Dólar supera R$ 5,45 com temores globais sobre redução de estímulo

No exterior, o índice do dólar contra uma cesta de pares fortes subia 0,15% nesta manhã, depois de atingir máximas em nove meses mais cedo
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias do mercado financeiro

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Dólar supera R$ 5,45 com temores globais sobre redução de estímulo; invistaja.info;


UGPA3 | P/ACL: -2.07 | P/VP: 1.77 | ROE: 0.082 | P/Ativo: 0.474 | Cresc.5anos: 0.0459 | Pat.Liq: 9664740000.0

ListenToMarket: Dólar supera R$ 5,45 com temores globais sobre redução de estímulo – Áudio gerado às: 11:10:28

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

SÃO PAULO (MarketMsg) -O dólar avançava contra o real nesta quinta-feira, chegando a superar os 5,45 reais nas máximas do dia depois que as autoridades do Federal Reserve abalaram os mercados globais ao levantarem a possibilidade de redução de estímulos já em 2021, em meio ainda às teimosas incertezas políticas e fiscais domésticas.

Às 10:56, o dólar avançava 0,52%, a 5,4041 reais na venda, depois de ir a 5,4568 reais no pico da sessão (+1,50%). Na B3, o dólar futuro subia 0,42%, a 5,4185 reais.

A maior parte do comitê do Fed que define as taxas de juros está se unindo em torno de um plano que fará com que o banco central dos Estados Unidos comece a cortar seu programa de compra de títulos no fim deste ano, mostrou a ata de sua última reunião.

+Com cenário mais volátil no Brasil, Bradesco BBI vê ação da PetroRio como “hedge” no setor de petróleo e gás

Embora o documento tenha tentado desvincular o fim das compras com a necessidade mecânica de alta de juros, “o mercado ainda deve enxergar que quão mais cedo ocorrer o anúncio, maior a probabilidade de aumento da taxa de juro no final de 2022”, disse a equipe de pesquisa macro do BTG Pactual.

“O resultado desses fatores poderia promover uma mudança no diferencial de juro esperado nas curvas de juros das economias maduras e também emergentes, dando uma sustentação para o dólar global permanecer nesse patamar mais forte que vem negociando”, afirmaram os estrategistas em relatório de quarta-feira.

No exterior, o índice do dólar contra uma cesta de pares fortes subia 0,15% nesta manhã, depois de atingir máximas em nove meses mais cedo. Contra peso mexicano, rand sul-africano e lira turca, divisas emergentes pares do real, a moeda norte-americana também apresentava ganhos.

hotWords: 5,45 dólar sobre globais temores

Seja anunciante no invistaja.info

Por aqui, “o otimismo no mercado financeiro acabou”, disse à Reuters Vinicius Martins, gerente da Phi Investimentos. “O preço (do dólar) que estamos vendo faz jus ao momento do mercado e não há grandes indícios de melhora. Isso porque um alívio dependeria de vários fatores difíceis de serem resolvidos no curto prazo: a questão fiscal doméstica, principalmente com a aproximação das eleições, e o endurecimento da postura do Fed lá fora.”

O esforço do governo brasileiro por mudanças nos pagamentos de precatórios e mais gastos com auxílio à população têm elevado as dúvidas dos agentes dos mercados sobre a capacidade do governo de respeitar seu teto fiscal, enquanto atrasos na votação do projeto que altera a cobrança do Imposto de Renda colaboram para a aversão a risco e volatilidade nos mercados domésticos, disse Martins.

Questionado se o Banco Central poderia intervir de forma mais veemente no mercado de câmbio frente à valorização do dólar aos patamares elevados atuais, ele disse que o “BC só vai intervir se o movimento do dólar for muito específico e houver descolamento do Brasil em relação a outras economias semelhantes”, o que não é o caso no momento, uma vez que a moeda norte-americana está ganhando força globalmente.

A última vez que o dólar encerrou um pregão acima dos 5,45 reais foi em 27 de abril deste ano, quando fechou cotado a 5,4625.

Na véspera, a moeda norte-americana spot saltou 2,04%, a 5,3759 reais na venda, seu maior nível desde 4 de maio (5,4322 reais) e a maior valorização percentual diária desde 30 de julho (+2,53% reais).

palavras-chave: Dólar supera R$ 5,45 com temores globais sobre redução de estímulo; invistaja.info;

FARIA LIMA | mercados | invistaja.info – Dólar supera R$ 5,45 com temores globais sobre redução de estímulo

REFLEXÃO: Eddy Elfenbein, dono do site Crossing Wall Street: Seja paciente e ignore modismos. Foque no valor e não entre em pânico.

Veja também:

Tropas podem ficar no Afeganistão além de agosto, diz Biden

Ação da Vale cai 4%, abaixo de R$ 100, com derrocada do minério; Petrobras e Petrorio têm baixa com petróleo, bancos têm leve alta

Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem 29 mil na semana, a 348 mil

Amazon planeja abrir lojas de departamento nos EUA

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade