/4; invistaja.info;

GLEBA PALHANO | mercados | invistaja.info – Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta terça-feira – 27/4

REFLEXÃO: Eddy Elfenbein, dono do site Crossing Wall Street: Seja paciente e ignore modismos. Foque no valor e não entre em pânico.

Veja também:

Bolsas europeias e futuros americanos têm leves quedas com resultados e reunião do Fed no radar

Vale tem lucro líquido de US$ 5,5 bilhões no primeiro trimestre de 2021, alta de 2.220%

Sputnik V: Anvisa nega importação da vacina russa por estados brasileiros

Tesla tem lucro recorde de US$ 438 milhões e alta de 74% na receita no 1º trimestre

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade