Publicidade

Bitcoin ganha força e sobe para mais de US$ 48 mil após Fed acelerar retirada de estímulos

Mercado de criptomoedas tem forte reação à decisão do Fed, com investidores atentos aos próximos passos do banco central americano
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como um profissional

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Bitcoin ganha força e sobe para mais de US$ 48 mil após Fed acelerar retirada de estímulos; invistaja.info;


BPAC11 | P/L: 11.59 | Cotacao: 21.82 | ROE: 0.1992 | ROIC: 0.0 | P/Ativo: 0.0 | P/ACL: 0.0

ListenToMarket: Bitcoin ganha força e sobe para mais de US$ 48 mil após Fed acelerar retirada de estímulos – Áudio gerado às: 17:10:39

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

O Bitcoin (BTC) e outras criptomoedas ganharam força a partir das 16h (horário de Brasília) após o Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, anunciar que irá acelerar a redução do volume de compra de ativos, conhecido como tapering, em US$ 30 bilhões por mês.

Nos minutos após a decisão, a maior moeda digital do mundo chegou a superar rapidamente a marca de US$ 49 mil, após operar em torno de US$ 47.770 minutos antes do anúncio.

A reunião do Fed foi acompanhada de perto pelos investidores de cripto uma vez que o Bitcoin é visto como uma proteção contra a desvalorização potencial do dólar que pode resultar do estímulo monetário, que por sua vez é facilitado pela impressão de dinheiro do Fed. Portanto, uma retirada mais rápida do estímulo pode trazer mais força para a criptomoeda.

+IBC-Br de outubro confirma desaceleração econômica e atenções se voltam para PIB do 4º trimestre

A decisão de acelerar a redução de estímulos trouxe um impacto inicial mais forte, indicando que os investidores não estavam esperando tal movimento. Por outro lado, houve uma leve perda de força após a disparada inicial e às 16h55 o Bitcoin registrava alta de 4,21% no acumulado de 24 horas, a US$ 48.824.

O ganho de força se repetiu em outros dos maiores ativos digitais, caso do Ethereum (ETH), que avança 5,33%, a US$ 3.970, e da Binance Coin, com alta de 4,60%, para US$ 535,90.

Quem chama mais atenção é a Solana (SOL), com valorização de 14,44%, a US$ 175,93. O token, porém, vem de uma queda nos últimos dias após passar por instabilidades, e já estava com uma alta mais forte desde às 13h.

hotWords: sobe após estímulos para mais força

Publique seu negócio no invistaja.info

Essa redução mais rápida nos estímulos deve ajudar o Fed a começar a subir os juros nos EUA pela primeira vez desde 2018. A mediana das projeções divulgadas nesta quarta indicam que as autoridades do BC americano preveem até três aumentos nas taxas em 2022, mais duas em 2023 e mais duas em 2024.

Uma das grandes preocupações no momento está na inflação, que tem permanecido mais alta e indo contra o discurso do próprio Fed de que seria algo transitório. E isso acaba tendo impacto também no Bitcoin.

A maior criptomoeda do mundo é vista por muitos investidores como uma proteção contra a inflação, com base na ideia de que seu fornecimento é controlado por programação, diferente do que ocorre com decisões monetárias, em especial do Fed.

Mas o Bitcoin também é visto como um ativo de risco, então também há uma visão entre os membros da comunidade de que políticas monetárias frouxas incentivam os investidores a fazerem apostas especulativas maiores. Uma reversão dessas políticas “dovish” poderia ser um bom estímulo para o Bitcoin.

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

palavras-chave: Bitcoin ganha força e sobe para mais de US$ 48 mil após Fed acelerar retirada de estímulos; invistaja.info;

BRASIL | mercados | invistaja.info – Bitcoin ganha força e sobe para mais de US$ 48 mil após Fed acelerar retirada de estímulos

REFLEXÃO: Tim Hanson, da Motley Fool: Compre ações impressionantes por preços que não refletem sua grandiosidade.

Veja também:

Ibovespa e Bolsas em Nova York reagem com volatilidade ao comunicado do Federal Reserve

Ibovespa passa a subir após decisão do Fomc; Wall Street também vira para ganhos

Fed reduzirá compra de ativos em US$ 30 bilhões por mês a partir de janeiro; vê três altas de juros em 2022

Fed acelera ritmo e reduzirá compra de ativos em US$ 30 bilhões por mês a partir de janeiro

Publique seu negócio no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade