Responsáveis pela vacina Sputnik V questionam decisão da Anvisa

Em nota, organizações rebatem as ponderações feitas pela agência
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação para o trader investidor

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Responsáveis pela vacina Sputnik V questionam decisão da Anvisa; invistaja.info;


TEKA3 | ROIC: -0.0078 | ROE: 0.069 | P/EBIT: -4.01 | EV/EBIT: -110.41 | Cresc.5anos: -0.0244 | PSR: 0.147

ListenToMarket: Responsáveis pela vacina Sputnik V questionam decisão da Anvisa – Áudio gerado às: 8:50:41

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

O Instituto Gamaleya e o Fundo de Investimento Direto da Rússia, responsáveis pela produção da vacina Sputnik V, divulgaram nota nesta terça (27) questionando a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de negar a importação de doses do imunizante, tomada ontem.

Segundo as instituições, a decisão da Anvisa “nada tem a ver com o acesso do regulador à informação ou à ciência”. Na nota, as organizações rebatem as ponderações e críticas feitas pela equipe técnica e conselheiros da Anvisa.

De acordo com as entidades russas, não foram encontrados adenovírus competentes para replicação, um dos pontos levantados pela Agência. Apenas os vetores adenovirais E1 e E3 são usados na fabricação da vacina, ambos inofensivos para o corpo humano.

+Dólar cai 6% desde março e volta ao patamar de R$ 5,40: tendência de queda veio para ficar?

A qualidade e segurança, acrescenta o comunicado, seriam garantidas por uma tecnologia de purificação de quatro estágios. Sobre a falta de acesso aos locais de fabricação por técnicos da Anvisa, a nota das entidades diz que a equipe teve acesso “a todos os documentos relevantes, bem como aos locais de pesquisa e produção”.

hotWords: pela anvisa vacina questionam

Seja anunciante no invistaja.info

Sobre dúvida em relação aos processos de esterilização, a nota das instituições coloca que os locais inspecionados “forneceram protocolos de avaliação de risco e também a carta oficial de compromisso que dizia claramente que a validação da filtração esterilizante será realizada e os resultados serão enviados à Anvisa”.

O Fundo e o Instituto Gamaleya argumentam que a eficácia e segurança foram confirmados por 61 reguladores nacionais em países onde a vacina foi autorizada. Ainda conforme os autores da nota, estudo com 3,8 milhões de pessoas teria apontado eficácia de 97,6%.

O comunicado menciona estudos realizados em diferentes países com resultados favoráveis ao imunizante russo, como um realizado pelo governo da Hungria, outro do governo do México e outro do Ministério da Saúde da Argentina.

palavras-chave: Responsáveis pela vacina Sputnik V questionam decisão da Anvisa; invistaja.info;

FARIA LIMA | economia | invistaja.info – Responsáveis pela vacina Sputnik V questionam decisão da Anvisa

REFLEXÃO: Robert Brokamp, da Motley Fool: Diversificação reduz os riscos, aumenta a previsibilidade e impulsiona os retornos.

Tópicos mais acessados:

Movida dobra lucro líquido no 1º trimestre de 2021, mas paralisação de montadoras preocupa

Mineradora Vale é a empresa mais valiosa da América Latina e equivale a quase 2 Petrobras

Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta quarta-feira – 28/4

Bolsas mundiais operam sem direção definida à espera de decisão do Fed

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade