Rio de Janeiro recebe R$ 18,2 bilhões em leilão da Cedae, mas não quita dívida com a União

A AGU entrou com um recurso para tentar derrubar uma liminar do STF que impede a cobrança da dívida de R$ 4,3 bilhões, mas o pedido ainda não foi julgado
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação para quem vive o mercado

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Rio de Janeiro recebe R$ 18,2 bilhões em leilão da Cedae, mas não quita dívida com a União; invistaja.info;


STBP3 | Liq.2meses: 48127000.0 | DY: 0.0 | EV/EBIT: 77.07 | P/Cap.Giro: 9.52 | Div.Brut/Pat.: 0.2 | EV/EBITDA: 28.52

Mesmo depois de faturar R$ 18,2 bilhões com o leilão de concessão da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), o Rio de Janeiro ainda não reembolsou a União por empréstimo feito no BNP Paribas, que venceu no fim de 2020 e foi quitado pelo governo federal.

A Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com um recurso para tentar derrubar uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) que impede a cobrança da dívida de R$ 4,3 bilhões, mas o pedido ainda não foi julgado. O governo fluminense, por sua vez, quer parcelar o pagamento em até 30 anos.

Embora o Estado tenha dezenas de bilhões em dívidas com fornecedores e com a própria União, o governador do Rio, Cláudio Castro (PL), tem dito que pretende usar o dinheiro da concessão da Cedae para fazer investimentos em infraestrutura.

+Itaú está preparado para competir com fintechs? Analistas têm visões distintas após novos sinais dados pelo banco

Nos bastidores do governo federal, o temor é que a administração estadual faça uso eleitoreiro dos recursos em vez de empregá-los no reequilíbrio das contas estaduais, ao mesmo tempo que pede nova proteção por meio do Regime de Recuperação Fiscal (RRF), o programa de socorro do governo federal para Estados endividados.

hotWords: janeiro 18,2 quita recebe dívida

Seja anunciante no invistaja.info

A interlocutores, representantes do governo do Rio têm dito que a lei estadual obriga o uso do dinheiro da Cedae no pagamento de dívidas em caso de venda das ações da empresa, mas, como a operação foi uma concessão, não há regra para a destinação dos recursos – ou seja, o governo estaria livre para gastar em outras iniciativas.

Sem boa vontade do Rio para quitar o passivo, a AGU tenta convencer o STF a derrubar a liminar e permitir que a União execute as contragarantias para ressarcir os cofres federais emprestados em dezembro de 2020 em nome do Estado. A avaliação no governo federal é que, com o cofre estadual abastecido pelos recursos da concessão da Cedae, fica mais difícil para o Rio alegar “grave situação financeira”, argumento usado pela administração fluminense nos últimos anos para afastar cobranças. A Secretaria Estadual de Fazenda do Rio não se manifestou.

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se já.

palavras-chave: Rio de Janeiro recebe R$ 18,2 bilhões em leilão da Cedae, mas não quita dívida com a União; invistaja.info;

BRASIL | economia | invistaja.info – Rio de Janeiro recebe R$ 18,2 bilhões em leilão da Cedae, mas não quita dívida com a União

REFLEXÃO: Robert Brokamp, da Motley Fool: Diversificação reduz os riscos, aumenta a previsibilidade e impulsiona os retornos.

Veja também:

Ibovespa Futuro tem leve alta após dados de varejo melhores que o esperado; dólar recua

CVC estuda oferta de ações, Raízen protocola prospecto de IPO, reorganização societária da Iguatemi, nova CEO da Caixa Seguridade e mais

Redes sociais e sites de notícias ficam fora do ar ao redor do mundo

CVC estuda oferta de ações, Raízen protocola prospecto de IPO, reorganização societária da Iguatemi e mais notícias

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.