Conservadores veem otimismo exagerado em bolsas dos EUA

“Desaceleração das taxas de crescimento do lucro por ação tende a desequilibrar as ações temporariamente”, diz Lori Calvasina, do RBC Capital Markets
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias de trader para trader

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Conservadores veem otimismo exagerado em bolsas dos EUA; invistaja.info;


EEEL4 | PSR: 4.4 | ROE: 0.1871 | Liq.2meses: 3409.76 | EV/EBIT: 11.68 | Cotacao: 699.0 | Div.Brut/Pat.: 0.28

ListenToMarket: Conservadores veem otimismo exagerado em bolsas dos EUA – Áudio gerado às: 15:40:22

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

(invistaja.info) — Em um mercado que não registra queda de 5% em nove meses, onde recordes são batidos a cada quatro dias e onde os lucros corporativos dobraram, a impressão é que as boas notícias nunca vão acabar. É assim que investidores começam a se comportar, e isso incomoda pesquisadores.

Em vez de moderar as expectativas depois de um forte rali, os que apostam na alta estão cada vez mais otimistas. Quase 65% dos clientes em uma pesquisa do JPMorgan Chase disseram que planejam aumentar a exposição às ações nas próximas semanas. Entre a minoria de entrevistados que disseram estar preocupados com a variante delta do coronavírus, quase todos acreditam que o impacto será temporário.

Toda essa euforia elevou um indicador do Bank of America que acompanha os níveis de otimismo entre estrategistas para um pico pós-crise. O mercado está apostando tudo em um momento particularmente arriscado: o período após o pico deste ciclo de crescimento dos lucros, que deu início a retornos abaixo da média no passado.

+Encomendas à indústria dos EUA sobem 1,5% em junho ante maio

“A exuberância continua generalizada”, disse Michael O’Rourke, estrategista-chefe de mercado da JonesTrading. “A teoria dos picos triplos – pico de lucros, pico de crescimento econômico e pico de estímulo – é legítima, e os investidores devem ser cautelosos. O crescimento econômico e os lucros ainda serão positivos, mas haverá desaceleração nesse crescimento, à qual os mercados reagirão.”

Leia também:• As ações preferidas dos analistas para comprar em agosto

hotWords: veem bolsas exagerado

Seja anunciante no invistaja.info

Embora as ações sejam embaladas pela temporada de balanços – os lucros no segundo trimestre subiram 89% em relação há um ano –, a taxa de crescimento das empresas no índice S&P 500 deve diminuir em cada um dos próximos três trimestres. Nas últimas três vezes que isso aconteceu depois de uma recessão, as bolsas sentiram o impacto, de acordo com o RBC Capital Markets.

“A desaceleração das taxas de crescimento do lucro por ação tende a desequilibrar as ações temporariamente”, escreveu Lori Calvasina, chefe de estratégia de renda variável dos EUA no banco. “Isso justifica uma retração modesta no mercado acionário mais amplo dos EUA durante a segunda metade do ano.”

palavras-chave: Conservadores veem otimismo exagerado em bolsas dos EUA; invistaja.info;

FLORIANÓPOLIS | mercados | invistaja.info – Conservadores veem otimismo exagerado em bolsas dos EUA

REFLEXÃO: James Early, do Motley Fool: Explore a fraqueza cognitiva dos outros

Tópicos mais acessados:

Mercado sente baque com renovado risco fiscal apontando 2º semestre volátil

Após lucro recorde da Pague Menos no 2º tri, analistas reiteram compra e otimismo com empresa; papéis sobem mais de 3% na Bolsa

Startup de biometria se torna mais novo unicórnio brasileiro, após cheque de R$ 625 milhões de General Atlantic e SoftBank

Por que as ações da Marcopolo (POMO4) caem até 7% apesar do lucro saltar mais de 3.600% no 2º tri?

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade