Ocupação de UTIs passa de 90% em 15 capitais e 13 estados, diz Fiocruz

Segundo boletim, 25 capitais estão em zona de alerta crítico
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias de trader para trader

Edição MarketMsg e invistaja.info

palavras-chave: Ocupação de UTIs passa de 90% em 15 capitais e 13 estados, diz Fiocruz; invistaja.info;


CMIG3 | P/L: 10.29 | Mrg.Ebit: 0.204 | EV/EBITDA: 5.3 | P/EBIT: 4.14 | Cresc.5anos: 0.0726 | PSR: 0.844

A ocupação de unidades de terapia intensiva (UTIs) para covid-19 no Sistema Único de Saúde (SUS) está em “situação extremamente crítica”, com 15 capitais superando os 90%, aponta a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Pesquisadores do Observatório Fiocruz Covid-19 publicaram hoje (9) uma edição extraordinária do boletim que acompanha a evolução da pandemia no país para alertar sobre o agravamento, que vem causando recordes de mortes desde fevereiro. Ontem, pela primeira vez, a média diária de mortes em sete dias ultrapassou 1,5 mil casos.

O boletim aponta que 25 das 27 capitais brasileiras estão com a taxa de ocupação no patamar considerado zona de alerta crítico, com mais de 80% dos leitos ocupados. Na maior parte dessas cidades, a ocupação passou dos 90%. Belém e Maceió, apesar de estarem na zona de alerta intermediário, apresentam ocupação de UTIs acima de 70%.

+Regras do leilão do 5G: mais de 9 milhões de lares terão de custear troca da parabólica

Estavam na zona de alerta crítico segundo dados coletados em 8 de março: Porto Velho (100%), Rio Branco (99%), Manaus (87%), Boa Vista (80%), Macapá (90%), Palmas (95%), São Luís (94%), Teresina (98%), Fortaleza (96%), Natal (96%), João Pessoa (87%), Recife (85%), Aracajú (86%), Salvador (85%), Belo Horizonte (85%), Vitória (80%), Rio de Janeiro (93%), São Paulo (82%), Curitiba (96%), Florianópolis (97%), Porto Alegre (102%), Campo Grande (106%), Cuiabá (96%), Goiânia (98%) e Brasília (97%).

hotWords: estados, utis ocupação fiocruz

Publique seu negócio no invistaja.info

Quando a análise se concentra nas unidades federativas, 20 estão com a ocupação de UTIs acima de 80%, sendo 13 delas com mais de 90% das vagas preenchidas por pacientes graves de covid-19. A ocupação é maior em Rondônia, Acre, Tocantins, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal.

Os pesquisadores avaliam que o quadro atual aponta para a sobrecarga e o colapso de sistemas de saúde e reforçam que é necessário ampliar e fortalecer as medidas de prevenção à transmissão da doença, com distanciamento físico e social, uso de máscaras e higienização de mãos.

“Nos municípios e estados que já se encontram próximos ou em situação de colapso, a análise destaca a necessidade de adoção de medidas de supressão mais rigorosas de restrição da circulação e das atividades não essenciais. Além disso, é necessário o reforço da atenção primária e das ações de vigilância, que incluem a testagem oportuna de casos suspeitos e seus contatos”, afirma a Fiocruz.

palavras-chave: Ocupação de UTIs passa de 90% em 15 capitais e 13 estados, diz Fiocruz; invistaja.info;

MARINGÁ | economia | invistaja.info – Ocupação de UTIs passa de 90% em 15 capitais e 13 estados, diz Fiocruz

REFLEXÃO: Tim Hanson, da Motley Fool: Compre ações impressionantes por preços que não refletem sua grandiosidade.

Saiba mais:

Totvs leva a melhor e compra RD Station por R$ 1,86 bilhão; ações TOTS3 vão de queda de 2,5% para alta de 4%

Totvs leva a melhor e compra RD Station por R$ 1,86 bilhão; ações vão de queda de 2,5% para alta de 4%

Ibovespa fecha em alta com alívio sobre PEC Emergencial e exterior positivo; dólar sobe a R$ 5,79

Ações da Vale caem com derrocada do minério de ferro; Magalu e Marfrig avançam após resultados e Petrobras sobe 2%

Publique seu negócio no invistaja.info

Resumo do mercado

Assine grátis nossa newsletter semanal

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Newsletter invistaja: receba um resumo semanal dos principais movimentos do mercado

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.