Publicidade

Testemunha de caso Wirecard admite culpa de fraude, mas culpa ex-presidente

Os executivos enfrentam acusações de fraude e manipulação de mercado e, se condenados, podem pegar até 15 anos de prisão

Conteúdo de quem vive de mercado

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Testemunha de caso Wirecard admite culpa de fraude, mas culpa ex-presidente; invistaja.info;


ADHM3 | EV/EBITDA: -5.81 | Div.Brut/Pat.: 0.0 | Liq.2meses: 2064.0 | P/Cap.Giro: -1.43 | PSR: 770.924 | Mrg.Ebit: -135.485

ListenToMarket: Testemunha de caso Wirecard admite culpa de fraude, mas culpa ex-presidente – Áudio gerado às: 14:10:28

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

hotWords: culpa testemunha fraude, ex-presidente caso

Publique seu negócio no invistaja.info

A principal testemunha de acusação no maior julgamento de fraude da Alemanha admitiu culpa nesta segunda-feira em um golpe que levou ao colapso da Wirecard, mas disse que a empresa era uma “fraude” desde o início com o ex presidente-executivo Markus Braun em seu núcleo.

Oliver Bellenhaus, chefe da subsidiária da empresa em Dubai, tornou-se uma testemunha-chave no caso depois de se entregar às autoridades alemãs em 2020.

Bellenhaus está sendo julgado junto com Braun, que nega irregularidades e acusa gerentes de alto escalão de executarem uma operação paralela sem seu conhecimento na extinta empresa de tecnologia de pagamentos.

+Ações da Coinbase batem mínima histórica e exchange já vale menos que a Dogecoin

Os executivos enfrentam acusações de fraude e manipulação de mercado e, se condenados, podem pegar até 15 anos de prisão.

Florian Eder, advogado de Bellenhaus, disse que a cooperação de seu cliente deve resultar em uma “redução muito significativa” em sua sentença.

No início do julgamento no início deste mês, os promotores acusaram os réus de fazer parte de um grupo que criou grandes somas de receita fantasma por meio de transações falsas com empresas parceiras para enganar bancos e investidores.

Os promotores disseram que a falsificação permitiu que os gerentes desviassem dinheiro da Wirecard por anos.

“Pequenas mentiras se tornaram grandes mentiras… Foi uma fraude desde o início”, disse Bellenhaus ao tribunal, dizendo que lamentava profundamente seu envolvimento e os danos causados.

Em depoimento na semana passada, os advogados de Braun alegaram que Bellenhaus foi o principal mantenedor da fraude na empresa, que começou a processar pagamentos por pornografia e jogos de azar online e se tornou uma empresa listada na bolsa de valores da Alemanha com valor de mercado de 28 bilhões de dólares.

Fundada em 1999 e com sede no subúrbio de Aschheim, em Munique, a Wirecard tornou-se uma peça de destaque para um novo tipo de empresa de tecnologia alemã que poderia competir com os titãs estabelecidos na maior economia da Europa.

Mas depois de pressionar as autoridades alemãs para investigarem aqueles que estavam examinando suas finanças, a empresa acabou sendo forçada a admitir em junho de 2020 que faltava 1,9 bilhão de euros em seu balanço.

Um veredicto não é esperado, no mínimo, antes de 2024.

hotWords: culpa testemunha fraude, ex-presidente caso

Publique seu negócio no invistaja.info

A principal testemunha de acusação no maior julgamento de fraude da Alemanha admitiu culpa nesta segunda-feira em um golpe que levou ao colapso da Wirecard, mas disse que a empresa era uma “fraude” desde o início com o ex presidente-executivo Markus Braun em seu núcleo.

Oliver Bellenhaus, chefe da subsidiária da empresa em Dubai, tornou-se uma testemunha-chave no caso depois de se entregar às autoridades alemãs em 2020.

Bellenhaus está sendo julgado junto com Braun, que nega irregularidades e acusa gerentes de alto escalão de executarem uma operação paralela sem seu conhecimento na extinta empresa de tecnologia de pagamentos.

+Ações da Coinbase batem mínima histórica e exchange já vale menos que a Dogecoin

Os executivos enfrentam acusações de fraude e manipulação de mercado e, se condenados, podem pegar até 15 anos de prisão.

Florian Eder, advogado de Bellenhaus, disse que a cooperação de seu cliente deve resultar em uma “redução muito significativa” em sua sentença.

No início do julgamento no início deste mês, os promotores acusaram os réus de fazer parte de um grupo que criou grandes somas de receita fantasma por meio de transações falsas com empresas parceiras para enganar bancos e investidores.

Os promotores disseram que a falsificação permitiu que os gerentes desviassem dinheiro da Wirecard por anos.

“Pequenas mentiras se tornaram grandes mentiras… Foi uma fraude desde o início”, disse Bellenhaus ao tribunal, dizendo que lamentava profundamente seu envolvimento e os danos causados.

Em depoimento na semana passada, os advogados de Braun alegaram que Bellenhaus foi o principal mantenedor da fraude na empresa, que começou a processar pagamentos por pornografia e jogos de azar online e se tornou uma empresa listada na bolsa de valores da Alemanha com valor de mercado de 28 bilhões de dólares.

Fundada em 1999 e com sede no subúrbio de Aschheim, em Munique, a Wirecard tornou-se uma peça de destaque para um novo tipo de empresa de tecnologia alemã que poderia competir com os titãs estabelecidos na maior economia da Europa.

Mas depois de pressionar as autoridades alemãs para investigarem aqueles que estavam examinando suas finanças, a empresa acabou sendo forçada a admitir em junho de 2020 que faltava 1,9 bilhão de euros em seu balanço.

Um veredicto não é esperado, no mínimo, antes de 2024.

CALIFORNIA | negocios | invistaja.info – Testemunha de caso Wirecard admite culpa de fraude, mas culpa ex-presidente

REFLEXÃO: Barry Ritholtz, da Bloomberg: Mantenha a simplicidade, faço menos e administre sua estupidez.

Saiba mais:

Alta do déficit em transações correntes reflete recuperação da atividade, diz BC

3M vai encerrar produção de “químicos eternos” até 2025 ao custo de até US$2,3 bi

As três peculiaridades de 2022 para os mercados globais (e no que ficar de olho em 2023), segundo Julius Baer

Trump não pagou imposto de renda em 2020, mostram documentos

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

plugins premium WordPress