Para privatizar Eletrobras, Bolsonaro edita decreto para criar a estatal ENBpar

A nova empresa pública será responsável por assumir a Eletronuclear e Itaipu Binacional
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Negociando na bolsa de valores

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Para privatizar Eletrobras, Bolsonaro edita decreto para criar a estatal ENBpar; invistaja.info;


CXSE3 | P/L: 15.1 | EV/EBITDA: -460.66 | EV/EBIT: -460.41 | Cresc.5anos: 0.0 | PSR: 0.0 | Cotacao: 9.16

Em continuidade ao plano de privatizar a Eletrobras (ELET3;ELET6), o presidente Jair Bolsonaro editou um decreto para criar uma estatal, a Empresa Brasileira de Participações em Energia Nuclear e Binacional, a ENBpar.

A nova empresa pública será responsável por assumir a Eletronuclear e Itaipu Binacional, que devem seguir sob controle da União após o repasse da estatal para a iniciativa privada. O documento foi publicado no Diário Oficial nesta segunda-feira.

Segundo a nota da Secretaria-Geral, a criação da estatal, que será organizada sob a forma de sociedade anônima e vinculada ao Ministério de Minas e Energia (MME), “viabiliza a desestatização da Eletrobras”.

+Ação do Méliuz sobe 8% em segundo dia de recuperação; Magalu cai 9% e Petrobras e CSN viram para queda

Recentemente, o presidente da estatal, Rodrigo Limp, afirmou que a previsão é de que a operação seja realizada em fevereiro de 2022, mas não descartou que haja um plano B se algo sair fora do programado.

A criação da empresa pública está prevista na Medida Provisória aprovada pelo Congresso que permite a privatização da Eletrobras. A legislação exige que a União mantenha sob o controle, direto ou indireto, às empresas, instalações e participações detidas ou gerenciadas pela Eletronuclear e pela Itaipu.

O Tratado de Itaipu não permite mudanças que não tenham sido aprovadas pelo Paraguai, que detêm metade da usina, enquanto a exploração nuclear é atividade exclusiva da União, conforme determina a Constituição.

hotWords: enbpar para edita decreto criar privatizar

Seja anunciante no invistaja.info

“Ela (a lei) autoriza ainda a criação da ENBpar com a finalidade de garantir a manutenção sob o controle da União da operação de usinas nucleares, bem como a titularidade do capital social e a aquisição dos serviços de eletricidade da Itaipu Binacional por entidade da administração pública federal, para atender ao disposto no Tratado entre a República Federativa do Brasil e a República do Paraguai para o aproveitamento hidrelétrico dos recursos hídricos do Rio Paraná, pertencentes em condomínio aos dois países”, diz a Secretaria-Geral.

A empresa ainda será responsável por administrar os bens da União sob administração da Eletrobras e por gerir os contratos de financiamento que utilizaram da Reserva Global de Reversão celebrados até novembro de 2016.

A estatal também irá administrar a conta corrente do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica, o Procel, e os contratos de comercialização de energia gerada pelos empreendimentos contratados no âmbito do Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica, o Proinfa.

(com Estadão Conteúdo)

Conheça o plano de ação da XP para você transformar os desafios de 2022 em oportunidades de investimento.

GLEBA PALHANO | mercados | invistaja.info – Para privatizar Eletrobras, Bolsonaro edita decreto para criar a estatal ENBpar

REFLEXÃO: Tom Gardner, da Motley Fool: Encontre lideres notáveis e uma missão para o longo da vida.

Notícias relacionadas:

Desigualdades agravam pandemias, alertam pesquisadores

Cardano passa por atualização mais importante da história e adiciona contratos inteligentes na rede

SP aplica 67% das doses de reforço contra Covid-19 do Brasil

Fiocruz deve retomar entrega de vacinas nesta semana

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade