Governo Central tem déficit primário de R$ 20,947 bilhões em maio, diz Tesouro

Em maio de 2020, o resultado havia sido negativo em R$ 126,636 bilhões, influenciado por gastos extras para combater a covid-19.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias de trader para trader

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Governo Central tem déficit primário de R$ 20,947 bilhões em maio, diz Tesouro; invistaja.info;


SOND6 | P/ACL: 4.03 | P/Ativo: 1.118 | Liq.2meses: 1285.6 | DY: 0.1851 | Div.Brut/Pat.: 0.0 | Pat.Liq: 72413000.0

ListenToMarket: Governo Central tem déficit primário de R$ 20,947 bilhões em maio, diz Tesouro – Áudio gerado às: 14:20:29

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

Após dois meses no azul, as contas do Governo Central registraram déficit primário em maio. No mês passado, a diferença entre as receitas e as despesas ficou negativa em R$ 20,947 bilhões, conforme divulgação do Tesouro. O resultado – que reúne as contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central – foi o melhor desempenho para o mês desde 2019. Em maio de 2020, o resultado havia sido negativo em R$ 126,636 bilhões, influenciado por gastos extras para combater a covid-19.

O superávit do mês passado foi menor que a mediana das expectativas do mercado financeiro, que apontava um saldo negativo de R$ 24,2 bilhões, de acordo com levantamento do Projeções Broadcast junto a 20 instituições financeiras. O dado de maio ficou dentro do intervalo das estimativas, que eram de rombo de R$ 51,400 bilhões a déficit de R$ 13,088 bilhões.

No ano até maio, o resultado primário foi de superávit de R$ 19,911 bilhões, o melhor resultado para o período desde 2013. Em igual período do ano passado, esse mesmo resultado era negativo em R$ 222,493 bilhões.

+Novonor deve receber propostas por Braskem até dia 9, Credit eleva preço-alvo de BR Distribuidora, nova compra da Ambipar e mais

Em maio, as receitas tiveram alta real de 78,2% em relação a igual mês do ano passado. Já as despesas caíram 31,4% na mesma comparação, já descontada a inflação.

Na comparação do acumulado no ano, as receitas subiram 24,7% em termos reais ante igual período de 2020, enquanto as despesas recuaram 17,3%.

Em 12 meses até maio, o Governo Central apresenta um déficit de R$ 535,7 bilhões – equivalente a 6,3% do PIB.

A meta fiscal proposta pela equipe econômica para este ano admite um déficit de até R$ 247,118 bilhões nas contas do Governo Central, mas no último relatório bimestral o governo previu um rombo menor, mesmo com despesas extras por causa da pandemia de covid-19.

Composição

As contas do Tesouro Nacional – incluindo o Banco Central – registraram um superávit primário de R$ 6,325 bilhões em maio, de acordo com dados divulgados pelo Tesouro. No ano, o superávit primário acumulado nas contas do Tesouro Nacional (com BC) é de R$ 123,220 bilhões.

hotWords: 20,947 déficit tesouro maio, primário

Anuncie no invistaja.info

Já o resultado do INSS mostrou um déficit de R$ 27,416 bilhões no mês passado. No ano até maio, o resultado foi negativo em 103,239 bilhões.

As contas apenas do Banco Central tiveram superávit de R$ 143 milhões em maio e déficit de R$ 70 milhões no acumulado do ano até o mês passado.

Teto de gastos

As despesas sujeitas ao teto de gastos caíram 1,0% em maio na comparação com igual mês de 2020, segundo o Tesouro Nacional. A conta não inclui os gastos extraordinários feitos para combater os efeitos da pandemia do novo coronavírus, que ficam de fora do teto por serem urgentes e imprevistos.

Pela regra do teto, o limite de crescimento das despesas do governo é a variação acumulada da inflação em 12 meses até junho do ano passado. Porém, como o governo não ocupou todo o limite previsto em anos anteriores, na prática há uma margem para expansão de até 5,9%.

Cada órgão tem um limite individual. Considerando esses tetos particulares, apenas a Justiça do Distrito Federal e Territórios e o Conselho Nacional do Ministério Público estão, no momento, com crescimento de despesas acima do permitido. A aferição do cumprimento ou não do teto, porém, se dá apenas ao fim do exercício.

No caso da Justiça do DF, a alta de despesas está em 3,7%, acima do limite de 2,8%. No CNMP, o avanço é de 3,8%, contra limite de 3,3%.

No Poder Executivo, as despesas têm até o momento queda de 1,1%, ante o limite de expansão de até 6,0%.

Curso gratuito do (MarketMsg) mostra como você pode se tornar um Analista de Ações. Inscreva-se agora.

palavras-chave: Governo Central tem déficit primário de R$ 20,947 bilhões em maio, diz Tesouro; invistaja.info;

FARIA LIMA | economia | invistaja.info – Governo Central tem déficit primário de R$ 20,947 bilhões em maio, diz Tesouro

REFLEXÃO: Tom Gardner, da Motley Fool: Encontre lideres notáveis e uma missão para o longo da vida.

Notícias relacionadas:

BNP Paribas vê dólar a R$ 4,50 no 2º trimestre de 2022 com commodities e juros mais altos

Governo quer cortar alíquota do IRPJ para 10% já em 2022, diz Guedes

Ampliando atuação e aproveitando ponto forte, Via oferecerá serviços de logística até para concorrentes

Arrecadação soma R$ 142,106 bilhões e tem maior valor para maio da série histórica

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.