China diz que empresas de games devem evitar foco em lucros e leva à forte venda de ações do setor

A ação da Tencent, maior empresa de games do país, mergulhou 6,7%, enquanto os papéis da rival Netease, de menor porte, perderam 7,7%
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias de investidor para investidor

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: China diz que empresas de games devem evitar foco em lucros e leva à forte venda de ações do setor; invistaja.info;


BIDI3 | Cotacao: 21.46 | DY: 0.0007 | Cresc.5anos: 0.3531 | Mrg.Ebit: 0.0 | Pat.Liq: 8637480000.0 | P/Ativo: 0.0

ListenToMarket: China diz que empresas de games devem evitar foco em lucros e leva à forte venda de ações do setor – Áudio gerado às: 9:0:25

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

(invistaja.info) — Reguladores chineses convocaram empresas de jogos, incluindo Tencent e Netease, para discutir uma maior supervisão do setor e a necessidade de reduzir os lucros, o que levou a uma forte venda de ações do segmento.

A ação da Tencent, maior empresa de games do país, mergulhou 6,7%, perto da maior queda desde julho, enquanto os papéis da rival Netease, de menor porte, perderam 7,7%.

O Departamento de Publicidade do Comitê Central do Partido Comunista da China, a Administração Nacional de Imprensa e Publicação e duas outras agências convocaram a reunião para comunicar os planos com o objetivo de intensificar a supervisão e começar a fiscalizar práticas ilegais, segundo a agência estatal de notícias Xinhua.

+Núcleo de inflação está muito mais alto do que o BC gostaria, diz Campos Neto

Na semana passada, o governo divulgou novos regulamentos para o setor, limitando o período que crianças podem jogar videogames a três horas por semana.

As agências disseram que as empresas devem cumprir as novas regulamentações e se afastar do “foco solitário de perseguir lucros” para evitar que menores de idade se tornem viciados em jogos. Também devem remover “conteúdo obsceno e violento” e evitar “tendências prejudiciais, como culto ao dinheiro e efeminação”.

hotWords: setor china lucros foco empresas evitar devem

Anuncie no invistaja.info

“As autoridades ordenaram que empresas e plataformas reforcem a análise do conteúdo de seus jogos”, disse a Xinhua. “As plataformas também devem resistir à concorrência desleal para evitar concentração excessiva de mercado ou mesmo monopólios no setor.”

Ações de empresas de jogos chinesas listadas nos EUA se desvalorizaram, com o papel da Bilibili em queda de 5,9%. O índice Nasdaq Golden Dragon China caiu 3,3%. A Netease disse em comunicado que cumprirá as regulamentações para evitar a dependência de jogos e promoverá videogames de maior qualidade para menores de idade.

“Acreditamos em jogos saudáveis e levamos muito a sério a saúde física e mental de menores de idade”, disse a Tencent em comunicado. “Agradecemos a diretriz e instrução dos reguladores relevantes e trabalharemos duro para estar em total conformidade com todas as regras relacionadas ao vício em jogos juvenis e regulamentação de conteúdo.”

©2021 Bloomberg L.P.

CALIFORNIA | mercados | invistaja.info – China diz que empresas de games devem evitar foco em lucros e leva à forte venda de ações do setor

REFLEXÃO: Michael Kitces, conselheiro financeiro: Invista pensando no longo prazo, não especule, mas, não ignore as flutuações do mercado.

Leia também:

Santander Brasil compra imobiliária online; dados de tráfego da Azul, notícias de Minerva, Suzano e mais

São Paulo estuda aplicar quarta dose de vacina em transplantados

XP Inc. compra participação na Virgo, plataforma para PMEs acessarem mercado de capitais

Cientista do Marketing: pandemia decretou o fim da publicidade tradicional

Anuncie no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade