PUBLICIDADE

Da forma como Orçamento está, Executivo não chega até fim do ano, diz Funchal

Segundo ele, com despesas discricionárias abaixo de R$ 50 bilhões, o governo teria menos do que o mínimo para funcionar mesmo sendo muito eficiente
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como profissionais

Edição invistaja.info e MarketMsg

palavras-chave: Da forma como Orçamento está, Executivo não chega até fim do ano, diz Funchal; invistaja.info;


AVLL3 | EV/EBIT: -7.84 | PSR: 3.11 | ROIC: -0.082 | EV/EBITDA: -8.75 | P/VP: 1.43 | Pat.Liq: 392517000.0

O secretário do Tesouro Nacional, Bruno Funchal, apontou nesta quinta-feira, 8, o risco de paralisia de serviços públicos (shutdown) se não houver uma reformulação do Orçamento, que, conforme cálculos da equipe econômica, deixaria apenas R$ 49,5 bilhões ao funcionamento da máquina pública até o fim do ano.

“Da forma como está, o Executivo não chega até o fim do ano. A máquina pública para. Não consegue pagar despesas básicas, como sistemas e luz, necessárias, inclusive, para executar as emendas parlamentares”, comentou Funchal durante live do Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Segundo ele, com despesas discricionárias abaixo de R$ 50 bilhões, o governo teria menos do que o mínimo para funcionar mesmo sendo muito eficiente.

+Alunos não vacinados proibidos nas escolas: decisão de Tribunal Europeu gera debate sobre vacinar crianças

Citando a orientação técnica do Ministério da Economia, o secretário do Tesouro disse que o mais adequado seria um veto às emendas proporcional à recomposição de despesas obrigatórias, subestimadas na peça, que seria feita via projeto de lei.

Se a recomposição for de R$ 29 bilhões, ou acima disso, o veto às emendas teria que ser total, sustentou Funchal, acrescentando que as contas ainda estão sendo feitas.

Ao classificar a solução do orçamento como o tema mais relevante do momento, Funchal salientou que a peça, da forma como veio, precisa de ajuste. Para ele, algum problema de coordenação tornou o orçamento inexequível.

hotWords: forma está, funchal executivo chega

Publique seu negócio no invistaja.info

Colchão de liquidez

O secretário do Tesouro Nacional disse ainda que o governo está com um colchão de liquidez “robusto”, mantendo desde o início do ano caixa suficiente ao pagamento de dívidas que vencem em seis meses. Durante a live do Broadcast, afirmou que o Tesouro começou o ano com colchão de R$ 800 bilhões, reforçando depois esse caixa em R$ 240 bilhões – o suficiente ao pagamento de quase dois meses de dívida sem necessidade de novas emissões – com a devolução de recursos dos bancos públicos e desvinculação de fundos públicos permitida pela PEC Emergencial.

“O ano passado foi dos mais desafiadores, mas fizemos um bom dever de casa e chegamos para este ano com um colchão de liquidez bastante robusto”, afirmou o secretário, lembrando que só do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) serão devolvidos R$ 100 bilhões ao cofre do Tesouro.

Com colchão de liquidez robusto, acrescentou Funchal, o governo terá melhor condição de gerenciar leilões em semanas de incertezas.

Entenda o método para realizar análises e não se perder em momentos turbulentos. A série gratuita One Good Trader, com Gilberto Coelho, te ensina como – inscreva-se!

palavras-chave: Da forma como Orçamento está, Executivo não chega até fim do ano, diz Funchal; invistaja.info;

CURITIBA | economia | invistaja.info – Da forma como Orçamento está, Executivo não chega até fim do ano, diz Funchal

REFLEXÃO: Michael Kitces, conselheiro financeiro: Invista pensando no longo prazo, não especule, mas, não ignore as flutuações do mercado.

Leia também:

Ação da Embraer salta 8,8% com possível negociação com indiana; Magalu dispara 8% seguindo techs dos EUA e Usiminas sobe 3,7%

Ibovespa sobe e fecha acima de 118 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro; dólar cai a R$ 5,57

Pesquisa constata reinfecções de Covid-19 com sintomas mais fortes

Anvisa não descarta uso de plantas veterinárias para produção de vacinas contra Covid-19

Anuncie no invistaja.info

PUBLICIDADE

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE