Bancos dos EUA sofreram com Covid-19 em 2020, mas expectativa é de alta nos lucros

Há um ano, os bancos americanos impulsionaram suas provisões em bilhões de dólares para cobrir empréstimos não pagos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Negociando na bolsa de valores

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Bancos dos EUA sofreram com Covid-19 em 2020, mas expectativa é de alta nos lucros; invistaja.info;


SQIA3 | P/ACL: 323.25 | Liq.Corr.: 3.0 | EV/EBITDA: 45.75 | Pat.Liq: 400384000.0 | Cresc.5anos: 0.2266 | P/Ativo: 2.816

ListenToMarket: Bancos dos EUA sofreram com Covid-19 em 2020, mas expectativa é de alta nos lucros – Áudio gerado às: 16:30:22

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

A recuperação econômica é promissora para os maiores bancos dos EUA. Grandes conglomerados bancários, incluindo JPMorgan Chase e Citigroup, deverão anunciar alta nos lucros do segundo trimestre de 2021, numa reviravolta em relação a um ano antes, quando tiveram de se proteger contra um salto no calote de empréstimos em meio à pandemia de covid-19.

Por outro lado, há obstáculos. Os negócios de transações com ativos, que prosperaram durante o caos da pandemia, estão desacelerando agora.

JPMorgan e Goldman Sachs vão publicar resultados trimestrais nesta terça-feira (13), e Citigroup, Bank of America (BofA) e Wells Fargo, no dia seguinte. Já os números do Morgan Stanley saem na quinta-feira (15).

Há um ano, os bancos americanos impulsionaram suas provisões em bilhões de dólares para cobrir empréstimos não pagos. No entanto, à medida que a perspectiva econômica melhorou, o setor bancário começou a liberar reservas, ampliando seus ganhos. Os lucros por ação do segundo trimestre deverão ser 40% maiores do que os do mesmo período de 2020, segundo analistas da Keefe, Bruyette & Woods.

Leia também: Foi dada a largada: o que esperar da temporada de resultados corporativos do 2º tri nos EUA

hotWords: alta 2020, expectativa sofreram

Anuncie no invistaja.info

Já o “boom” de transações com ativos que sustentou os bancos durante a pandemia não se repetiu no segundo trimestre. Executivos do Citigroup e do JPMorgan disseram que as receitas advindas de operações com ativos serão 30% menores do que as de um ano antes. Isso significa que a receita total de cada banco pode ter diminuído cerca de 10%.

A demanda por empréstimos tem sido morna e as taxas de juros baixas prejudicam os lucros que os bancos poderiam ter na concessão de crédito. A margem de juros líquida do setor, uma importante medida da rentabilidade de empréstimos, atingiu mínima histórica no primeiro trimestre e analistas esperam desempenho semelhante no trimestre seguinte.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Quer trabalhar como assessor de investimentos? Entre no setor que paga as melhores remunerações de 2021. Inscreva-se no curso gratuito “Carreira no Mercado Financeiro”.

palavras-chave: Bancos dos EUA sofreram com Covid-19 em 2020, mas expectativa é de alta nos lucros; invistaja.info;

GLEBA PALHANO | mercados | invistaja.info – Bancos dos EUA sofreram com Covid-19 em 2020, mas expectativa é de alta nos lucros

REFLEXÃO: Tom Gardner, da Motley Fool: Encontre lideres notáveis e uma missão para o longo da vida.

Notícias relacionadas:

Viagens de negócio voltam mais rápido do que o esperado nos EUA

Ação da Virgin Galactic vai de alta para queda de mais de 17% na NYSE um dia após viagem de Branson ao espaço

Pizza se une a hambúrguer e frango: o que o Burger King tem a ganhar com o comando da Domino’s no Brasil?

Fiocruz descumprirá prazo de entrega de 100 milhões de doses de vacina até julho

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.