Ibovespa fecha em queda de 1% com política e volta aos 119 mil pontos; dólar sobe a R$ 5,46

Mercado encerra com baixas em meio a instalação da CPI da Pandemia e trocas no Ministério da Economia
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investindo como profissionais

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Ibovespa fecha em queda de 1% com política e volta aos 119 mil pontos; dólar sobe a R$ 5,46; invistaja.info;


ITUB4 | P/EBIT: 0.0 | Liq.2meses: 951493000.0 | ROE: 0.1387 | EV/EBITDA: 0.0 | Pat.Liq: 136699000000.0 | P/Cap.Giro: 0.0

ListenToMarket: Ibovespa fecha em queda de 1% com política e volta aos 119 mil pontos; dólar sobe a R$ 5,46 – Áudio gerado às: 17:32:5

VELOCIDADE: 1.0x | 1.95x | 2.3x

FLORIANÓPOLIS | invistaja.info — O Ibovespa fechou em queda nesta terça-feira (27) em meio a uma série de notícias consideradas negativas no front político e voltou aos 119 mil pontos. Lá fora, as bolsas americanas fecharam praticamente estáveis, apenas o índice Nasdaq, de ações de empresas de tecnologia, registrou um desempenho mais negativo após o resultado da Tesla. Hoje saem os resultados do primeiro trimestre de Google e Microsoft.

Diversos veículos publicaram que o ministro da Economia, Paulo Guedes, fará mudanças na equipe econômica do governo. Ao mesmo tempo, foi instalada a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia no Senado e foram eleitos, conforme esperado, Omar Aziz (PSD-AM) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) como presidente e vice respectivamente. Randolfe é da oposição ao governo Bolsonaro.

Seguindo acordo firmado entre os parlamentares, o presidente do colegiado indicou Renan Calheiros (MDB-AL) para o cargo de relator, à revelia de esforços do governo federal no sentido contrário.

+Ibovespa Futuro opera próximo da estabilidade com investidores de olho em CPI da Covid e balanços

Das 11 vagas, apenas 4 são ocupadas por senadores vistos como aliados confiáveis da base do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Por isso, a CPI tem um grande potencial de desgastar o governo.

Sobre as mudanças na equipe de Guedes, as notícias são de que Waldery Rodrigues deve deixar a secretaria da Fazenda e Bruno Funchal, que hoje é secretário do Tesouro, entraria no lugar. A saída de Waldery ocorreria após uma série de embates em torno da sanção do Orçamento de 2021, que terminou com um veto de R$ 19,8 bilhões em despesas e um bloqueio adicional de R$ 9,3 bilhões.

O jornal O Globo publicou que diante da pressão do Congresso para desmembrar o Ministério da Economia, o presidente Jair Bolsonaro estaria sendo aconselhado a recriar as pastas da Previdência e Trabalho e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Na prática, isso tiraria poder do atual superministério de Guedes, deixando sob controle do ministro apenas as funções que antes pertenciam ao Ministério da Fazenda e ao Ministério do Planejamento.

No noticiário corporativo, o mercado repercute o resultado da Vale (VALE3), que registrou um lucro líquido de US$ 5,546 bilhões no primeiro trimestre de 2021, uma alta de 2.220% em relação ao resultado de US$ 239 milhões obtido no mesmo período do ano passado. Depois do fechamento, os balanços de Cesp, Cielo, Movida e Vamos Locação serão divulgados. Já a Petrobras divulga relatório de produção e vendas do 1º trimestre.

No exterior, após o balanço da Tesla na véspera, esta terça contará com os números de Microsoft e Alphabet (dona do Google). Ainda nos Estados Unidos, os investidores se preparam para a reunião de dois dias do Federal Reserve, o banco central americano, que se inicia hoje.

A expectativa é que a autoridade não tome nenhuma nova medida imediatamente, e investidores devem se manter atentos às falas do presidente da instituição, Jerome Powell, especialmente em relação à inflação.

O Ibovespa teve queda de 1,00%, a 119.388 pontos com volume financeiro negociado de R$ 30,225 bilhões.

Enquanto isso, o dólar comercial subiu 0,23% a R$ 5,46 na compra e a R$ 5,461 na venda. Já o dólar futuro com vencimento em maio registra ganhos de 0,42% a R$ 5,462 no after-market.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 ficou estável a 4,62%, o DI para janeiro de 2023 teve alta de cinco pontos-base a 6,22%, o DI para janeiro de 2025 avançou oito pontos-base a 7,74%, e o DI para janeiro de 2027 registrou variação positiva de 10 pontos-base, a 8,38%.

Entre os indicadores nacionais, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) subiu 0,60% em abril, após registrar alta de 0,93% em março de 2021, segundo o IBGE. A expectativa do mercado, segundo estimativa média da Refinitiv, era de alta de 0,69% em abril na comparação com março e de 6,26% na comparação anual.

No ano, o IPCA-15 acumula alta de 2,82% e em 12 meses, de 6,17%, acima dos 5,52% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em abril de 2020, a taxa foi de -0,01%. Os dados foram divulgados hoje (27) pelo IBGE.

Voltando ao exterior, as bolsas asiáticas fecharam com tendência de queda, em meio à preocupação sobre a aceleração do ritmo de propagação da Covid. Nesta terça, o Banco do Japão anunciou a sua decisão de manter sua política monetária estável. Além disso, o banco central japonês revisou sua projeção para o núcleo da inflação no ano fiscal de 2021 dos 0,5% projetados em janeiro para 0,1%.

Várias regiões do país, incluindo Tóquio e Osaka, foram colocadas sob um novo estado de emergência em um esforço para barrar a propagação da Covid. O índice Nikkei caiu 0,46%.

Covid no Brasil

Na segunda (26), a média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 2.451, queda de 20% em comparação com o patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia foram registradas 1.279 mortes.

Nos primeiros quatro meses de 2021 morreram 195.949 pessoas, mais do que as 194.976 registradas em todo o ano de 2020. As informações são do consórcio de veículos de imprensa que sistematiza dados sobre Covid coletados por secretarias estaduais de Saúde no Brasil, que divulgou, às 20h (horário de Brasília), o avanço da pandemia em 24 h.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 56.106, queda de 21% em relação ao patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia foram registrados 31.044 casos.

Ao todo, 29.554.723 pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a Covid no Brasil, o equivalente a 13,96% da população. A segunda dose foi aplicada em 13.127.599 pessoas, ou seja, 6,2% da população. Analistas vêm apontando a velocidade da imunização como um dos fatores a influenciarem a retomada da economia.

Na segunda, o Instituto Butantan anunciou que identificou mais um caso da variante sul-africana do coronavírus no estado de São Paulo, elevando para dois o total de casos confirmados no Brasil desta linhagem, que, assim como a variante P.1, originada em Manaus, é mais transmissível.

De acordo com o Butantan, o novo caso foi descoberto na Baixada Santista. O primeiro caso fora confirmado em Sorocaba, no início de abril. As novas variantes são apontadas como responsáveis pelas novas ondas da Covid-19 no Brasil e em outros países, como a Índia, e há uma preocupação sobre a eficácia das vacinas contra essas novas formas do vírus. Estudos têm apontado, até o momento, que as vacinas existentes são eficazes contra as variantes originadas na África do Sul e em Manaus.

Os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) rejeitaram na segunda, por unanimidade, a importação e o uso da vacina russa Sputnik V pelo Brasil. O relator, Alex Machado Campos, apontou falta de documentação e possíveis riscos à saúde.

hotWords: 5,46 fecha queda dólar volta

Seja anunciante no invistaja.info

O pedido para uso emergencial da vacina foi protocolado em 25 de março pela União Química, responsável pelo imunizante no Brasil. O colegiado se reuniu extraordinariamente na segunda para cumprir decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, que concedeu prazo de 30 dias para que a agência reguladora decidisse sobre o uso do imunizante.

Orçamento, reforma tributária e renda básica

Em conversa com apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada na segunda, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que tenta solucionar, sem quebrar a regra do teto de gastos, o que chamou de “probleminha” no Orçamento de 2021 sancionado na semana passada. “Estamos com probleminha no Orçamento agora, vamos tentar recuperar alguma coisa, sem furar o teto”, disse.

O Orçamento aprovado inicialmente pelo Congresso subestimou os valores de despesas obrigatórias. A sobra foi realocada para emendas parlamentares, que chegaram a R$ 30 bilhões, o que fez com que o Tesouro classificasse o Orçamento como inviável.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendia o veto total ao Orçamento, alegando que a sanção faria com que o presidente incorresse em crime de responsabilidade. Depois de uma longa negociação, o presidente sancionou o texto na última quinta-feira com cortes de R$ 19,8 bilhões, parte das emendas parlamentares, parte de programas federais.

Outros R$ 9,3 bilhões foram bloqueados. Ou seja, podem ser liberados no futuro se a arrecadação federal permitir.

Além disso, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou na segunda, após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, que a Casa voltará a focar na reforma tributária. Ele deu prazo até 3 de maio para acessar o texto do relator da reforma na comissão mista, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

“Eu entreguei ao ministro (Guedes) um ofício endereçado ao relator da matéria, deputado Aguinaldo Ribeiro, dando prazo máximo até dia 3 de maio para que nós tenhamos acesso ao relatório”, afirmou Lira em rápido pronunciamento à imprensa na residência oficial da presidência da Câmara.

“Nós estamos aqui ratificando que o interesse da Câmara é justamente voltar a discutir, com serenidade, com transparência, amplitude e com debate claro, a reforma tributária que o Brasil tanto precisa”, afirmou. Guedes estava a seu lado, e não comentou o encontro.

Além disso, atendendo a pedido da Defensoria Pública da União, o STF formou maioria na segunda para determinar que o governo federal fixe um valor e comece a pagar a renda básica de cidadania a partir de 2022. A Defensoria cobrava a regulamentação de uma lei de 2005 que previa o pagamento do benefício.

A renda básica de cidadania, prevista em lei, deveria ser paga em valor “suficiente para atender às despesas mínimas de cada pessoa com alimentação, educação e saúde, considerando para isso o grau de desenvolvimento do país e as possibilidades orçamentárias”, segundo o pedido.

A maioria dos ministros seguiu o voto do ministro Gilmar Mendes. Ele determinou que o governo fixe o valor do benefício aos brasileiros em situação de extrema pobreza, com renda per capita de R$ 89 a R$ 178, tomando inclusive medidas legais cabíveis para garantir a mudança.

Radar corporativo

Em destaque no radar, a mineradora Vale registrou um lucro líquido de US$ 5,546 bilhões no primeiro trimestre de 2021, uma alta de 2.220% em relação ao resultado de US$ 239 milhões obtido no mesmo período do ano passado. O resultado também cresceu de forma significativa em relação ao trimestre anterior, quando a empresa registrou ganhos de US$ 739 milhões.

A Smiles teve lucro líquido de R$ 47,7 milhões no primeiro trimestre de 2021, queda de 15,2% frente igual período de 2020.

“Os principais impactos sobre as informações financeiras trimestrais se relacionam à redução no volume de resgates de milhas (13.976 milhões de milhas resgatadas no trimestre findo em 31 de março de 2021 em comparação a 17.860 milhões no mesmo período findo em 31 de março de 2020) que reflete na redução na receita líquida e margem de lucro da Companhia”, destacou a Smiles. A receita líquida totalizou R$ 151,11 milhões no primeiro trimestre, 11,8% menor frente o mesmo trimestre de 2020. Na comparação com o trimestre imediatamente anterior, a baixa na receita líquida foi de 28,4%.

Depois do fechamento, os balanços de Cesp, Cielo, Movida e Vamos Locação serão divulgados. Já a Petrobras divulga relatório de produção e vendas do 1º trimestre.

Ainda em destaque, o Grupo Soma anunciou na manhã da véspera que combinará suas operações com a Hering por R$ 5,1 bilhões, sendo o pagamento feito 30% em dinheiro (R$ 1,5 bilhão ou R$ 9,63 por ação) e 70% via troca de ações (1,625107 ações de SOMA3 por 1 ação HGTX3). De acordo com o consenso da Bloomberg, isso implica em um múltiplo de aquisição de 29 vezes a relação preço sobre lucro esperada para 2021 (sem sinergias) ou 14 vezes P/L, considerando R$ 200 milhões de sinergias a serem capturadas nos próximos 2-3 anos. O negócio ainda está sujeito à aprovação do órgão antitruste, com previsão de conclusão até o final do primeiro semestre de 2021.

Após o acordo, o Morgan Stanley elevou a recomendação da Cia. Hering de underweight (exposição abaixo da média do mercado) para equalweight (exposição em linha com a média do mercado), com um novo preço-alvo de R$ 30 por ação, em linha com o valor da aquisição.

A Via Varejo tem entre R$ 4 bilhões e R$ 5 bilhões em créditos fiscais acumulados “que vão virar caixa” nos próximos três a cinco anos e não tem necessidade de recorrer ao mercado de capitais no momento para bancar planos de expansão, disse Orivaldo Padilha, vice-presidente financeiro da companhia, na segunda. Porém, ele afirmou que se a Via Varejo encontrar alguma oportunidade “relevante” de aquisição, a companhia “talvez tenha que recorrer ao mercado de capitais”.

A rede de lojas de hortifruti Natural da Terra pediu registro para realizar uma oferta pública inicial de ações, em um possível sinal de que empresas brasileiras estão voltando a testar o apetite de investidores, após mais de 20 delas terem desistido dos planos de estreia na B3. A companhia criada em 1989 no Espírito Santo tem 71 lojas no Rio de Janeiro e em São Paulo, e diz que planeja ganhar força num mercado altamente fragmentado.

A Energias do Brasil, do grupo europeu EDP Energias de Portugal, tem meta de chegar a 2025 com usinas solares em operação no Brasil que somem 1 gigawatt em capacidade, disse Henrique Freire, diretor financeiro da companhia, na segunda, durante evento on-line com investidores.

palavras-chave: Ibovespa fecha em queda de 1% com política e volta aos 119 mil pontos; dólar sobe a R$ 5,46; invistaja.info;

FARIA LIMA | mercados | invistaja.info – Ibovespa fecha em queda de 1% com política e volta aos 119 mil pontos; dólar sobe a R$ 5,46

REFLEXÃO: Rich Greifner, da Motley Fool: Pense a longo prazo, seja paciente e busque por retornos assimétricos.

Leia também:

Ações da Petrobras caem mais de 2% e Soma recua 15% em dois dias; Vale sobe e Smiles tem queda após balanços

Biden tem desempenho melhor que Trump nos primeiros 100 dias, aponta pesquisa Reuters/Ipsos

Mercado financeiro continua preocupado com desdobramentos da pandemia, diz BC

Vale avalia cisão e IPO de metais básicos; avança na venda de ativos de carvão

Anuncie no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *