Publicidade

Bitcoin cai mais de 7%, perde os US$ 53 mil e bate mínima em quase 2 meses

Mercado passou dias estagnado em torno dos US$ 57 mil, mas perdeu força na tarde desta sexta e caminha para um fim de ano de volatilidade
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação para quem vive o mercado

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Bitcoin cai mais de 7%, perde os US$ 53 mil e bate mínima em quase 2 meses; invistaja.info;


CCRO3 | P/VP: 2.86 | Div.Brut/Pat.: 2.85 | P/EBIT: 7.31 | Liq.Corr.: 1.62 | P/L: 32.34 | EV/EBIT: 12.12

ListenToMarket: Bitcoin cai mais de 7%, perde os US$ 53 mil e bate mínima em quase 2 meses – Áudio gerado às: 17:50:24

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

Depois de passar dias oscilando em torno dos US$ 57 mil, o Bitcoin (BTC) passou a cair forte na tarde desta sexta-feira (3), voltando a negociar em torno dos US$ 53 mil, batendo sua menor cotação desde o dia 6 de outubro.

Às 17h40, a maior criptomoeda do mundo operava com queda de 7,56% no acumulado de 24 horas, a US$ 52.871. Na Binance, considerada a maior corretora do mundo, o valor do Bitcoin chegou a uma mínima de US$ 51.600.

O movimento puxou outros criptoativos também, caso do Ethereum (ETH), que cai 8,11%, para US$ 4.159,85, Binance Coin (BNB), com perdas de 5,44%, a US$ 588,52.

+Covid-19: estudo sobre epicentro da ômicron será concluído terça-feira

Todas as 10 maiores criptomoedas em valor de mercado registram queda, com o pior desempenho para a Solana (SOL), recuando 10,51%, a US$ 212,70.

Desde a virada de outubro para novembro, quando o Bitcoin atingiu sua máxima histórica em torno de US$ 69 mil, o mercado engatou um movimento de correção e estagnou pouco abaixo dos US$ 60 mil, deixando o final de ano, que era de grande otimismo, para um cenário imprevisível.

hotWords: perde mais mínima meses

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Um dos receios entre especialistas é de que investidores institucionais que compraram a moeda digital na baixa entre julho e setembro realizem lucros no fechamento do ano, provocando uma possível onda de liquidações que impediria uma recuperação mais contundente do preço no curto prazo.

Pelo mesmo motivo, novas quedas também não estariam descartadas, com o nível de suporte de US$ 53 mil no radar dos traders, algo que nesse momento a criptomoeda está rompendo.

Além disso, o número de contratos abertos em bolsas de derivativos (reguladas ou não) vem aumentando, o que aponta um crescente interesse por opções para proteção contra volatilidade ou por operação de futuros. Os investimentos em derivativos, que costumam vir acompanhados de alta alavancagem, são mais um ingrediente que se soma à expectativa de aumento da volatilidade até o final do ano.

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

palavras-chave: Bitcoin cai mais de 7%, perde os US$ 53 mil e bate mínima em quase 2 meses; invistaja.info;

FARIA LIMA | mercados | invistaja.info – Bitcoin cai mais de 7%, perde os US$ 53 mil e bate mínima em quase 2 meses

REFLEXÃO: Tim Hanson, da Motley Fool: Compre ações impressionantes por preços que não refletem sua grandiosidade.

Tópicos mais acessados:

Ibovespa opera entre perdas e ganhos em sessão de forte volatilidade

JBS (JBSS3) e Marfrig (MRFG3) lideram quedas da bolsa com perspectivas de menores margens nos EUA

NFTs de música surgem como ameaça ao reinado do Spotify

Google adia retorno aos escritórios antes planejado para janeiro

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade