Para líder do PT no Senado, o melhor é MP da Eletrobras perder a validade

Senador Paulo Rocha defendeu que é necessário que o processo seja encaminhado ao Congresso por meio de outro dispositivo, para haver discussão mais ampla
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Conteúdos sobre investimentos

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Para líder do PT no Senado, o melhor é MP da Eletrobras perder a validade; invistaja.info;


GGPS3 | PSR: 0.0 | P/L: 0.0 | Liq.Corr.: 1.42 | Cotacao: 16.69 | P/VP: 12.61 | P/EBIT: 0.0

ListenToMarket: Para líder do PT no Senado, o melhor é MP da Eletrobras perder a validade – Áudio gerado às: 14:10:22

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

O líder do PT no Senado, Paulo Rocha (PA), criticou a tentativa do governo de privatizar a Eletrobras (ELET3;ELET6)  por meio de uma medida provisória e afirmou que o melhor seria deixar o texto perder a validade sem ser aprovado. O senador defendeu que é necessário que o processo seja encaminhado ao Congresso por meio de outro dispositivo, para que haja uma discussão mais ampla.

Por ser uma MP, o texto enviado pelo Executivo em fevereiro tem força de lei, mas precisa ser aprovado pelo Congresso até 22 de junho para se tornar definitivo e o governo dar prosseguimento ao processo de desestatização da empresa.

“Nossa posição é clara. Vamos fazer esse tipo de debate e dialogar com todas as forças políticas, porque a melhor decisão é fazer caducar essa MP e chamar a responsabilidade do governo em mandar um instrumento mais adequado para cá, para poder aprofundar, discutir e buscar uma saída”, afirmou Rocha durante sessão temática do Senado sobre o tema nesta quarta-feira, 2.

+Ações da Marfrig sobem quase 4%, B3 cai forte com recomendação rebaixada pelo JPMorgan; shoppings avançam

O senador afirmou que a posição do partido é clara para que haja debates e diálogos com todas as forças políticas. “Nosso debate aqui não é ideológico, como tentam polarizar essa questão. É um debate muito claro de que o sistema Eletrobras no País mexe com a vida do povo, das famílias e a vida econômica do nosso país”, afirmou.

O discurso foi acompanhado pelo líder da Minoria, senador Jean Paul Prates (PT-RN), que preside a sessão. O parlamentar também disse que o melhor seria fazer um compromisso de discutir o tema de forma mais ampla.

hotWords: senado, perder melhor eletrobras

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Prates também defendeu que o Projeto de Lei 232/2016, chamado de modernização do setor elétrico, deveria avançar antes da privatização. O texto está travado na Câmara.

“Outro aspecto a ser explorado neste debate é a qualidade dos dados e estudos disponíveis para orientar o planejamento setorial elétrico no Brasil a partir desta medida. A própria Aneel Agência Nacional de Energia Elétrica ainda não apresentou nenhuma análise de impacto regulatório, e não há indicação de como será a alocação de riscos do setor hidrelétrico brasileiro”, afirmou Prates.

palavras-chave: Para líder do PT no Senado, o melhor é MP da Eletrobras perder a validade; invistaja.info;

GLEBA PALHANO | mercados | invistaja.info – Para líder do PT no Senado, o melhor é MP da Eletrobras perder a validade

REFLEXÃO: Tim Hanson, da Motley Fool: Compre ações impressionantes por preços que não refletem sua grandiosidade.

Notícias relacionadas:

Investigação no Brasil liga trading americana Freepoint a esquemas de propina, diz Reuters

Ações da BRF voltam a entrar em leilão nesta quarta por operação de venda em bloco dos papéis

Impasse com trabalhadores no Canadá é negativo para Vale, mas analistas veem solução em breve e mantêm otimismo com ação

Crise de energia afeta preços de alimentos e inflação, diz Campos Neto

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.