IBGE revela que 17 atividades industriais já superaram as perdas da pandemia

Níveis mais elevados em relação ao patamar de fevereiro foram os registrados pelas atividades de têxteis, produtos de metal e máquinas e equipamentos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Informação de quem vive o mercado

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: IBGE revela que 17 atividades industriais já superaram as perdas da pandemia; invistaja.info;


MELK3 | P/VP: 1.02 | Mrg.Liq.: 0.0 | Div.Brut/Pat.: 0.23 | P/Ativo: 0.599 | DY: 0.0 | EV/EBITDA: 0.0

Passado o choque inicial provocado pela pandemia do novo COVID-19, a produção industrial engatou uma sequência de meses de recuperação e já está 3,7% acima do patamar de fevereiro de 2020: 17 das 26 atividades investigadas recuperaram as perdas e operam em nível superior ao pré-crise sanitária.

Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os níveis mais elevados em relação ao patamar de fevereiro foram os registrados pelas atividades de têxteis (22,8%), produtos de metal (17,6%) e máquinas e equipamentos (14,4%).

+Por que o mercado não ‘comprou’ a reviravolta da Cogna? Diretor da empresa explica

No extremo oposto, os segmentos mais distantes do patamar de fevereiro são outros equipamentos de transporte (-24,3%) e manutenção e reparação de máquinas e equipamentos (-12,1%).

Entre as categorias de uso, a produção de bens de capital está 21,8% acima do nível de fevereiro de 2020, após acumular um avanço de 148,4% em nove meses de crescimento.

hotWords: atividades revela industriais perdas

Seja anunciante no invistaja.info

A fabricação de bens intermediários é 2,7% superior ao nível de fevereiro de 2020. Os bens duráveis estão 1,6% acima do pré-pandemia, depois de terem interrompido em janeiro uma sequência de oito meses de altas, quando houve um avanço acumulado de 552,2%. Os bens semiduráveis e não duráveis estão 2,6% além do patamar de fevereiro de 2020.

“Nessa sequência de crescimento do setor industrial, todas as categorias econômicas permanecem acima do patamar pré-pandemia, embora algumas com algum grau de perda em relação aos últimos meses”, observou André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do IBGE.

Atualmente, a produção industrial do país ainda opera 12,9% abaixo do ápice alcançado em maio de 2011.

Na categoria de bens de capital, a produção está 21,1% abaixo do pico registrado em setembro de 2013, enquanto os bens de consumo duráveis operam 21,6% abaixo do ápice de junho de 2013. Os bens intermediários estão 13,7% aquém do auge de fevereiro de 2011, e os bens semiduráveis e não duráveis operam em nível 8,6% inferior ao pico de junho de 2013.

Estagnado em sua profissão? Série gratuita do (MarketMsg) mostra como você pode se tornar um Analista de Ações em 2021. Clique aqui para se inscrever.

palavras-chave: IBGE revela que 17 atividades industriais já superaram as perdas da pandemia; invistaja.info;

BRASIL | mercados | invistaja.info – IBGE revela que 17 atividades industriais já superaram as perdas da pandemia

REFLEXÃO: Harold Pollack, da Universidade de Chicago: Guarde entre 15 e 20% e invista em fundos de índices com taxa baixa.

Tópicos mais acessados:

Para EuroMoney, Banco XP pode ter impacto destruidor sobre bancões

PetroRio (PRIO3) compra nova fatia de 28,6% no campo de Wahoo e reforça avaliação positiva para a ação frente Petrobras

Iguatemi anuncia funcionamento apenas de operações essenciais em shoppings de SP

Ações de Lojas Americanas e B2W caem, Natura&Co. e Iguatemi sobem após balanços; PetroRio avança 4%

Entre em contato para anunciar no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Publicidade