PUBLICIDADE

Petrobras informa ter indagado ministério sobre declarações alusivas a política de preços da estatal

Ontem, Jair Bolsonaro falou sobre a política de preços da estatal
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como um profissional

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Petrobras informa ter indagado ministério sobre declarações alusivas a política de preços da estatal; invistaja.info;


DMMO3 | Liq.Corr.: 0.36 | Cresc.5anos: 0.1119 | P/ACL: -0.32 | ROE: 0.4356 | DY: 0.0 | PSR: 0.869

hotWords: indagado política declarações sobre informa alusivas

Seja anunciante no invistaja.info

Sobre as declarações atribuídas ao presidente da República, Jair Bolsonaro, envolvendo o reajuste de gás e sobre possíveis mudanças na política de preço da Petrobras, a estatal informa em comunicado divulgado nesta quarta-feira, 7, que “indagou o seu acionista controlador, por meio do Ministério de Minas e Energia (MME), sobre a existência de informações relevantes que deveriam ser divulgadas ao mercado, e até o momento, não recebeu resposta”.

Em Foz do Iguaçu (PR), para cerimônia de posse do general João Francisco Ferreira como novo diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional, Bolsonaro defendeu maior previsibilidade na política de preços da Petrobras, além de transparência.

O chefe do Executivo também pediu a participação do parlamento para aprovação do projeto do governo sobre a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis.

+InfoMoney assina acordo com Bloomberg Media para produção de podcasts

Ele indicou que a política de preços da estatal poderia ser modificada com a aprovação do texto.

Leia mais: Bolsonaro diz que aumento de 39% do gás é “inadmissível” e que política de preços da Petrobras pode mudar

hotWords: indagado política declarações sobre informa alusivas

Seja anunciante no invistaja.info

Sobre as declarações atribuídas ao presidente da República, Jair Bolsonaro, envolvendo o reajuste de gás e sobre possíveis mudanças na política de preço da Petrobras, a estatal informa em comunicado divulgado nesta quarta-feira, 7, que “indagou o seu acionista controlador, por meio do Ministério de Minas e Energia (MME), sobre a existência de informações relevantes que deveriam ser divulgadas ao mercado, e até o momento, não recebeu resposta”.

Em Foz do Iguaçu (PR), para cerimônia de posse do general João Francisco Ferreira como novo diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional, Bolsonaro defendeu maior previsibilidade na política de preços da Petrobras, além de transparência.

O chefe do Executivo também pediu a participação do parlamento para aprovação do projeto do governo sobre a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis.

+InfoMoney assina acordo com Bloomberg Media para produção de podcasts

Ele indicou que a política de preços da estatal poderia ser modificada com a aprovação do texto.

Leia mais: Bolsonaro diz que aumento de 39% do gás é “inadmissível” e que política de preços da Petrobras pode mudar

palavras-chave: Petrobras informa ter indagado ministério sobre declarações alusivas a política de preços da estatal; invistaja.info;

GLEBA PALHANO | mercados | invistaja.info – Petrobras informa ter indagado ministério sobre declarações alusivas a política de preços da estatal

REFLEXÃO: Eddy Elfenbein, dono do site Crossing Wall Street: Seja paciente e ignore modismos. Foque no valor e não entre em pânico.

Saiba mais:

Bolsas mundiais registram ganhos repercutindo ata de reunião do Fed

Governo revisa metodologia da balança comercial e superávit de 2021 aumenta em quase 5 vezes

Dólar abandona queda e fecha em alta com declarações de Bolsonaro e exterior

Atenção, Tesla: chegou a hora de competir

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

PUBLICIDADE

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE