Ministério da Economia tem proposta pronta para acabar com juros sobre capital próprio, diz jornal

Em curta avaliação, o Bradesco BBI destaca que a ação da B3 poderia ser a mais impactada entre os papéis de cobertura do banco
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Conteúdos sobre investimentos

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Ministério da Economia tem proposta pronta para acabar com juros sobre capital próprio, diz jornal; invistaja.info;


ETER3 | P/EBIT: 9.46 | P/Cap.Giro: 5.3 | P/Ativo: 1.979 | Liq.2meses: 82901200.0 | ROE: 0.8489 | Pat.Liq: 273331000.0

Assunto que sempre vem à tona quando o assunto é reforma tributária, o fim dos juros sobre o capital próprio e a tributação de proventos voltaram ao noticiário em meio à possibilidade de avanço do tema no Congresso Nacional.

Segundo informações do jornal Valor Econômico desta terça-feira (25), o Ministério da Economia tem pronta uma proposta para acabar com os juros sobre o capital próprio, alternativa usada por empresas para distribuir recursos aos seus acionistas e que reduz o Imposto de Renda a pagar sobre o lucro da companhia.

O ministério também pretende reduzir a alíquota do imposto de renda sobre a pessoa jurídica dos atuais 15% para 10% em dois anos. Há também a proposta de taxar a distribuição de dividendos em 15% e, posteriormente, elevar a alíquota para 20%.

+Dono da Louis Vuitton ultrapassa Bezos e se torna a pessoa mais rica do mundo

Em curta avaliação, o Bradesco BBI destaca que a medida, se vingar, pode impactar empresas que pagam muitos proventos em forma de JCP.

Entre as ações de cobertura do banco, a B3 (B3SA3) poderia ser a mais impactada, com até 9% de impacto negativo na projeção que os analistas possuem para o lucro líquido de 2022 da operadora da Bolsa (expectativa de lucro por ação de R$ 2,85 no próximo ano) e com um impacto entre 6% e 7% do preço-alvo atual, de R$ 69 por ativo, não presumindo compensação em qualquer outra frente de tributação.

Com a compensação, o impacto poderia ser reduzido em 5 pontos percentuais, implicando em um impacto negativo do lucro líquido de 2022 de 4% e entre 2% e 3% do Valor Presente Líquido (VPL), com todo o resto das condições mantido constante.

hotWords: jornal sobre pronta juros acabar para

Seja anunciante no invistaja.info

Cabe ressaltar que, na véspera, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, anunciou um acordo entre Câmara e Senado para a divisão das etapas da reforma tributária e uma “comunhão de esforços” para a aprovação do tema nas duas Casas.

A Câmara iniciará as discussões sobre unificação do PIS Cofins, IPI e tributação sobre renda.

O Senado tratará de alterações constitucionais – usando como base o relatório da comissão mista, para as PECs 110 e 45, que abrange ICMS e ISS – e do programa de refinanciamento de dívidas. Sobre a PEC da reforma administrativa, as discussões continuam na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, e a votação pelos deputados dever acontecer na sequência.

 

Aprenda a identificar os produtos financeiros para blindar seu patrimônio contra o “Risco Brasil”. Inscreva-se no curso gratuito.

palavras-chave: Ministério da Economia tem proposta pronta para acabar com juros sobre capital próprio, diz jornal; invistaja.info;

GLEBA PALHANO | economia | invistaja.info – Ministério da Economia tem proposta pronta para acabar com juros sobre capital próprio, diz jornal

REFLEXÃO: Morgan Housel: Se preocupe somente quando você achar que tiver tudo resolvido.

Leia também:

Embraer apresenta configuração de avião semiprivado para jatos ERJ 145 usados

Prévia da inflação: IPCA-15 sobe 0,44% em maio, abaixo do esperado, mas o maior dado para o mês desde 2016

Anvisa recebe novo pedido de importação da Covaxin, vacina indiana contra Covid-19

Uso de máscaras por vacinados divide empresas nos EUA

Seja anunciante no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.