Petrobras recebe do governo indicações de novos nomes para vagas no Conselho de Administração

A União ainda pode realizar mais duas indicações de membros ao Conselho de Administração
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Conteúdo de quem vive de mercado

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Petrobras recebe do governo indicações de novos nomes para vagas no Conselho de Administração; invistaja.info;


CEEB3 | Div.Brut/Pat.: 1.28 | Mrg.Ebit: 0.1732 | Pat.Liq: 6109000000.0 | P/Ativo: 0.514 | P/VP: 1.76 | DY: 0.0237

A Petrobras (PETR3;PETR4) comunicou ao mercado na manhã desta segunda-feira (8) que recebeu ofícios do Ministério de Minas e Energia e do Ministério da Economia com seis indicações para membros do conselho de administração, para avaliação na próxima assembleia geral extraordinária. A União ainda pode realizar mais duas indicações de membros ao Conselho de Administração.

Os indicados são os seguintes:

1 – Eduardo Bacellar Leal Ferreira – Presidente do Conselho2 – Joaquim Silva e Luna3 – Ruy Flaks Schneider4 – Márcio Andrade Weber5 – Murilo Marroquim de Souza6 – Sonia Julia Sulzbeck Villalobos (esta indicada pelo Ministério da Economia)A União ainda pode realizar mais duas indicações de membros ao Conselho de Administração da companhia.

+Como a MRV quer dobrar de tamanho nos próximos 5 anos, apesar do aumento de juros e da pandemia

O atual presidente do conselho, almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira foi indicado para recondução ao cargo. Segundo o comunicado, ele é almirante de esquadra da reserva e foi comandante da Marinha do Brasil até janeiro de 2019. Além da Escola Naval, Eduardo Leal Ferreira fez cursos de pós-graduação na Escola de Guerra Naval do Brasil e na Academia de Guerra Naval do Chile. Entre os cargos que exerceu estão o de capitão dos Portos do Rio de Janeiro e diretor de Portos e Costas. Ele foi comandante da Escola Naval, da Escola Superior de Guerra e comandante-em-chefe da Esquadra Brasileira.

Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para a presidência da Petrobras, o general de Exército da reserva Joaquim Silva e Luna também é indicado do governo para o conselho. Atualmente, é diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional. Silva e Luna serviu no Ministério da Defesa de março de 2014 a janeiro de 2019, como secretário-geral e como Ministro da Defesa. Ele se graduou na Academia Militar das Agulhas Negras em Arma de Engenharia, fez doutorado em ciências militares, mestrado em operações militares, pós-graduação em projetos e análise de sistemas pela Universidade de Brasília e em política, estratégia e alta administração do Exército, curso de oficial de comunicações, na Escola de Comunicações e curso de guerra na selva, realizado no Centro de Instrução de Guerra na Selva.

O oficial de reserva da Marinha Ruy Flaks Schneider acumula os cargos de presidente do Conselho de Administração da Eletrobrás e da Liga da Reserva Naval do Brasil. Schneider cursou a Escola Superior de Guerra e se formou também como engenheiro industrial mecânico e de produção pela PUC-RIO, e como mestre em ciências de economia de engenharia pela Universidade de Stanford. Schneider é fundador e foi o primeiro diretor na PUC-RIO do Departamento de Engenharia Industrial. O oficial da marinha atuou como membro de conselhos de administração e fiscal de empresas como Xerox do Brasil, Banco Brascan de Investimento, Grupo Multiplan e INB Indústrias Nucleares do Brasil. Schneider também atuou como membro do conselho consultivo do mercado de capitais do Banco Central.

hotWords: conselho petrobras indicações administração para governo

Anuncie no invistaja.info

Márcio Andrade Weber é engenheiro civil formado pela UFRGS, com especialização em engenharia de petróleo pela Petrobras, onde ingressou em 1976 e trabalhou por 16 anos, ocupando gerenciais e diretivos. Na área internacional da Petrobras, atuou em em Trinidad, Líbia e Noruega. Foi membro da diretoria de serviços da Braspetro (Petrobras Internacional) e Diretor da Petroserv. Foi CEO da BOS, joint venture entre duas empresas estrangeiras e Petroserv, onde foi diretor. Atualmente presta assessoria ao grupo PMI.

Murilo Marroquim de Souza é formado em geologia pela Universidade Federal de Pernambuco, com mestrado em geofísica pela Universidade de Houston, no Estados Unidos. Trabalha na indústria de petróleo há 47 anos, com experiência em mais de 20 países em América, Europa, África e Ásia. Ele trabalhou na Petrobras entre 1971 a 1994, onde ocupou funções gerenciais. Foi gerente geral da IBM na unidade de soluções para a indústria de petróleo na América Latina. Como consultor, trabalhou para ANP (Agência Nacional do Petróleo) e na Ipiranga. De 2001 a 2011 foi Presidente da Devon Energy do Brasil, e desde 2011 é Presidente da Visla Consultoria de Petróleo.

Sonia Julia Sulzbeck Villalobos foi indicada pelo Ministério da Economia, e já atuou no conselho de administração da Petrobras entre 2018 e 2020, eleita por acionistas detentores de ações preferenciais. Ela é bacharel em administração pública e tem mestrado em administração de empresas com especialização em finanças, ambos pela EASP (Escola de Administração de Empresas de São Paulo), da FGV, acumula os cargos de membro do conselho de administração da Telefônica do Brasil e da LATAM Airlines Group, Tricolor Pinturas e Fanaloza/Briggs (Chile), Milkaut e Banco Hipotecario (Argentina).

Leia também: Quais são as consequências da debandada de conselheiros da Petrobras?

Villalobos tem experiência no mercado acionário brasileiro e atua desde 2016 como professora na pós-graduação Latu Sensu em gestão de ativos e análise de demonstrações financeiras. Ela trabalhou na Equipe DTVM, no Banco Iochpe, no Banco Garantia como chefe do departamento de análise de investimentos, na Bassini, Playfair & Associates, na Larrain Vial e Lanin Partners. Desde 2016, é professora do Insper na pós-graduação Lato Sensu nas matérias de gestão de ativos e análise de demonstrações financeiras. Ela também atuou como membro do Conselho de Administração da TAM Linhas Aéreas, Método Engenharia (Brasil), Tricolor Pinturas e Fanaloza/Briggs (Chile), Milkaut e Banco Hipotecario (Argentina). Foi membro do Conselho de Administração da Petrobras de maio de 2018 até julho de 2020, eleita por acionistas detentores de ações preferenciais.

palavras-chave: Petrobras recebe do governo indicações de novos nomes para vagas no Conselho de Administração; invistaja.info;

CURITIBA | mercados | invistaja.info – Petrobras recebe do governo indicações de novos nomes para vagas no Conselho de Administração

REFLEXÃO: James Early, do Motley Fool: Explore a fraqueza cognitiva dos outros

Notícias relacionadas:

Fauci está otimista em vacinar adolescentes nos EUA no outono e crianças mais jovens ano que vem

Sebrae: pandemia reduz participação de mulheres nos negócios

Arco Educação adquire COC e Dom Bosco por R$ 920 mi e BBI eleva ação da PetroRio à compra; Petrobras e mais notícias

“Episódio Petrobras deu um susto grande nos investidores”, diz economista-chefe do Itaú

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade