Usiminas lucra R$ 1,2 bi e tem receita recorde no 1º tri; terminal da Vale desinterditado, prévia da EzTec e mais notícias

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta sexta-feira (23)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Conteúdo de quem vive de mercado

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Usiminas lucra R$ 1,2 bi e tem receita recorde no 1º tri; terminal da Vale desinterditado, prévia da EzTec e mais notícias; invistaja.info;


RCSL4 | Cresc.5anos: 7.6186 | P/L: -79.93 | DY: 0.0 | ROE: 0.0211 | Mrg.Ebit: 0.0245 | P/Ativo: 2.479

ListenToMarket: Usiminas lucra R$ 1,2 bi e tem receita recorde no 1º tri; terminal da Vale desinterditado, prévia da EzTec e mais notícias – Áudio gerado às: 8:31:26

VELOCIDADE: 1.0x| 1.95x| 2.3x

BRASIL | invistaja.info — A temporada de resultados teve início nesta sexta-feira (23) com os números do primeiro trimestre de 2021 da Usiminas, que registrou lucro de R$ 1,2 bilhão no período, além de receita recorde. Após o fechamento, serão compartilhados os dados da Hypera (HYPE3).

Ainda em destaque, o Terminal da Ilha Guaíba (TIG), da Vale, em Mangaratiba (RJ) foi desinterditado pelo órgão estadual ambiental Inea, que disse possuir a competência para fiscalizar e licenciar o local, após a prefeitura ter suspendido os embarques de minério de ferro nesta quinta-feira.

Já a Eztec anunciou queda de 48,5% nas vendas líquidas do primeiro trimestre, atingida pelo recrudescimento de medidas de isolamento social, segundo relatório de desempenho operacional.

+Usiminas e Hypera inauguram temporada de resultados do 1º trimestre nesta sexta-feira: confira o que esperar

A gestora de recursos norte-americana BlackRock passou a deter cerca de 11% das ações preferenciais da elétrica Cemig, informou a empresa de energia controlada pelo governo de Minas Gerais em comunicado. Confira os destaques:

Usiminas (USIM5)

Primeira companhia a divulgar o resultado do primeiro trimestre, a Usiminas reverteu o prejuízo de R$ 424 milhões registrado no primeiro trimestre de 2020 e lucrou R$ 1,205 bilhão no primeiro trimestre de 2021, informou a siderúrgica nesta sexta-feira. Na comparação com o quarto trimestre de 2020, contudo, quando a companhia lucrou R$ 1,913 bilhão, houve queda de 37%.

A receita líquida do trimestre alcançou R$ 7,1 bilhões, elevação de 29,1% em relação ao quarto trimestre (R$ 5,5 bilhões) e de 86% na comparação com o primeiro trimestre de 2020 (R$ 3,808 bilhões), representando a maior receita líquida trimestral da Usiminas desde a incorporação da COSIPA, em 2009, com elevação da receita líquida em todas as unidades de negócio. O destaque ficou para a Unidade de Siderurgia (+R$1,6 bilhão versus o quarto trimestre de 2020) e Unidade de Transformação do Aço (+R$364 milhões versus o quarto trimestre de 2020).

O custo dos produtos vendidos (CPV) no primeiro trimestre totalizou R$ 4,6 bilhões, uma elevação de 18% em relação ao quarto trimestre de 2020 (R$ 3,9 bilhões), principalmente pelo maior CPV na unidade de siderurgia (+R$733 milhões versus o quarto trimestre de 2020) e Unidade de Transformação do Aço (alta de R$ 295 milhões versus o quarto trimestre do ano passado).

Vale (VALE3)

O Terminal da Ilha Guaíba (TIG), da Vale, em Mangaratiba (RJ) foi desinterditado pelo órgão estadual ambiental Inea, que disse possuir a competência para fiscalizar e licenciar o local, após a prefeitura ter suspendido os embarques de minério de ferro nesta quinta-feira.

Ao interditar o terminal mais cedo, a prefeitura de Mangaratiba havia apontado que o TIG – que teve uma média diária de embarque de cerca de 60 mil toneladas no primeiro trimestre, segundo a Vale – estaria operando há anos sem licença ambiental.

O Inea, por sua vez, disse que a interdição foi irregular e que a mineradora tem licença ambiental válida e já apresentou pedido de renovação dentro dos prazos legais, “o que assegura a validade da mesma”. A informação é negada pelo município de Mangaratiba.

“O órgão ambiental estadual considerou arbitrária e irresponsável a decisão da Secretaria de Meio Ambiente de Mangaratiba, uma vez que, conforme preconiza a legislação ambiental, o Inea é o órgão competente para licenciar e fiscalizar a operação do Terminal da Vale”, disse o Inea.

O órgão declarou ainda que, de acordo com a legislação, a prefeitura poderia agir cautelarmente no caso de iminência ou ocorrência de flagrante degradação ambiental, o que em sua avaliação “não ocorreu”.

“Em nenhuma das vistorias realizadas pelo Inea, especialmente nas recentes (última vistoria realizada em setembro de 2020) foi constatado cenário de dano ambiental que ensejasse medidas extremas de interdição sancionatórias ou de natureza cautelar”, afirmou.

Em comunicado ao mercado, a Vale confirmou que recebeu do Inea nesta quinta-feira autorização para a manutenção de todas suas atividades portuárias no terminal.

Mais cedo, a prefeitura de Mangaratiba havia afirmado que a última licença obtida pela Vale foi emitida em 1º de fevereiro de 2010 e com validade até 28 de dezembro de 2011. Segundo o prefeito, Alan Costa, a Vale estaria utilizando uma carta do órgão ambiental estadual emitida em 2019 para operar.

A prefeitura, que negou a existência de irregularidades na interdição desta quinta-feira, acrescentou que o terminal já sofreu diversas interdições e multas desde 2019, embora parte das punições tenha sido suspensa em ação judicial.

“A Secretaria Municipal (de Meio Ambiente) pode, e deve, fiscalizar quaisquer empreendimentos, ainda que não seja o órgão licenciador, como também pode infracionar desde que não haja notícia de infração emitida pelo órgão originário e, no caso concreto, não há”, disse a secretaria em nota.

A secretaria de Mangaratiba disse ainda que condicionou a desinterdição à emissão de uma certidão de regularidade das atividades, que deveria ser concedida pelo Inea.

“Portanto, o Inea poderia ter fornecido tal certidão em vez de, unilateralmente, desfazer ato administrativo Municipal”, afirmou, pontuando ainda que “o Inea não respondeu a nenhuma das denúncias constatada pelo município”.

Setor mineral

hotWords: recorde tri; terminal desinterditado, eztec receita notícias

Seja anunciante no invistaja.info

O faturamento do setor mineral no Brasil somou R$ 70 bilhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 95% ante o mesmo período de 2020, apontou na quinta-feira o presidente do Conselho Diretor do Ibram (Instituto Brasileiro de Mineração), Wilson Brumer. O forte crescimento, explicou o executivo, foi devido à recuperação da economia chinesa, ao avanço dos preços das commodities e à desvalorização do real frente ao dólar, explicou Brumer.

EzTec (EZTC3)

A Eztec anunciou nesta quinta-feira queda de 48,5% nas vendas líquidas do primeiro trimestre, atingida pelo recrudescimento de medidas de isolamento social, segundo relatório de desempenho operacional.

“Isso decorre em grande parte por um represamento da decisão de investimento por parte do cliente, sem que isso represente uma deterioração das condições estruturais da demanda”, afirmou na Eztec no relatório.

“Esse impacto circunstancial é especialmente visível na performance das unidades já performadas (31% aquém do quarto trimestre), em que o cliente prefere aguardar a visita física à própria unidade antes de se comprometer com a compra, já que os condomínios vedaram o acesso de interessados ao longo da fase vermelha”, acrescentou a companhia se referindo ao isolamento social em São Paulo.

Segundo a empresa, como o mercado tem lançado menos neste início de ano, isso tem contribuído para “melhora crescente da performance de vendas da companhia desde a última semana de março”.

A Eztec terminou o trimestre com estoque de 187,8 mil metros quadrados ante 220,87 mil no mesmo período de 2020.

A empresa fez apenas um lançamento, que correspondeu a um valor de R$ 28,1 milhões ante R$ 564 milhões no primeiro trimestre do ano passado.

Cemig (CMIG4)

A gestora de recursos norte-americana BlackRock passou a deter cerca de 11% das ações preferenciais da elétrica Cemig, informou a empresa de energia controlada pelo governo de Minas Gerais em comunicado nesta quinta-feira.

Segundo a Cemig, a BlackRock informou que suas participações na companhia alcançaram em 16 de abril o agregado de 75 milhões de ações preferenciais e 35,5 milhões de recibos de ações emitidas nos EUA (ADRs), representativos de papéis preferenciais, o que totaliza 10,94% das ações preferenciais da empresa.

Além disso, a BlackRock detinha 2,75 milhões de instrumentos derivativos financeiros referenciados em ações preferenciais, ou 0,27% do total desse tipo de papel, segundo o comunicado.

Segundo a Cemig, a BlackRock disse que o objetivo das participações societárias “é estritamente de investimento, não objetivando alteração do controle acionário ou da estrutura administrativa da companhia”.

A Cemig tem como controlador o governo mineiro, que detém quase 51% das ações ordinárias da companhia, com direito a voto, e cerca de 17% do capital social total.

A elétrica mineira ainda tem como acionista relevante o fundo de investimento em ações FIA Dinâmica Energia, com 10,86% de participação total – sendo 25,5% das ações ordinárias e 3,49% das preferenciais, segundo informações do site da Cemig.

Setor de shoppings

A agência de classificação de risco Fitch Ratings disse que o “forte” crescimento dos casos de Covid-19 e o ritmo lento de vacinação no Brasil trazem incertezas quanto ao tempo necessário para afrouxamento das restrições de mobilidade e apoio à recuperação econômica. A avaliação consta em relatório sobre os impactos no setor de shopping centers decorrentes das medidas restritivas à mobilidade para combate à segunda onda da pandemia no país.

Carrefour Brasil (CRFB3)

O Carrefour Brasil anunciou que prepara mudança em diretoria financeira. O vice-presidente financeiro, Sébastien Durchon, vai deixar o posto a partir de 1 de junho. Durchon vai liderar o processo de integração do grupo Big Brasil e ser preparado para assumir a posição de liderança de operações. A companhia ainda afirmou que o Conselho aprovou a indicação de David Marciano para ocupar o cargo de vice-presidente de Finanças.

(com Estadão Conteúdo e Reuters)

palavras-chave: Usiminas lucra R$ 1,2 bi e tem receita recorde no 1º tri; terminal da Vale desinterditado, prévia da EzTec e mais notícias; invistaja.info;

CALIFORNIA | mercados | invistaja.info – Usiminas lucra R$ 1,2 bi e tem receita recorde no 1º tri; terminal da Vale desinterditado, prévia da EzTec e mais notícias

REFLEXÃO: Ben Carlson, autor de A Wealth of Common Sense – A riqueza do senso comum, em tradução livre: Menos é mais. O processo de investimento deve ser mais importante que os resultados. Comportamento correto na hora de investir é a chave.

Tópicos mais acessados:

CCR mostra forte apetite por concessões em abril, mas ações irão corresponder na Bolsa?

Índices futuros dos EUA têm leve alta após sell-off da véspera com notícias sobre alta de impostos

Bolsonaro sanciona a Lei Orçamentária de 2021 com veto parcial

Interdições nas operações da Vale no Rio elevam riscos de fornecimento de minério

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *