Publicidade

Bolsonaro diz não ter como e que não vai interferir na Petrobras

“Temos um cuidado muito grande com mercado, com investidores e com contratos, que têm que ser respeitados”, disse Bolsonaro
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

invistaja.info | Informação para quem vive o mercado

Em meio à pressão por conta de um novo reajuste nos preços dos combustíveis, o presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a dizer nesta segunda-feira, 8, que o governo não pode interferir na Petrobras.

palavras-chave: Bolsonaro diz não ter como e que não vai interferir na Petrobras; invistaja.info;

No período da tarde, ele se reuniu com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e demais membros da equipe econômica para tratar sobre aumentos anunciados nesta segunda pela estatal nos preços médios de venda às distribuidoras da gasolina, diesel e GLP, gás de cozinha, que deverão vigorar a partir da terça-feira, 9.

“Hoje estávamos reunidos com a equipe econômica do Paulo Guedes vendo a questão do impacto desse novo reajuste no combustível ao qual nós não temos como interferir e não pensamos em interferir na Petrobras”, disse em evento no Palácio do Planalto.

Bolsonaro citou que o senador e ex-presidente da República, Fernando Collor de Mello (Prós-AL), também participou do encontro.

+Governo de SP vai adquirir mais 20 milhões de doses da CoronaVac para imunizar toda sua população até fim do ano, diz Doria

“Temos um cuidado muito grande com mercado, com investidores e com contratos, que têm que ser respeitados”, disse Bolsonaro.

Segundo o presidente, o “ideal” para solucionar a questão do aumentos dos preços dos combustíveis seria “baixar o dólar”. “O ideal – tenho conversado com Roberto Campos Neto (presidente do Banco Central) – é o dólar baixar. Mas baixa como? Com o parlamento em grande parte colaborando na votação de projetos que possam realmente mostrar que nós temos responsabilidade”, disse.

De acordo com o presidente, ao mostrar essa responsabilidade, o dólar “baixa automaticamente”. O chefe do Executivo cumprimentou parlamentares e defendeu o alinhamento com o parlamento. “Os poderes são independentes, mas nós, Executivo e Legislativo, trabalhamos afinados, como se fosse um só poder”, disse.

Bolsonaro chegou ao evento acompanhado do ex-presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP) e do atual chefe da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

Plataforma

O chefe do Executivo participou nesta segunda-feira do lançamento da plataforma digital “Participa + Brasil”, iniciativa da Secretaria de Governo para promover participação social e transparência.

No portal, o cidadão poderá, mediante identificação, ter acesso à agenda de audiência públicas, participar em consultas públicas e consultar informações dos colegiados da administração pública federal, como conselhos nacionais e comissões especiais. O indivíduo também poderá enviar sugestões aos órgãos federais.

BRASIL | mercados | invistaja.info – Bolsonaro diz não ter como e que não vai interferir na Petrobras

palavras-chave: Bolsonaro diz não ter como e que não vai interferir na Petrobras; invistaja.info;

Veja também:

Petrobras: dilema do diesel, pouca confiança na política de preços e recomendações rebaixadas fazem ação cair 4%

Ação da Jalles Machado (JALL3) sobe 8,92% e Focus Energia (POWE3) cai 13,15% em estreia na B3

Ibovespa fecha em queda pressionado por política e Petrobras; dólar cai a R$ 5,37

Ação de empresa de veículos elétricos no vermelho dispara 3.000%

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade