Ações da BRF sobem 14% em dois pregões com especulações de que Marfrig chegará a 30% de participação na companhia

Últimas duas sessões da companhia foram marcadas por operação de compra e venda em bloco (ou block trade) que movimentaram papel
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Conteúdo de quem vive de mercado

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Ações da BRF sobem 14% em dois pregões com especulações de que Marfrig chegará a 30% de participação na companhia; invistaja.info;


DOHL3 | P/L: 19.75 | P/ACL: 7.74 | ROE: 0.154 | Cotacao: 27.0 | Liq.2meses: 10824.2 | PSR: 3.567

BRASIL | invistaja.info — A sessão desta quarta-feira (2) marcou mais um dia de forte alta para as ações da BRF (BRFS3), em meio à venda em bloco de ativos da companhia que fizeram os papéis da companhia terem a negociação congelada em cerca de uma hora na véspera e também nesta data.

Ontem, os ativos BRFS3 subiram 9,55%, em meio a mais um block trade (leilão agendado por um grande investidor para se desfazer de uma quantidade de ações) envolvendo as ações da companhia. A operação, a princípio, seria de venda de 2,89% do capital social da companhia com a venda de 23,5 milhões de ativos BRFS3 a um valor de R$ 28,75, movimentando cerca de R$ 670 milhões. Segundo informações do Brazil Journal, com minutos para o fim do leilão, o tamanho do lote aumentou para 36 milhões de ações, sugerindo que a transação atraiu mais vendedores.

Nesta data, o block trade ocorreu no final da manhã: de acordo com informações da Bolsa, o movimento ocorreu devido à negociação de 1,72% do capital das ações ordinárias. Os papéis BRFS3 fecharam esta quarta com ganhos de 4,11%, a R$ 29,38, acumulando assim uma alta de 14% em apenas nas duas primeiras sessões de junho – e após saltarem 24% em maio (veja mais clicando aqui).

+Fleury, Dasa, Rede D’Or e Ambipar anunciam aquisições; Stone lucra R$ 158 mi no 1º tri e mais notícias

A corretora usada nas operações foi a do JP Morgan, a mesma que foi usada pela Marfrig (MRFG3) para levar a sua exposição ao capital da BRF em 24% do capital social no mês de maio.

E, de acordo com informações da Reuters e do Brazil Journal, a Marfrig está aumentando sua participação na companhia de alimentos por meio de leilão na B3 e deve ampliar sua fatia recém-adquirida de 24% para até 30%.

Questionadas pela Reuters, a Marfrig, gigante do setor de carne bovina e líder global em produção de hambúrgueres, não quis comentar. A BRF, maior exportadora mundial de aves e que também produz carne suína, também preferiu não se pronunciar. Embora as ações da BRF tenham disparado, para uma máxima em 52 semanas, a empresa disse em um comunicado nesta quarta-feira de manhã que desconhecia as razões por trás do salto repentino.

Cabe destacar que, também de acordo com informações da Reuters, a Marfrig solicitou formalmente ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) a aprovação da compra de quase um quarto das ações circulantes da BRF pela companhia, anunciada em 21 de maio – e após muitas especulações de mercado (veja mais clicando aqui).

Uma porta-voz da Marfrig disse à agência que o pedido, que deve ser analisado em um procedimento “fast-track”, foi realizado em 28 de maio e poderá ser processado em até 30 dias. Os papéis da Marfrig chegaram a subir mais de 5% na tarde desta quarta-feira, mas fecharam com alta de 2,60%, a R$ 18,96.

Leia mais:Quanto faturam e quais marcas têm BRF, JBS, Marfrig e Minerva? Quadro compara frigoríficos e explica preferências dos analistas

hotWords: dois marfrig companhia participação pregões

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

A decisão da Marfrig de buscar a análise do órgão antitruste ressalta a sensibilidade do investimento, apesar de a companhia insistir que não pretende influenciar a gestão da BRF. A empresa de carne bovina afirmou que a operação, que ocorreu quase dois anos após o fracasso de negociações para uma fusão das duas empresas, tem caráter passivo e visa diversificar seus investimentos.

Em e-mail enviado à Reuters, o Cade afirmou que até o momento não houve qualquer menção no Diário Oficial da União ao pedido feito pela Marfrig ao órgão.

Conforme destaca a Levante Ideias de Investimentos, sem uma aprovação por parte do Cade a respeito da transação ocorrida, a Marfrig fica vedada de qualquer movimentação em relação à Administração e tomada de decisões na BRF.

“Porém o órgão não deve dificultar um aval, dado que as companhias operam em mercados distintos, além de a JBS (JBSS3) ter debaixo de sua operação a Seara e a JBS Brasil, o equivalente à BRF e a Marfrig, em uma comparação mais imediata”, avaliam os analistas.

Os analistas lembram que a regra da “pílula de veneno” (poison pill) da BRF, ou seja, gatilho de obrigatoriedade de uma oferta pública de aquisição (OPA) é de 33,33% da participação, o que obrigaria o comprador a realizar uma oferta para os demais acionistas para a compra da companhia toda com um prêmio de 40% sobre o preço médio de mercado.

Com relação às operações da companhia, embora não haja sinergias operacionais relevantes, há uma complementaridade em termos de resultados, dado que o ciclo do frango e dos suínos tende a ter correlação inversa à do boi.

(Com Reuters)

palavras-chave: Ações da BRF sobem 14% em dois pregões com especulações de que Marfrig chegará a 30% de participação na companhia; invistaja.info;

CALIFORNIA | mercados | invistaja.info – Ações da BRF sobem 14% em dois pregões com especulações de que Marfrig chegará a 30% de participação na companhia

REFLEXÃO: Rich Greifner, da Motley Fool: Pense a longo prazo, seja paciente e busque por retornos assimétricos.

Leia também:

Câmara aprova MP que facilita crédito bancário na pandemia; matéria segue para o Senado

Ibovespa fecha em alta pela 6ª vez seguida e atinge os 129 mil pontos; dólar cai a R$ 5,08

Crise hídrica de um lado, regulamentação do marco legal de outro: os sinais dúbios para as ações de saneamento

Fiocruz reduz em 10 milhões estimativa de doses de vacina contra Covid no 2º semestre

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.